Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 14ª Semana do Tempo Comum, Quinta-feira (07/07/2022)

Liturgia Diária da 14ª Semana do Tempo Comum, Quinta-feira, 7 de julho de 2022.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia com Homilia Diária para refletir. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (Oseias 11,1-4.8-9)

Leitura da profecia de Oseias.

Assim fala o Senhor: 11 1 “Israel era ainda criança, e já eu o amava, e do Egito chamei meu filho.

2 Mas, quanto mais os chamei, mais se afastaram; ofereceram sacrifícios aos Baal e queimaram ofertas aos ídolos.

3 Eu, entretanto, ensinava Efraim a andar, tomava-o nos meus braços, mas não compreenderam que eu cuidava deles.

4 Segurava-os com laços humanos, com laços de amor; fui para eles como o que tira da boca uma rédea, e lhes dei alimento.

8 Como poderia eu abandonar-te, ó Efraim, ou trair-te, ó Israel? Como poderia eu tratar-te como Adama, ou tornar-te como Seboim? Meu coração se revolve dentro de mim, eu me comovo de dó e compaixão.

9 Não darei curso ao ardor de minha cólera, já não destruirei Efraim, porque sou Deus e não um homem, sou o Santo no meio de ti, e não gosto de destruir”.

Palavra do Senhor.

Salmo

Salmo Responsorial 79/80

Sobre nós iluminai a vossa face e, então, seremos salvos, ó Senhor!

Leia mais:  Liturgia Diária – 12ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (21/06/2022)

– Ó pastor de Israel, prestai ouvidos.

Vós, que sobre os querubins vos assentais,

Despertai vosso poder, ó nosso Deus,

E vinde logo nos trazer a salvação!

– Voltai-vos para nós, Deus do universo!

Olhai dos altos céus e observai.

Visitai a vossa vinha e protegei-a!

Foi a vossa mão direita que a plantou;

Protegei-a, e ao rebento que firmastes!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mateus 10,7-15)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Convertei-vos e crede no Evangelho, pois o reino de Deus está chegando! (Mc 1,15).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 10 7 “Por onde andardes, anunciai que o Reino dos céus está próximo.

8 Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!

9 Não leveis nem ouro, nem prata, nem dinheiro em vossos cintos,

10 nem mochila para a viagem, nem duas túnicas, nem calçados, nem bastão; pois o operário merece o seu sustento.

11 Nas cidades ou aldeias onde entrardes, informai-vos se há alguém ali digno de vos receber; ficai ali até a vossa partida.

12 Entrando numa casa, saudai-a: ‘Paz a esta casa’.

13 Se aquela casa for digna, descerá sobre ela vossa paz; se, porém, não o for, vosso voto de paz retornará a vós.

14 Se não vos receberem e não ouvirem vossas palavras, quando sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi até mesmo o pó de vossos pés.

Leia mais:  Liturgia Diária - domingo, 07/02/2021

15 Em verdade vos digo: no dia do juízo haverá mais indulgência com Sodoma e Gomorra que com aquela cidade.

Palavra da Salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Qual é o preço do Evangelho? Podemos colocar um preço nisso? Curiosamente, devemos colocar dois preços nele. O primeiro preço é quanto deve nos custar para recebê-lo. O segundo preço é quanto “cobramos”, por assim dizer, para dar o Evangelho.

Então, quanto o Evangelho deve nos custar? A resposta é que é de valor infinito. Nós nunca poderíamos pagar monetariamente falando. O Evangelho não tem preço.

Agora, a quanto devemos “cobrar” para dar o Evangelho aos outros, a resposta é que é de graça. Não temos o direito de cobrar ou esperar nada para doar algo que não possuímos. A mensagem salvífica do Evangelho pertence a Cristo e Ele a oferece gratuitamente.

Vamos começar com a segunda metade da Escritura acima. “Sem custo você deve dar.” Isso nos diz que devemos oferecer o Evangelho aos outros gratuitamente. Mas esta ação de dar gratuitamente o Evangelho traz consigo uma espécie de exigência oculta. A doação do Evangelho exige que demos de nós mesmos. E isso significa que devemos dar de nós mesmos livremente. Qual é a justificativa para dar tudo de nós gratuitamente? A justificativa é que recebemos tudo “sem custo”.

O simples fato é que o Evangelho é um dom total gratuito para nós, que requer um dom total gratuito de nós mesmos para os outros. O Evangelho é uma pessoa, Jesus Cristo. E quando Ele vem e vive em nós livremente, devemos então nos tornar um presente total e gratuito para os outros.

Leia mais:  Liturgia Diária – Terça-feira (22/02) - Cátedra de São Pedro, Apóstolo. Festa

Reflita, hoje, tanto em sua total receptividade ao Evangelho quanto em sua total disposição de dar. Que sua compreensão e recepção deste glorioso dom de Deus o transforme em um presente para os outros.

Oração do Dia

Meu inestimável Senhor, que meu coração esteja totalmente aberto a Ti para que eu possa Te receber como o Evangelho Vivo. Ao receber-te, posso, por minha vez, dar-te aos outros na minha própria pessoa. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, é comum que nas missas o padre faça a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura. Esta homilia é feita em geral por livre interpretação do celebrante.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.