Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 5ª Semana Comum, Terça-feira (08/02)

Liturgia Diária de terça-feira, 8 de fevereiro de 2022.

Receba diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Salmo e o Evangelho do Dia de Hoje com reflexão. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (1Rs 8,22-23.27-30)

Leitura do Primeiro Livro dos Reis.

Naqueles dias, 22Salomão pôs-se de pé diante do altar do Senhor, na presença de toda a assembleia de Israel, estendeu as mãos para o céu e disse: 23“Ó Senhor, Deus de Israel, não há Deus igual a ti nem no mais alto dos céus, nem aqui embaixo na terra; tu és fiel à tua misericordiosa aliança com teus servos, que andam na tua presença de todo o seu coração. 27Mas será que Deus pode realmente morar sobre a terra? Se os mais altos céus não te podem conter, muito menos esta casa que eu construí! 28Mas atende, Senhor meu Deus, à oração e à súplica do teu servo, e ouve o clamor e a prece que ele faz hoje em tua presença.

29Teus olhos estejam abertos noite e dia sobre esta casa, sobre o lugar do qual disseste: ‘Aqui estará o meu nome!’ Ouve a oração que o teu servo te faz neste lugar. 30Ouve as súplicas de teu servo e de teu povo Israel, quando aqui orarem. Escuta-os do alto da tua morada, no céu, escuta-os e perdoa!

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 83)

— Quão amável, ó Senhor, é vossa casa!

— Minha alma desfalece de saudades e anseia pelos átrios do Senhor! Meu coração e minha carne rejubilam e exultam de alegria no Deus vivo!

— Mesmo o pardal encontra abrigo em vossa casa, e a andorinha ali prepara o seu ninho, para nele seus filhotes colocar: vossos altares, ó Senhor Deus do universo! Vossos altares, ó meu Rei e meu Senhor!

Leia mais:  Evangelho do Dia – terça-feira (5ª Semana da Quaresma), 23/03/2021

— Felizes os que habitam vossa casa; para sempre haverão de louvar! Olhai, ó Deus, que sois a nossa proteção, vede a face do eleito, vosso Ungido!

— Na verdade, um só dia em vosso templo vale mais do que milhares fora dele! Prefiro estar no limiar de vossa casa, a hospedar-me na mansão dos pecadores!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mc 7,1-13)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1os fariseus e alguns mestres da Lei vieram de Jerusalém e se reuniram em torno de Jesus. 2Eles viam que alguns dos seus discípulos comiam o pão com as mãos impuras, isto é, sem as terem lavado.

3Com efeito, os fariseus e todos os judeus só comem depois de lavar bem as mãos, seguindo a tradição recebida dos antigos. 4Ao voltar da praça, eles não comem sem tomar banho. E seguem muitos outros costumes que receberam por tradição: a maneira certa de lavar copos, jarras e vasilhas de cobre.

5Os fariseus e os mestres da Lei perguntaram então a Jesus: “Por que os teus discípulos não seguem a tradição dos antigos, mas comem o pão sem lavar as mãos?” 6Jesus respondeu: “Bem profetizou Isaías a vosso respeito, hipócritas, como está escrito: ‘Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. 7De nada adianta o culto que me prestam, pois as doutrinas que ensinam são preceitos humanos’. 8Vós abandonais o mandamento de Deus para seguir a tradição dos homens”.

9E dizia-lhes: “Vós sabeis muito bem como anular o mandamento de Deus, a fim de guardar as vossas tradições. 10Com efeito, Moisés ordenou: ‘Honra teu pai e tua mãe’. E ainda: ‘Quem amaldiçoa o pai ou a mãe deve morrer’. 11Mas vós ensinais que é lícito alguém dizer a seu pai e à sua mãe: ‘O sustento que vós poderíeis receber de mim é Corban, isto é, Consagrado a Deus’. 12E essa pessoa fica dispensada de ajudar seu pai ou sua mãe. 13Assim vós esvaziais a Palavra de Deus com a tradição que vós transmitis. E vós fazeis muitas outras coisas como estas”.

Leia mais:  Evangelho do Dia - Terça-feira, 18ª Semana do Tempo Comum, 03/08/2021

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Mais uma vez, Jesus falou a dura verdade que os fariseus precisavam ouvir. Ele lhes disse diretamente que eles eram hipócritas e que eram aqueles de quem Isaías falou na passagem citada. Certamente foi uma cena tensa.

Deixando de lado o drama do encontro, vamos olhar mais claramente para a citação real de Isaías. Diz quatro coisas:

1. Este povo me honra com os lábios.
2. Seus corações estão longe de mim.
3. Eles adoram em vão.
4. Apresentam suas próprias leis humanas como se fossem de Deus.

Como seria a transformação ideal desses erros hipócritas? Se os fariseus mudassem completamente, o que Jesus poderia dizer deles? Talvez Ele dissesse o seguinte:

1. Sua adoração a mim é sagrada porque você realmente abraça minha vontade divina em sua vida.
2. Portanto, a honra que você me dá com seus lábios flui de seu coração puro de fé e amor.

Então, qual é a mensagem-chave que devemos levar disso para nossas próprias vidas? Devemos tirar dela dois fatos simples. Primeiro, a vontade de Deus deve tomar conta de nossas vidas e se tornar a base e o fundamento de tudo. Sua vontade, Sua lei, Seus preceitos são nosso fundamento rochoso. Deus estabeleceu Sua verdade como a base da vida humana e devemos nos esforçar para abraçar humildemente Sua lei.

Sua lei inclui todos os ensinamentos de nossa fé revelados publicamente, encontrados nas Escrituras e na Igreja, e inclui tudo o que ouvimos Deus falando conosco em nossas próprias vidas. Os fariseus, em sua falta de humildade, não podiam ver essas verdades. Em vez disso, eles se apegaram apenas às suas próprias ideias e convicções. Deus os castigou duramente por isso por amor.

Leia mais:  Liturgia Diária - Terça-feira, 25ª Semana do Tempo Comum, 21/09/2021

Em segundo lugar, devemos perceber que quando abraçamos a lei divina e Sua vontade particular para nossas vidas, seremos puros de coração e seremos livres para amá-Lo com expressões externas. Vamos adorá-Lo de nossos corações e isso fluirá através de nossas palavras e ações. Mas isso nunca acontecerá se não começarmos com Sua lei divina.

Reflita, hoje, se você está ou não disposto a abraçar humildemente todas as verdades que Deus revelou e se você está disposto a torná-las o fundamento de sua vida. Se você fizer isso, tudo o mais fluirá em amor e adoração.

Oração do Dia

Senhor de toda a verdade, ajuda-me a amar a tua santa e divina lei. Ajude-me a abraçá-lo com todo o meu coração. Eu acredito em você e em tudo o que você tem falado através dos tempos. Eu acredito no que você fala ao meu coração sobre minha própria vida. Dá-me a graça de abraçar a tua santa vontade e, nesse abraço, ser transformado interior e exteriormente. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.