Liturgia Diária (25 de março de 2020)

Tempo de leitura: 5 minutos

Liturgia diária de quarta-feira, 25 de março de 2020.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo do dia.

A liturgia diária

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A liturgia diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A liturgia diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que magnifica: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

A Liturgia Diária na Igreja Católica

Liturgia Diária

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, or volta de XVI.

A liturgia diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A liturgia diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Liturgia Diária com Reflexão

Além da liturgia diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do evangelho do dia. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

A História da Liturgia Diária

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

Reflexão

Feliz solenidade! Celebramos hoje um dos dias de festa mais gloriosos do ano. Hoje é nove meses antes do Natal e é o dia em que celebramos o fato de que Deus, o Filho, assumiu nossa natureza humana no ventre da Santíssima Virgem. É a celebração da Encarnação do nosso Senhor.

Hoje há muitas coisas para celebrar e muitas pelas quais devemos ser eternamente gratos. Antes de mais, celebramos o fato profundo de que Deus nos ama tanto que se tornou um de nós. O fato de Deus ter assumido nossa natureza humana é digno de alegria e celebração ilimitadas! Se ao menos entendêssemos o que isso significava. Se ao menos pudéssemos entender os efeitos desse incrível evento na história. O fato de Deus ter se tornado um ser humano no ventre da Santíssima Virgem é um presente além da nossa compreensão. É um presente que eleva a humanidade ao reino do divino. Deus e o homem estão unidos neste evento glorioso e devemos ser eternamente gratos.

Também vemos neste evento o ato glorioso de perfeita submissão à vontade de Deus. Vemos isso na própria Mãe Santíssima. É interessante notar que nossa Mãe Santíssima foi informada de que “você conceberá no seu ventre e dará à luz um filho …” Ela não foi convidada pelo anjo se estava disposta, mas foi-lhe dito o que estava para acontecer. Por que é esse o caso?

Aconteceu assim porque a Santíssima Virgem disse sim a Deus ao longo de sua vida. Nunca houve um momento em que ela disse não a Deus. Portanto, seu perpétuo sim a Deus permitiu que o anjo Gabriel lhe dissesse que ela “conceberá”. Em outras palavras, o anjo foi capaz de lhe dizer o que ela já havia dito sim em sua vida.

Que exemplo glorioso é esse! O “Sim” de nossa Mãe Santíssima é uma testemunha incrível para nós. Somos chamados a dizer diariamente sim a Deus. E somos chamados a dizer sim a Ele antes mesmo de sabermos o que Ele pede de nós. Essa solenidade nos dá a oportunidade de dizer mais uma vez “Sim” à vontade de Deus. Não importa o que Ele está pedindo, a resposta certa é “Sim”.

Reflita hoje sobre seu próprio convite de Deus para dizer “Sim” a Ele em todas as coisas. Você, como nossa Mãe Santíssima, está convidada a trazer nosso Senhor ao mundo. Não da maneira literal que ela fez, mas você é chamado para ser um instrumento de Sua contínua Encarnação em nosso mundo. Reflita sobre o quão plenamente você atende a esse chamado, ajoelha-se hoje e diga “Sim” ao plano que nosso Senhor tem para sua vida.

Senhor, a resposta é “sim!” Sim, eu escolho sua vontade divina. Sim, você pode fazer comigo o que quiser. Que o meu “Sim” seja tão puro e santo como o de nossa Mãe Santíssima. Que isso seja feito de acordo com a tua vontade. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária na Missa

A liturgia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A liturgia diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Utilizada nas missas, a liturgia também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a liturgia diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a liturgia diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

A Liturgia nos dias de hoje

A Liturgia diária é vista por muitos como sendo um rito que trás uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.