Liturgia Diária – 8º Domingo do Tempo Comum (27/02)

Liturgia Diária de domingo, 27 de fevereiro de 2022.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Homilia do Evangelho de Hoje e Salmo do dia. Acompanhe a Liturgia do dia no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Eclo 27,5-8)

Leitura do Livro do Eclesiástico:

5Quando a gente sacode a peneira, ficam nela só os refugos; assim os defeitos de um homem aparecem no seu falar. 6Como o forno prova os vasos do oleiro, assim o homem é provado em sua conversa. 7O fruto revela como foi cultivada a árvore; assim, a palavra mostra o coração do homem. 8Não elogies a ninguém, antes de ouvi-lo falar; pois é no falar que o homem se revela.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 91)

— Como é bom agradecermos ao Senhor!

— Como é bom agradecermos ao Senhor/ e cantar salmos de louvor/ ao Deus altíssimo!/ Anunciar pela manhã vossa bondade,/ e o vosso amor fiel,/ a noite inteira.

— O justo crescerá como a palmeira,/ florirá igual ao cedro que há no Líbano;/ na casa do Senhor estão plantados,/ nos átrios de meu Deus florescerão.

— Mesmo no tempo da velhice darão frutos,/ cheios de seiva/ e de folhas verdejantes; e dirão:/ “É justo mesmo o Senhor Deus:/ meu rochedo,/ não existe nele o mal!”

2ª Leitura

Segunda Leitura (2Cor 5,6-10)

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios:

Irmãos: 6Estamos sempre cheios de confiança e bem lembrados de que, enquanto moramos no corpo, somos peregrinos longe do Senhor; 7pois caminhamos na fé e não na visão clara. 8Mas estamos cheios de confiança e preferimos deixar a moradia do nosso corpo, para ir morar junto do Senhor. 9Por isso, também nos empenhamos em ser agradáveis a ele, quer estejamos no corpo, quer já tenhamos deixado essa morada. 10Aliás, todos nós temos de comparecer às claras perante o tribunal de Cristo, para cada um receber a devida recompensa – prêmio ou castigo – do que tiver feito ao longo de sua vida corporal.

Leia mais:  Evangelho do Dia - Quinta-feira, 20ª Semana do Tempo Comum, 19/08/2021

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Evangelho do Dia

Anúncio do Evangelho (Mc 4,26-34)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 26Jesus disse à multidão: “O Reino de Deus é como quando alguém espalha a semente na terra. 27Ele vai dormir e acorda, noite e dia, e a semente vai germinando e crescendo, mas ele não sabe como isso acontece. 28A terra, por si mesma, produz o fruto: primeiro aparecem as folhas, depois vem a espiga e, por fim, os grãos que enchem a espiga. 29Quando as espigas estão maduras, o homem mete logo a foice, porque o tempo da colheita chegou”.

30E Jesus continuou: “Com que mais poderemos comparar o Reino de Deus? Que parábola usaremos para representá-lo? 31O Reino de Deus é como um grão de mostarda que, ao ser semeado na terra, é a menor de todas as sementes da terra. 32Quando é semeado, cresce e se torna maior do que todas as hortaliças, e estende ramos tão grandes, que os pássaros do céu podem abrigar-se à sua sombra”.

33Jesus anunciava a Palavra usando muitas parábolas como estas, conforme eles podiam compreender. 34E só lhes falava por meio de parábolas, mas, quando estava sozinho com os discípulos, explicava tudo.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Leia mais:  Evangelho do Dia - Quinta-feira, 28ª Semana do Tempo Comum, 14/10/2021

Reflexão da Liturgia Diária

Por outro lado, deve-se dizer que uma boa árvore dá bons frutos. Este deve ser o nosso objetivo. Ao dizer que “uma árvore boa não dá frutos podres”, Jesus está nos ensinando o efeito sobrenatural de viver uma vida santa. Quando vivemos uma vida fundamentada em Cristo, o efeito será que bons frutos nascem de nossas vidas. Este é um princípio espiritual importante para entender.

Felizmente, todos nós queremos viver uma vida boa. Todos nós queremos fazer a diferença em nosso mundo e na vida dos outros para o bem. Mas a pergunta fundamental a ser feita é como fazemos isso? A resposta é que não se trata tanto de escolher as boas ações que fazemos; antes, em um nível mais básico e fundamental, devemos escolher viver uma vida fundamentada em Cristo, tornando-nos assim uma “árvore boa”.

Se você quer dar bons frutos e fazer uma diferença santa e positiva no mundo, então você precisa fazer uma coisa primordial. Trabalhe para se tornar santo. Para usar a imagem que Jesus dá, veja-se como uma árvore plantada no chão. Veja suas raízes se estendendo por toda parte. Veja-se sendo nutrido e se aquecendo ao sol. E veja-se crescendo e florescendo.

Esta é a vida da graça e o efeito é que os bons frutos brotam automaticamente. A vida de graça é alcançada concentrando-se em sua própria saúde e bem-estar espiritual. Você se torna essa “árvore boa” fazendo bem o básico. Primeiro, ore, ore bem e ore muito. Deixe sua vida ser centrada na oração. Em segundo lugar, aprenda a sua fé. Ouça os Evangelhos, aprenda tudo o que Deus revelou através da Igreja, leia os ensinamentos dos santos e aprenda com outras pessoas santas. Terceiro, viva uma boa vida sacramental. Vá à Missa, celebre o Sacramento da Reconciliação, compreenda a graça do seu Batismo, Confirmação, Matrimônio, Ordenação, etc. Saiba que os Sacramentos o nutrem de maneira poderosa e abrace esse alimento com todo o seu coração.

Leia mais:  Liturgia Diária - sábado, 17/10/2020

Reflita, hoje, sobre a importante missão que lhe foi dada para ir adiante e produzir uma abundância de bons frutos em nosso mundo. Esta missão só pode ser cumprida como resultado de uma vida de santidade. Essa santidade só se realiza quando suas raízes estão firmemente enraizadas na vida da graça. Abrace esta vida de graça através dos muitos meios que Deus colocou diante de você, e saiba que o compromisso que você faz com a santidade trará saúde não apenas para sua própria alma, mas também para as almas daqueles a quem Deus tocará através de você.

Oração do Dia

Senhor, eu te amo e entrego minha vida a Ti. Rogo para que eu possa ser plantado no solo fértil de Seu abundante amor e misericórdia. Ajude-me a ser nutrido pela vida de graça que você me concedeu e, à medida que cresço em santidade, produza abundância de bons frutos em minha vida. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Publicado por: Mundo dos Católicos

Artigos relacionados

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (16/05)

Liturgia Diária – 5º Domingo da Páscoa (15/05)

Liturgia Diária – São Matias, Apóstolo – Festa, Sábado (14/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (13/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (12/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (11/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Terça-feira (10/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (09/05)

Liturgia Diária – 4º Domingo da Páscoa (08/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sábado (07/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (06/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (05/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (04/05)

Liturgia Diária – São Felipe e São Tiago, Apóstolos – Festa, Terça-feira (03/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (02/05)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.