Liturgia Diária – 7ª Semana da Páscoa – Segunda-feira (13/05/2024)

Reflexão do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária de Segunda-feira, 13 de maio de 2024.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Oração do dia e as Liturgias Diárias com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 19,1-8)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

1Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo atravessou as regiões montanhosas e chegou a Éfeso. Aí encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: 2“Vós recebestes o Espírito Santo quando abraçastes a fé?” Eles responderam: “Nem sequer ouvimos dizer que existe o Espírito Santo!”

3Então Paulo perguntou: “Que batismo vós recebestes?” Eles responderam: “O batismo de João”. 4Paulo disse-lhes: “João administrava um batismo de conversão, dizendo ao povo que acreditasse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus”. 5Tendo ouvido isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus.

6Paulo impôs-lhes as mãos e sobre eles desceu o Espírito Santo. Começaram então a falar em línguas e a profetizar. 7Ao todo, eram uns doze homens. 8Paulo foi então à sinagoga e, durante três meses, falava com toda convicção, discutindo e procurando convencer os ouvintes sobre o Reino de Deus.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 67 (68)

— Reinos da terra, cantai ao Senhor.

— Eis que Deus se põe de pé, e os inimigos se dispersam! Fogem longe de sua face os que odeiam o Senhor! Como a fumaça se dissipa, assim também os dissipais, como a cera se derrete, ao contato com o fogo, assim pereçam os iníquos ante a face do Senhor!

— Mas os justos se alegram na presença do Senhor; rejubilam satisfeitos e exultam de alegria! Cantai a Deus, a Deus louvai, cantai um salmo a seu nome! O seu nome é Senhor: exultai diante dele!

Leia mais:  Liturgia Diária – 8ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (27/05/2024)

— Dos órfãos ele é pai, e das viúvas protetor; é assim o nosso Deus em sua santa habitação. É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados, quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura.

Evangelho do Dia

Evangelho (Jo 16,29-33)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Se com Cristo ressurgistes, procurai o que é do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus Pai.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 29os discípulos disseram a Jesus: “Eis, agora falas claramente e não usas mais figuras. 30Agora sabemos que conheces tudo e que não precisas que alguém te interrogue. Por isto cremos que vieste da parte de Deus”. 31Jesus respondeu: “Credes agora? 32Eis que vem a hora – e já chegou – em que vos dispersareis, cada um para seu lado, e me deixareis só. Mas eu não estou só; o Pai está comigo. 33Disse-vos estas coisas para que tenhais paz em mim. No mundo, tereis tribulações. Mas, tende coragem! Eu venci o mundo!”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

O que Jesus disse aos Seus discípulos que produziu a “paz” da qual Ele falou? Ele está se referindo especialmente a todo o seu discurso da Última Ceia, que temos lido. As palavras proferidas ao longo deste discurso pretendem dar aos discípulos, e a nós, “coragem” e a capacidade de vencer os problemas que o mundo nos impõe.

Ao longo do discurso de Jesus, Ele aponta especialmente para a unidade que Ele tem com Seu Pai e para o fato de que se permanecermos unidos com Jesus, também estaremos unidos ao Pai. Ele falou que Ele mesmo é a videira e nós os ramos que devem permanecer firmemente ligados a Jesus. Ele falou que isso só seria possível pelo poder vindouro do Espírito Santo, a quem Ele enviará. E Ele falou do ódio que o mundo tem por todos os que permanecem firmemente alicerçados na Verdade. Portanto, se você busca permanecer profundamente enraizado em Cristo, cheio do Espírito Santo e separado dos enganos do mundo secular e não-cristão, então Jesus está claramente falando com você.

Leia mais:  Liturgia Diária – 8ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (29/05/2024)

Nesta passagem acima, Jesus identifica um presente que nos ajudará nesta jornada. Este dom específico é o dom da Sua paz. Paz é a capacidade de permanecer calmo e concentrado em meio a todo e qualquer “problema” que encontramos. O problema que os cristãos enfrentarão especialmente são as várias perseguições do mundo quando vivemos de acordo com a Verdade. E embora existam muitas verdades morais apresentadas claramente pela nossa fé que o mundo ataca, existem também outras formas de problemas que encontraremos no mundo hoje.

Um dos problemas mais manifestos infligidos a muitos pelo mundo surge na forma de constante estimulação visual, auditiva e mental. Nosso mundo é um mundo barulhento. A eletrônica moderna, os meios de comunicação de massa, os anúncios publicitários, o rádio, a Internet, as redes sociais e tantas outras partes da nossa vida cotidiana têm o efeito subtil de nos distrair, de nos estimular e de roubar a paz de Cristo.

Consideremos, por exemplo, a ideia de entrar no silêncio de um retiro durante um dia, ou dois, ou mais. Como você lidaria com o desligamento do smartphone, tablet, computador, televisão e rádio por um longo período de tempo? Você passaria por uma forma de retirada? Muitos hoje realmente achariam isso difícil. E a razão para isto é que a “paz” de que Jesus fala está lentamente a diminuir na vida de muitos. Em vez da paz de Deus, estamos cheios de barulho, comoção e atividade constantes. Este é o “mundo” que nos ataca e rouba a paz que Deus quer conceder.

Leia mais:  Liturgia Diária – 8ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (28/05/2024)

Reflita hoje sobre a verdade excepcionalmente importante: que Jesus deseja que você conheça Sua paz em seu coração. E Ele quer que essa paz sustente você. Reflita sobre a batalha interior que pode ocorrer dentro de você entre o mundo e a paz de Cristo. Quem está vencendo essa batalha pela sua alma? Existe mais do mundo ou mais da paz de Cristo reinando dentro de você? Procure a paz que só Jesus dá e, ao descobrir a Sua paz, você também descobrirá a fonte dessa paz: o próprio Jesus.

Oração do Dia

Senhor de toda a paz, Tu nos chamaste para fora do mundo para que a Tua paz habite dentro de nós, sustentando-nos, dando-nos coragem, sabedoria e força. Abro minha vida para Ti, querido Senhor, e oro para que as muitas distrações e comoções impostas a mim pelo mundo comecem a cessar. Que eu sempre ouça Tua voz gentil e Te siga até o lugar de repouso silencioso encontrado somente em Ti. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *