Liturgia Diária – Memória de São Barnabé Apóstolo, Terça-feira (11/06/2024)

Homilia de Hoje

Liturgia Diária de Terça-feira, 11 de junho de 2024.

Leia a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho e Oração do dia. Receba a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 11,21b-26.13,1-3)

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, 11,21b Muitas pessoas acreditaram no Evangelho e se converteram ao Senhor. 22 A notícia chegou aos ouvidos da Igreja que estava em Jerusalém. Então enviaram Barnabé até Antioquia. 23 Quando Barnabé chegou e viu a graça que Deus havia concedido, ficou muito alegre e exortou a todos para que permanecessem fiéis ao Senhor, com firmeza de coração. 24 É que ele era um homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé. E uma grande multidão aderiu ao Senhor.

25 Então Barnabé partiu para Tarso, à procura de Saulo. 26 Tendo encontrado Saulo, levou-o a Antioquia. Passaram um ano inteiro trabalhando juntos naquela Igreja, e instruíram uma numerosa multidão. Em Antioquia os discípulos foram, pela primeira vez, chamados com o nome de cristãos.

13,1 Na igreja de Antioquia, havia profetas e doutores. Eram eles: Barnabé, Simeão, chamado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, que fora criado junto com Herodes, e Saulo. 2 Um dia, enquanto celebravam a liturgia, em honra do Senhor, e jejuavam, o Espírito Santo disse: “Separai para mim Barnabé e Saulo, a fim de fazerem o trabalho para o qual eu os chamei”. 3 Então eles jejuaram e rezaram, impuseram as mãos sobre Barnabé e Saulo, e deixaram-nos partir.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 97 (98)

— O Senhor fez conhecer seu poder salvador, e às nações sua justiça.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

— O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel

—Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

— Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa e da cítara suave! Aclamai, com os clarins e as trombetas, ao Senhor, o nosso Rei!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 10,7-13)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Ide ao mundo e ensinai a todas as noções! Eis que eu estou convosco até o fim do mundo! (Mt 28,19a.20b)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:7 “Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’. 8 Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar! 9 Não leveis ouro nem prata nem dinheiro nos vossos cintos; 10 nem sacola para o caminho, nem duas túnicas nem sandálias nem bastão, porque o operário tem direito ao seu sustento.

11 Em qualquer cidade ou povoado onde entrardes, informai-vos para saber quem ali seja digno. Hospedai-vos com ele até a vossa partida. 12 Ao entrardes numa casa, saudai-a. 13 Se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; se ela não for digna, volte para vós a vossa paz”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Todo cristão tem dois deveres principais na vida. Primeiro, devemos lutar pela santidade pessoal. E segundo, devemos trabalhar para ajudar outros a alcançar este mesmo grau de santidade. Isto é o que significa ser o “sal da terra” e a “luz do mundo”.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sábado (20/07/2024)

Considere o sal. O sal é um conservante e também acrescenta sabor aos alimentos. Fá-lo entrando na comida e, de certa forma, desaparecendo. Então deve ser conosco. Primeiro, nosso Senhor deve entrar em nossas vidas e nos preservar da corrupção do pecado. Mas ao fazer isso, Ele também revelará a nossa bondade de uma forma que o “sabor” da santidade seja evidente para os outros. Desta forma, seremos usados ​​como sal para os outros. Isto é feito especialmente por nossas obras de caridade.

Santa Teresinha de Lisieux disse em sua autobiografia: “Vejo agora que a verdadeira caridade consiste em suportar as faltas daqueles que nos rodeiam, nunca nos surpreendendo com suas fraquezas, mas edificados ao menor sinal de sua virtude”. Ela acreditava que esta era especialmente a forma como agíamos como sal e luz para os outros. Ajudamos a preservar os outros do pecado sendo misericordiosos com eles quando estão fracos. Enriquecemos suas vidas vendo sua bondade e nos regozijando com ela. E fazemos isso de forma oculta. Pela nossa gentileza e compaixão, pela nossa bondade e misericórdia, preservamos os outros e os ajudamos a crescer na abundante graça de Deus. E fazemos isso, muitas vezes, sem que eles percebam como Deus nos usou.

Considere, também, a luz. O mundo em que vivemos é muitas vezes bastante sombrio e desesperador. Há corrupção ao nosso redor e as tentações abundam. Assim, a luz de Cristo deve ser manifestada em toda parte. Todos que nos rodeiam precisam ver claramente o caminho para a santidade e a felicidade. Novamente, isso é possível se primeiro trabalharmos para nos tornarmos a própria luz. Cristo, a verdadeira Luz do Mundo, deve permear de tal forma as nossas vidas que achamos quase automático brilhar intensamente num mundo caído. Quando Cristo estiver vivo em nós, irradiaremos alegria e paz, calma e convicção, bondade moral e determinação. E quando vivermos assim, não teremos que “impor” o Evangelho aos outros; antes, a luz de Deus simplesmente brilhará e será um farol de esperança para aqueles que vierem à nossa presença.

Leia mais:  Liturgia Diária – Santa Maria Madalena, Segunda-feira (22/07/2024)

Reflita hoje sobre essas duas missões de vida. Primeiro, pondere sobre seu chamado à santidade. Como Deus deseja trazer luz à sua vida, preservá-lo de todo pecado e adicionar sabor espiritual para uma vida santa? Segundo, quem Deus quer que você ame com Seu amor? Quem precisa de esperança e alegria, misericórdia e bondade, palavras de sabedoria e encorajamento? Seja santo e então permita que essa santidade brilhe para os outros e você realmente será o sal da terra e a luz do mundo.

Oração do Dia

Meu Jesus, a verdadeira Luz do Mundo, por favor, brilhe intensamente em minha vida para que eu veja com clareza e seja preservado das trevas do pecado. Ao me encher com Sua luz, por favor, use-me como um instrumento de Seu amor e misericórdia para um mundo cheio de caos e confusão. Dissipe as trevas, querido Senhor, e use-me como Seu instrumento, como quiser. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo um rito que traz uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.