Liturgia Diária – domingo, 24/05/2020

Tempo de leitura: 5 minutos

Liturgia diária de domingo, 24 de maio de 2020.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Você também pode acompanhar diariamente o Salmo do Dia aqui no Mundo dos Católicos.

A liturgia diária

Liturgia Diária

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A liturgia diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A liturgia diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que significa: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

A Liturgia Diária na Igreja Católica

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, or volta de XVI.

A liturgia diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A liturgia diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Reflexão

Jesus completa Sua missão na Terra e ascende ao Céu para sentar-se em Seu trono glorioso por toda a eternidade. Ou ele? A resposta é sim e não. Sim, Ele se senta em Seu trono glorioso, mas não, Ele não completa Sua missão na Terra. A Ascensão é o fim e o começo. É uma transição para a próxima fase no plano perfeito do Pai. E entender o modo como esse plano se desenrola deve nos deixar maravilhados e admirados.

Certamente, os apóstolos estavam provavelmente um pouco assustados e confusos. Jesus estava com eles, depois morreu, depois ressuscitou e apareceu várias vezes, e depois ascendeu ao Pai diante dos olhos deles. Mas Ele também lhes disse que é bom que Ele vá. De fato, Ele disse que é melhor que Ele vá. Eles devem ter ficado confusos. Jesus também lhes disse que Seu advogado viria a levá-los a toda a Verdade. Assim, os apóstolos passaram de alegria, medo, alívio e mais alegria, confusão e tristeza, curiosidade e incerteza.

Soa familiar? Talvez seja assim que alguns acham que são suas vidas. Altos e baixos, reviravoltas, alegrias e tristezas. Cada fase revela algo novo, algo desafiador, algo glorioso ou algo triste. A boa notícia é que o plano do Pai está se desenrolando perfeitamente.

A parte do plano perfeito em que nos encontramos com essa solenidade é a parte em que Jesus começa a dirigir Sua missão de estabelecer o Reino de Deus a partir do céu. Seu trono é, em certo sentido, o assento do motorista de nossas vidas. Do céu, Jesus repentinamente começa a descer continuamente em nossas vidas, cumprindo Sua missão nos Apóstolos e através deles, assim como todos nós. A Ascensão não significa que Jesus se foi; antes, significa que Jesus agora está presente a toda pessoa que se volta para Ele e entrega sua vida à Sua missão. Do céu, Jesus pode estar presente a todos. Ele é capaz de viver em nós e nos convida a viver nele. É o novo começo da Igreja. Agora tudo o que os apóstolos precisam fazer é esperar o Espírito Santo descer.

Reflita hoje sobre a presença permanente e íntima de nosso Senhor em sua vida. Saiba que Jesus o convida a participar de Sua missão. Do Seu trono glorioso, Ele quer que “preguemos por toda parte”. Ele quer convidar cada um de nós para fazer a nossa parte. A parte do plano do Pai confiada a cada um de nós não é confiada a outro. Todos temos uma participação nesse plano. Qual é a sua parte? Como Jesus dirige Sua missão através de você? Reflita sobre esta questão hoje e saiba que Ele o acompanha enquanto você diz “Sim” à sua parte no glorioso desenrolar de Seu plano perfeito.

Senhor, acho que minha vida está cheia de muitos altos, baixos, reviravoltas. Há alegrias e tristezas, momentos de confusão e clareza. Em todas as coisas, ajude-me a dizer “sim” continuamente ao seu plano. Jesus eu confio em vós.

Liturgia Diária com Reflexão

Além da liturgia diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do evangelho do dia. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

A História da Liturgia Diária

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A Liturgia Diária na Missa

A liturgia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A liturgia diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Utilizada nas missas, a liturgia também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a liturgia diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a liturgia diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

A Liturgia nos dias de hoje

A Liturgia diária é vista por muitos como sendo um rito que trás uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.