Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Sexta-feira (14/06/2024)

Reflexão do Evangelho do Dia

Liturgia Diária de Sexta-feira, 14 de junho de 2024.

Receba diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Reflexão do Evangelho do Dia com Homilia Diária e Oração. Leia agora a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (1Rs 19,9a.11-16)

Leitura do Primeiro Livro dos Reis

Naqueles dias, ao chegar a Horeb, o monte de Deus, 9a o profeta Elias entrou numa gruta, onde passou a noite. E eis que a palavra do Senhor lhe foi dirigida nestes termos: 11 “Sai e permanece sobre o monte diante do Senhor, porque o Senhor vai passar”. Antes do Senhor, porém, veio um vento impetuoso e forte, que desfazia as montanhas e quebrava os rochedos. Mas o Senhor não estava no vento. Depois do vento houve um terremoto. Mas o Senhor não estava no terremoto. 12 Passado o terremoto, veio um fogo. Mas o Senhor não estava no fogo. E depois do fogo ouviu-se um murmúrio de uma leve brisa. 13 Ouvindo isto, Elias cobriu o rosto com o manto, saiu e pôs-se à entrada da gruta. Ouviu, então, uma voz que dizia: “Que fazes aqui, Elias?” 14 Ele respondeu: “Estou ardendo de zelo pelo Senhor, Deus Todo-poderoso, porque os filhos de Israel abandonaram tua aliança, demoliram teus altares e mataram à espada teus profetas. Só eu escapei. Mas, agora, também querem matar-me”.

15 O Senhor disse-lhe: “Vai e toma o teu caminho de volta, na direção do deserto de Damasco. Chegando lá, ungirás Hazael como rei da Síria. 16 Unge também a Jeú, filho de Namsi, como rei de Israel, e a Eliseu, filho de Safat, de Abel-Meula, como profeta em teu lugar”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 26 (27)

— Senhor, é vossa face que eu procuro!

— Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo, atendei por compaixão! Meu coração fala convosco confiante, é vossa face que eu procuro.

— Não afasteis em vossa ira o vosso servo, sois vós o meu auxílio! Não me esqueçais nem me deixeis abandonado, meu Deus e Salvador!

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sábado (20/07/2024)

— Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 5,27-32)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Como astros no mundo brilheis, regando a Palavra da vida! (Fl 2,15d.16a)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 27 “Ouvistes o que foi dito: ‘Não cometerás adultério’. 28 Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher, com o desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração. 29 Se o teu olho direito é para ti ocasião de pecado, arranca-o e joga-o para longe de ti! De fato, é melhor perder um de teus membros, do que todo o teu corpo ser jogado no inferno. 30 Se a tua mão direita é para ti ocasião de pecado, corta-a e joga-a para longe de ti! De fato, é melhor perder um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno.

31 Foi dito também: ‘Quem se divorciar de sua mulher, dê-lhe uma certidão de divórcio’. 32 Eu, porém, vos digo: Todo aquele que se divorcia de sua mulher, a não ser por motivo de união irregular, faz com que ela se torne adúltera; e quem se casa com a mulher divorciada comete adultério”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Essa imagem de arrancar seu olho e cortar sua mão tem claramente o objetivo de chamar nossa atenção. Embora possamos ter certeza de que Jesus não está realmente sugerindo que mutilemos nossos corpos, não devemos hesitar em ponderar essas imagens em espírito de oração para compreender as verdades que Jesus está falando.

Santo Agostinho, ao refletir sobre esta passagem, afirma: “Pelos olhos devemos compreender o nosso amigo mais querido…” Agostinho salienta ainda que Jesus menciona especificamente o “olho direito” como forma de denotar aquelas amizades que têm um “grau superior de afeto” (Sermão em Mont. i. 13.). Assim, embora a amizade – especialmente a amizade muito próxima – seja uma dádiva, às vezes aqueles que nos são próximos podem tornar-se uma fonte de pecado ou uma ocasião de pecado. Nesse caso, eles não são amigos de verdade, e talvez seja melhor limitar ou até mesmo encerrar esse relacionamento, em vez de permitir que ele nos leve ao pecado.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

Pense nas pessoas da sua vida. Embora devamos amar todas as pessoas com o amor de Deus, a amizade é mais do que amor. A amizade estabelece um vínculo especial com outra pessoa e abre você para a presença e influência dela em sua vida. Ao estabelecer uma amizade, você permite ao outro uma certa influência em sua vida. Quando essa influência é boa, a amizade produz muitos frutos bons. Mas quando essa influência é má, então essa amizade se torna um perigo para o bem da sua alma. Nesse caso, pode ser necessário arrancá-lo ou cortá-lo para que você não seja arrastado para um pecado grave ou mesmo para a ocasião do pecado.

Quando um amigo em sua vida se torna uma ocasião de pecado para você, seu amor por ele deve permanecer, mas também deve mudar. O amor, neste caso, pode assumir a forma de uma repreensão amorosa, de um afastamento do seu próprio coração ou de uma limitação das suas interações. Mas isso é amor. Por analogia, quando uma pessoa peca contra Deus, o seu relacionamento com Deus também muda. Deus retira Sua amizade. Ele está menos presente para a pessoa, e a sua comunhão interna diminui ou até termina quando o pecado é grave. Isto não é falta de amor da parte de Deus; é simplesmente o efeito do pecado. Assim também nas nossas relações com o outro, quando a graça de Deus não é dada e recebida mutuamente entre duas pessoas, então a amizade no sentido mais verdadeiro não é possível. A verdadeira amizade está sempre centrada na graça de Deus e dela depende. Portanto, quando Deus é excluído de um relacionamento, esse relacionamento deve mudar de uma verdadeira amizade para um relacionamento que imite o amor de Deus por um pecador. A misericórdia, a compaixão e o perdão devem ser oferecidos continuamente, mas a comunhão interior e a unidade terminarão. Mas isso é amor.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sexta-feira (19/07/2024)

Reflita hoje sobre aqueles em sua vida a quem Deus lhe deu para amar. Primeiro, reflita sobre os relacionamentos que têm Deus no centro. Esses relacionamentos se tornarão verdadeiras amizades e produzirão muitos bons frutos em sua vida. Alegre-se com essas amizades e dê graças a Deus por elas. Segundo, reflita sobre qualquer relacionamento que não dê bons frutos. Ao fazer isso, considere em espírito de oração como você aborda esse relacionamento. Você tenta manter uma “amizade” mesmo que Deus não seja capaz de ser o centro desse relacionamento? Se sim, pondere como Deus está chamando você para mudar esse relacionamento, para que ele reflita mais plenamente o amor que Deus tem por você e por aquela outra pessoa em sua vida.

Oração do Dia

Meu Senhor e verdadeiro amigo, agradeço-te por me amares com um amor perfeito. Oro para que eu esteja sempre aberto a esse amor, para que minha unidade com Ti seja cada vez mais profunda. Oro também para ser um instrumento do Seu amor para os outros. Por favor, dê-me a graça de amar a todos em minha vida da maneira que você os ama, nada menos e nada mais. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, é comum que nas missas o padre faça a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura. Esta homilia é feita em geral por livre interpretação do celebrante.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.