Liturgia Diária – Quarta-feira da Semana Santa (13/04)

Liturgia Diária de quarta-feira da Semana Santa, 13 de abril de 2022.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Salmo do dia e a Reflexão do Evangelho de Hoje com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Is 50,4-9a)

Leitura do Livro do Profeta Isaías.

4O Senhor Deus deu-me língua adestrada, para que eu saiba dizer palavras de conforto à pessoa abatida; ele me desperta cada manhã e me excita o ouvido, para prestar atenção como um discípulo.

5O Senhor abriu-me os ouvidos; não lhe resisti nem voltei atrás. 6Ofereci as costas para me baterem e as faces para me arrancarem a barba: não desviei o rosto de bofetões e cusparadas. 7Mas o Senhor Deus é o meu Auxiliador, por isso não me deixei abater o ânimo, conservei o rosto impassível como pedra, porque sei que não sairei humilhado. 8A meu lado está quem me justifica; alguém me fará objeções? Vejamos. Quem é meu adversário? Aproxime-se. 9aSim, o Senhor Deus é meu Auxiliador; quem é que me vai condenar?

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 68)

— Respondei-me pelo vosso imenso amor, neste tempo favorável, Senhor Deus.

— Por vossa causa é que sofri tantos insultos, e o meu rosto se cobriu de confusão; eu me tornei como um estranho a meus irmãos, como estrangeiro para os filhos de minha mãe. Pois meu zelo e meu amor por vossa casa me devoram com fogo abrasador: e os insultos de infiéis que vos ultrajam recaíram todos eles sobre mim!

— O insulto me partiu o coração; eu esperei que alguém, de mim tivesse pena; procurei quem me aliviasse e não achei! Deram-me fel como se fosse um alimento, em minha sede ofereceram-me vinagre!

— Cantando eu louvarei o vosso nome e agradecido exultarei de alegria! Humildes, vede isto e alegrai-vos: o vosso coração reviverá, se procurardes o Senhor continuamente! Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres, e não despreza o clamor de seus cativos.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 26,14-25)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14um dos doze discípulos, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os sumos sacerdotes 15e disse: “Que me dareis se vos entregar Jesus?” Combinaram, então, trinta moedas de prata. 16E daí em diante, Judas procurava uma oportunidade para entregar Jesus.

17No primeiro dia da festa dos Ázimos, os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Onde queres que façamos os preparativos para comer a Páscoa?” 18Jesus respondeu: “Ide à cidade, procurai certo homem e dizei-lhe: ‘O Mestre manda dizer: o meu tempo está próximo, vou celebrar a Páscoa em tua casa, junto com meus discípulos’”.

19Os discípulos fizeram como Jesus mandou e prepararam a Páscoa. 20Ao cair da tarde, Jesus pôs-se à mesa com os doze discípulos. 21Enquanto comiam, Jesus disse: “Em verdade eu vos digo, um de vós vai me trair”. 22Eles ficaram muito tristes e, um por um, começaram a lhe perguntar: “Senhor, será que sou eu?”23Jesus respondeu: “Quem vai me trair é aquele que comigo põe a mão no prato. 24O Filho do Homem vai morrer, conforme diz a Escritura a respeito dele. Contudo, ai daquele que trair o Filho do Homem! Seria melhor que nunca tivesse nascido!” 25Então Judas, o traidor, perguntou: “Mestre, serei eu?” Jesus lhe respondeu: “Tu o dizes”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Leia mais:  Liturgia Diária - sábado, 26/09/2020

Reflexão da Liturgia Diária

Judas estava em negação? Ele realmente achava que não era ele quem iria trair Jesus? Não sabemos ao certo o que se passava na mente de Judas, mas uma coisa é clara: ele traiu Jesus. E parece por suas palavras que ele não viu seu ato como uma traição e, portanto, estava em profunda negação.

A negação, se escrita como um acrônimo, significa que eu “nem sei que estou mentindo”. Talvez Judas estivesse tão imerso em seu próprio pecado que não pudesse nem admitir para si mesmo, muito menos para os outros, que estava mentindo e se preparando para trair Jesus por dinheiro. Este é um pensamento assustador.

É assustador porque revela um dos efeitos do pecado persistente. O pecado persistente torna o pecado mais fácil. E, eventualmente, quando alguém persiste no mesmo pecado, esse pecado é facilmente racionalizado, justificado e negado completamente como pecado. Quando alguém fica preso nessa espiral descendente de pecado persistente, é difícil sair. E muitas vezes a única maneira de sobreviver à tensão psicológica, é permanecer em negação.

Esta é uma lição importante para nós nesta Semana Santa. O pecado nunca é divertido de se ver e exige muita coragem para fazê-lo. Mas imagine se Judas realmente confessasse o que estava prestes a fazer. Imagine se ele desmoronasse na frente de Jesus e dos outros apóstolos e lhes contasse toda a verdade. Talvez aquele ato de honestidade tivesse salvado sua vida e sua alma eterna. Teria sido doloroso e humilhante para ele fazer isso, mas teria sido a coisa certa a fazer.

O mesmo é verdade com você. Talvez você não esteja em um ponto em que seu pecado o esteja levando à traição total de Jesus, mas todos podem encontrar algum padrão de pecado em suas vidas nesta Semana Santa. Você deve procurar descobrir, com a ajuda de Deus, algum padrão ou hábito que formou. Que grande descoberta seria se você pudesse enfrentar esse pecado com honestidade e coragem. Isso o capacitaria a se livrar de qualquer negação em relação ao seu pecado e o capacitaria a vencê-lo para descobrir a liberdade que Deus quer que você experimente!

Leia mais:  Evangelho do Dia - Terça-feira, 24ª Semana do Tempo Comum, Exaltação da Santa Cruz, 14/09/2021

Reflita, hoje, sobre Judas dizendo a Jesus: “Certamente não sou eu, rabino?” Esta triste declaração de deve ter ferido profundamente o Coração de nosso Senhor ao testemunhar a negação de Judas. Também reflete sobre as muitas vezes que você nega seu pecado, deixando de ser sincero de repente. Faça desta Semana Santa um tempo de honestidade e integridade. A misericórdia do Senhor é tão profunda e pura que, se você a entendesse, não precisaria permanecer em nenhuma forma de negação de seus pecados.

Oração do Dia

Meu compassivo Senhor, ajude-me nesta Semana Santa a ter a coragem que preciso para enfrentar meu pecado e minha fraqueza. Eu sou um pecador, querido Senhor, mas pode ser muito difícil para mim admitir isso. Que eu possa confiar meu pecado a Ti para que eu seja liberto e receba, em seu lugar, Tua abundante misericórdia. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Publicado por: Mundo dos Católicos

Artigos relacionados

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (16/05)

Liturgia Diária – 5º Domingo da Páscoa (15/05)

Liturgia Diária – São Matias, Apóstolo – Festa, Sábado (14/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (13/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (12/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (11/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Terça-feira (10/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (09/05)

Liturgia Diária – 4º Domingo da Páscoa (08/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sábado (07/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (06/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (05/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (04/05)

Liturgia Diária – São Felipe e São Tiago, Apóstolos – Festa, Terça-feira (03/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (02/05)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.