Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – São Bento Abade e Pai dos Monges, Segunda-feira (11/07/2022)

Liturgia Diária da 15ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira, 11 de julho de 2022.

Leia a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho e Salmo do dia. Receba a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (Isaías 1,10-17)

Leitura do livro do profeta Isaías.

10Ouvi a palavra do Senhor, magistrados de Sodoma, prestai ouvidos ao ensinamento do nosso Deus, povo de Gomorra. 11Que me importa a abundância de vossos sacrifícios? – diz o Senhor. Estou farto de holocaustos de carneiros e de gordura de animais cevados; do sangue de touros, de cordeiros e de bodes não me agrado. 12Quando entrais para vos apresentar diante de mim, quem vos pediu para pisardes os meus átrios? 13Não continueis a trazer oferendas vazias! O incenso é para mim uma abominação! Não suporto lua nova, sábado, convocação de assembleia: iniquidade com reunião solene! 14Vossas luas novas e vossas solenidades, eu as detesto! Elas são para mim um peso, estou cansado de suportá-las. 15Quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os meus olhos. Ainda que multipliqueis a oração, eu não ouço: vossas mãos estão cheias de sangue! 16Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! 17Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva.

Palavra do Senhor.

Salmo

A todo homem que procede retamente eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

– Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos;

não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos.

– Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha aliança em tua boca?

Tu, que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!

Leia mais:  Evangelho do Dia – Sábado, 19ª Semana do Tempo Comum, 14/08/2021

– Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti?

É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos.

– Quem me oferece um sacrifício de louvor, este, sim, é que honra de verdade. A todo homem que procede retamente eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mateus 10,34-11,1)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Felizes os que são perseguidos por causa da justiça do Senhor, porque o Reino dos céus há de ser deles! (Mt 5,10)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 34“Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer a paz, mas sim a espada. 35De fato, vim separar o filho de seu pai, a filha de sua mãe, a nora de sua sogra. 36E os inimigos do homem serão os seus próprios familiares. 37Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim. Quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim. 38Quem não toma a sua cruz e não me segue não é digno de mim. 39Quem procura conservar a sua vida vai perdê-la. E quem perde a sua vida por causa de mim vai encontrá-la. 40Quem vos recebe, a mim recebe; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou. 41Quem recebe um profeta, por ser profeta, receberá a recompensa de profeta. E quem recebe um justo, por ser justo, receberá a recompensa de justo. 42Quem der ainda que seja apenas um copo de água fresca a um desses pequeninos, por ser meu discípulo, em verdade vos digo, não perderá a sua recompensa”. 11,1Quando Jesus acabou de dar essas instruções aos doze discípulos, partiu daí a fim de ensinar e pregar nas cidades deles.

Leia mais:  Liturgia Diária – Quinta-feira da Oitava da Páscoa (21/04)

Palavra da salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Isso foi um erro de digitação? Jesus realmente disse isso? Esta é uma daquelas passagens que podem nos deixar um pouco perplexos e confusos. Mas Jesus faz isso o tempo todo, então não devemos nos surpreender. Então, o que Jesus quer dizer? Ele realmente quer trazer a “espada” e a divisão ao invés da paz?

É importante ao ler esta passagem que a leiamos à luz de tudo o que Jesus já ensinou. Devemos lê-lo à luz de todos os Seus ensinamentos sobre amor e misericórdia, perdão e unidade, etc. Mas com isso dito, sobre o que Jesus estava falando nesta passagem?

Em grande parte, Ele estava falando sobre um dos efeitos da Verdade. A Verdade do Evangelho tem o poder de nos unir profundamente a Deus quando a aceitamos plenamente como a Palavra da Verdade. Mas outro efeito é que nos separa daqueles que se recusam a se unir a Deus na Verdade. Não pretendemos isso e não devemos fazê-lo por nossa própria vontade ou intenção, mas deve-se entender que, ao mergulharmos na Verdade, também estamos nos colocando em desacordo com todos que podem estar em desacordo com Deus e Sua Verdade.

Nossa cultura hoje quer pregar o que chamamos de “relativismo”. Esta é uma ideia de que o que é bom e verdadeiro para mim pode não ser bom e verdadeiro para você, mas que, apesar de todos terem “verdades” diferentes, ainda podemos ser uma família feliz. Mas isso não é a Verdade!

A Verdade (com “V” maiúsculo) é que Deus estabeleceu o que é certo e o que é errado. Ele estabeleceu Sua lei moral sobre toda a humanidade e isso não pode ser desfeito. Ele também estabeleceu as verdades de nossa fé e essas não podem ser desfeitas. E essa lei é tão verdadeira para mim quanto para você ou qualquer outra pessoa.

Leia mais:  Evangelho do Dia - segunda-feira, 25/01/2021

Esta passagem acima nos oferece a séria realidade de que, rejeitando todas as formas de relativismo e mantendo a Verdade, também corremos o risco de divisão, mesmo com aqueles em nossas famílias. Isso é triste e isso dói. Jesus oferece esta passagem especialmente para nos fortalecer quando isso acontece. Se a divisão acontece como resultado do nosso pecado, vergonha para nós. Se isso acontece como resultado da Verdade (como oferecido em misericórdia), então devemos aceitá-lo como resultado do Evangelho. Jesus foi rejeitado e não devemos nos surpreender se isso acontecer conosco também.

Reflita, hoje, sobre o quanto você está pronto e disposto a aceitar a plena Verdade do Evangelho, não importa as consequências. A Verdade completa o libertará e também, às vezes, revelará a divisão presente entre você e aqueles que rejeitaram a Deus. Você deve orar pela unidade em Cristo, mas não estar disposto a fazer concessões para produzir uma falsa unidade.

Oração do Dia

Senhor da Verdade, dá-me a sabedoria e a coragem de que preciso para aceitar tudo o que Tu revelaste. Ajuda-me a amar-te acima de todas as coisas e a aceitar quaisquer que sejam as consequências de eu te seguir. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo um rito que traz uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.