Liturgia Diária – 13ª Semana do Tempo Comum, Quinta-feira (04/07/2024)

Evangelho de Hoje

Liturgia Diária de Quinta-feira, 4 de julho de 2024.

Confira diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho de Hoje e Oração do Dia. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Am 7,10-17)

Leitura da Profecia de Amós

Naqueles dias, 10 Amasias, sacerdote de Betel, mandou dizer a Jeroboão, rei de Israel: “Amós conspira contra ti, dentro da própria casa de Israel; o país não consegue evitar que se espalhem todas as suas palavras. 11 Ele anda dizendo: “Jeroboão morrerá pela espada, e Israel será deportado de sua pátria, como escravo'”. 12 Disse depois Amasias a Amós: “Vidente, sai e procura refúgio em Judá, onde possas ganhar teu pão e exercer a profecia; 13 mas em Betel não deverás insistir em profetizar, porque aí fica o santuário do rei e a corte do reino”. 14 Respondeu Amós a Amasias, dizendo: “Não sou profeta nem sou filho de profeta; sou pastor de gado e cultivo sicômoros. 15 O Senhor chamou-me, quando eu tangia o rebanho, e o Senhor me disse: ‘Vai profetizar para Israel, meu povo'”. 16 E agora ouve a palavra do Senhor. “Tu dizes: ‘Não profetizes contra Israel e não insinues palavras contra a casa de Isaac’. 17 Pois bem, isto diz o Senhor: ‘Tua mulher se prostituirá na cidade, teus filhos e filhas morrerão pela espada, tuas terras serão tomadas e loteadas; tu mesmo morrerás em terra poluída, e Israel será levado em cativeiro para longe de seu país'”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 18 (19)

— Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.

— A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes.

— Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz.

— É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sexta-feira (19/07/2024)

— Mais desejáveis do que o ouro são eles, do que o ouro refinado. Suas palavras são mais doces que o mel, que o mel que sai dos favos.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 9,1-8)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Em Cristo, Deus reconciliou consigo mesmo a humanidade; e a nós ele entregou essa reconciliação.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1 entrando em um barco, Jesus atravessou para a outra margem do lago e foi para a sua cidade. 2 Apresentaram-lhe, então, um paralítico deitado numa cama. Vendo a fé que eles tinham, Jesus disse ao paralítico: “Coragem, filho, os teus pecados estão perdoados!” 3 Então alguns mestres da Lei pensaram: “Esse homem está blasfemando!” 4 Mas Jesus, conhecendo os pensamentos deles, disse: “Por que tendes esses maus pensamentos em vossos corações? 5 O que é mais fácil, dizer: ‘Os teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘Levanta-te e anda’? 6 Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder para perdoar pecados, – disse, então, ao paralítico – “Levanta-te, pega a tua cama e vai para a tua casa”. 7 O paralítico então se levantou, e foi para a sua casa. 8 Vendo isso, a multidão ficou com medo e glorificou a Deus, por ter dado tal poder aos homens.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Pouco antes desta passagem, Jesus expulsou demônios de dois homens da cidade dos gadarenos. Depois, os habitantes da cidade lhe disseram para deixar a cidade, então Jesus partiu de barco e chegou a Cafarnaum, onde Ele morava depois de deixar Nazaré. Este encontro com um paralítico numa maca é o que O esperava quando desembarcou do barco.

Lembre-se de que quando Jesus retornou a Nazaré, onde cresceu, Ele não foi capaz de realizar nenhum milagre ali por causa da falta de fé deles. A familiaridade com Ele os tentou a não acreditar que Ele era alguém especial. Mas agora, em Sua nova cidade, para onde Ele havia se mudado recentemente, Jesus foi capaz de realizar milagres poderosos porque as pessoas manifestaram fé.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

Na passagem acima, tente entrar em cena. Jesus acabou de ser rejeitado pelos gadarenos, veio de barco para Cafarnaum, desembarcou e foi imediatamente recebido por um grupo de pessoas que claramente o esperavam. Tente imaginar as conversas deles enquanto Jesus estava do outro lado do lago. Eles sabiam que Ele voltaria para Sua nova casa, prepararam uma maca para o paralítico e então esperaram, torceram e oraram para que Jesus viesse e curasse o homem. Também está claro que Jesus pôde sentir imediatamente a fé deles e ficou profundamente tocado por ela. Uma das partes mais importantes desta passagem é que Jesus não disse simplesmente “Sim” à cura física e deixou por isso mesmo. Em vez disso, a Sua resposta ao paralítico foi primeiro perdoar os seus pecados. Há uma lição importante para aprendermos com isso, que nos ajudará a saber a melhor forma de orar.

Muitas vezes, quando oramos, oramos por este ou aquele favor de nosso Senhor. Oramos por aquilo que queremos que Jesus nos conceda. Mas esta história nos mostra que o que Jesus quer para nós é diferente. Primeiro, Ele quer nos conceder perdão pelos nossos pecados. Esta é a Sua prioridade e também deve ser a nossa. Uma vez que o perdão dos pecados ocorre com este paralítico, Jesus também cura, como prova do Seu poder de perdoar pecados. Esta história deve ajudar-nos a ordenar as nossas prioridades na oração de acordo com as prioridades de Jesus. Se fizermos da tristeza pelo pecado a nossa primeira prioridade, podemos ter certeza de que Jesus nos responderá. A partir daí, Jesus conhece todas as nossas necessidades. Podemos apresentá-los a Ele, mas somente quando estivermos reconciliados com Ele em nosso próprio coração.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sábado (20/07/2024)

Reflita hoje sobre a maneira como você ora todos os dias. Procure entender a importância de fazer um exame diário dos seus pecados. Esta deve tornar-se a primeira e mais importante parte da sua oração diária. Embora muitas pessoas não gostem de olhar para o pecado, é muito mais fácil fazer isso quando o foco não é tanto o pecado, mas sim a misericórdia do perdão e da cura espiritual que você precisa. Quanto mais consciente você se tornar do seu pecado diário, mais misericórdia receberá. E quanto mais misericórdia você receber pelo perdão dos seus pecados, mais nosso Senhor poderá abençoá-lo abundantemente de outras maneiras. Sempre comece com a misericórdia de nosso Senhor e com sua própria necessidade dessa misericórdia todos os dias, e todo o resto será cuidado por nosso Senhor.

Oração do Dia

Meu misericordioso Senhor, você deseja que a reconciliação comigo, no mais íntimo do meu coração, seja minha prioridade diária na oração. Você deseja perdoar e me curar para que eu me aproxime mais de Ti. Por favor, perdoe-me pelos meus pecados, querido Senhor, e ajude-me a ficar mais atento às maneiras como peco contra Ti e contra os outros todos os dias. Agradecemos antecipadamente por esta graça salvadora e misericórdia. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.