Liturgia Diária (30 de março de 2020)

Liturgia diária de segunda-feira, 30 de março de 2020.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo do dia.

A liturgia diária

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A liturgia diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A liturgia diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que magnifica: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

A Liturgia Diária na Igreja Católica

Liturgia Diária

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, or volta de XVI.

A liturgia diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A liturgia diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Liturgia Diária com Reflexão

Além da liturgia diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do evangelho do dia. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

A História da Liturgia Diária

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Leia mais:  Evangelho do Dia – Sexta-feira, 27ª Semana do Tempo Comum, 08/10/2021

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

Reflexão

Essa passagem vem da história da mulher apanhada em adultério quando é arrastada diante de Jesus para ver se Ele apoiaria seu apedrejamento. Sua resposta é perfeita e, no final, ela é deixada sozinha para encontrar a terna misericórdia de Jesus.

Mas há uma linha nesta passagem que é facilmente ignorada. É a linha que afirma: “… começando pelos mais velhos”. Isso revela uma dinâmica interessante dentro das comunidades humanas. De um modo geral, aqueles que são mais jovens tendem a não ter a sabedoria e a experiência que acompanham a idade. Embora os jovens possam achar difícil admitir, aqueles que viveram uma vida longa têm uma imagem única e ampla da vida. Isso lhes permite ser muito mais prudentes em suas decisões e julgamentos, especialmente quando se trata de situações mais intensas da vida.

Nesta história, a mulher é levada diante de Jesus com um julgamento severo. As emoções são altas e essas emoções claramente obscurecem o pensamento racional daqueles que estão prontos para apedrejá-la. Jesus atravessa essa irracionalidade com uma declaração profunda. “Quem entre vós, que está sem pecado, seja o primeiro a atirar uma pedra nela.” Talvez, a princípio, aqueles que eram mais jovens ou mais emocionais não permitissem que as palavras de Jesus fossem absorvidas. Eles provavelmente estavam ali com pedras na mão esperando para começar a jogar. Mas então os anciãos começaram a se afastar. Isso é idade e sabedoria no trabalho. Eles eram menos controlados pela emoção da situação e estavam imediatamente cientes da sabedoria das palavras ditas por nosso Senhor. Como resultado, os outros o seguiram.

Leia mais:  Evangelho do Dia – Quarta-feira, 34ª Semana do Tempo Comum, 24/11/2021

Reflita hoje sobre a sabedoria que vem com a idade. Se for mais velho, reflita sobre sua responsabilidade de ajudar a guiar a geração mais jovem com clareza, firmeza e amor. Se você é mais jovem, não deixe de confiar na sabedoria da geração mais velha. Embora a idade não seja uma garantia perfeita de sabedoria, pode ser um fator muito mais significativo do que você imagina. Esteja aberto aos mais velhos, mostre-lhes respeito e aprenda com as experiências que tiveram na vida.

Oração pelos jovens: Senhor, dê-me um verdadeiro respeito pelos meus anciãos. Agradeço a sua sabedoria decorrente das muitas experiências que tiveram na vida. Que eu esteja aberto a seus conselhos e seja guiado por suas mãos gentis. Jesus eu confio em vós.

Oração pelo ancião: Senhor, obrigado pela minha vida e pelas muitas experiências que tive. Agradeço-lhe por me ensinar através de minhas dificuldades e lutas, e agradeço pelas alegrias e amores que encontrei na vida. Continue a derramar Sua sabedoria sobre mim, para que eu possa ajudar a guiar Seus filhos. Que eu sempre busque dar um bom exemplo e conduzi-los de acordo com o seu coração. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária na Missa

A liturgia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A liturgia diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Leia mais:  Evangelho do Dia – Quarta-feira, 31ª Semana do Tempo Comum, 03/11/2021

Utilizada nas missas, a liturgia também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a liturgia diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a liturgia diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

A Liturgia nos dias de hoje

A Liturgia diária é vista por muitos como sendo um rito que trás uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Publicado por: Mundo dos Católicos

Artigos relacionados

Liturgia Diária – 3ª Semana Comum, Segunda-feira (24/01)

Liturgia Diária – 3º Domingo do Tempo Comum (23/01)

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Sábado (22/01)

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Sexta-feira (21/01) – Santa Inês

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Quinta-feira (20/01) – São Sebastião

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Quarta-feira (19/01)

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Terça-feira (18/01)

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Segunda-feira (17/01)

Liturgia Diária – 2º Domingo do Tempo Comum (16/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Sábado (15/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Sexta-feira (14/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Quinta-feira (13/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Quarta-feira (12/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Terça-feira (11/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Segunda-feira (10/01)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.