Liturgia Diária – terça-feira, 30/06/2020

Tempo de leitura: 4 minutos

Liturgia diária de terça-feira, 30 de junho de 2020.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Você também pode acompanhar diariamente o Salmo do Dia aqui no Mundo dos Católicos.

A liturgia diária

Liturgia Diária

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A liturgia diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A liturgia diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que significa: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

A Liturgia Diária na Igreja Católica

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, or volta de XVI.

A liturgia diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A liturgia diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Reflexão

Imagine que você estava no mar com os apóstolos. Você era pescador e passou inúmeras horas no mar durante toda a sua vida. Alguns dias o mar estava excepcionalmente calmo e outros dias havia grandes ondas. Mas esse dia foi único. Essas ondas eram enormes e quebravam e você temia que as coisas não terminassem bem. Então, com os outros no barco, você acordou Jesus em pânico, esperando que Ele te salvasse.

Qual teria sido a melhor coisa para os apóstolos fazer nessa situação? Muito provavelmente, teria sido para eles permitir que Jesus continuasse dormindo. Idealmente, eles teriam enfrentado a tempestade feroz com confiança e esperança. “Tempestades” que parecem esmagadoras podem ser raras, mas podemos ter certeza de que elas virão. Eles virão e nos sentiremos sobrecarregados.

Se os apóstolos não entrassem em pânico e tivessem deixado Jesus dormir, talvez tivessem que suportar a tempestade um pouco mais. Mas, eventualmente, teria morrido e tudo teria ficado calmo.

Jesus, em Sua grande compaixão, está bem conosco, clamando por Ele em nossa necessidade, como os apóstolos fizeram no barco. Ele está bem conosco, voltando-se para Ele em nosso medo e buscando Sua ajuda. Quando o fizermos, Ele estará lá como um pai ou uma mãe que acorda durante a noite com medo. Mas, idealmente, enfrentaremos a tempestade com confiança e esperança. Idealmente, saberemos que isso também passará e que deveríamos simplesmente confiar e permanecer fortes. Essa parece ser a lição mais ideal que podemos aprender com essa história.

Reflita hoje sobre como você reage às dificuldades e aos problemas de sua vida. Sejam grandes ou pequenos, você os enfrenta com confiança, calma e esperança que Jesus quer que você tenha? A vida é muito curta para ser preenchida com terror. Confie no Senhor, não importa o que você enfrenta todos os dias. Se Ele parece estar dormindo, permita que Ele permaneça dormindo. Ele sabe o que está fazendo e você pode ter certeza de que Ele nunca permitirá que você suporte mais do que você pode suportar.

Senhor, tudo o que vier no meu caminho, eu confio em Ti. Eu sei que você está sempre lá e nunca vai me dar mais do que posso suportar. Jesus, eu confio em você.

Liturgia Diária com Reflexão

Além da liturgia diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do evangelho do dia. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

A História da Liturgia Diária

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A Liturgia Diária na Missa

A liturgia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A liturgia diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Utilizada nas missas, a liturgia também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a liturgia diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a liturgia diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

A Liturgia nos dias de hoje

A Liturgia diária é vista por muitos como sendo um rito que trás uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.