Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 17ª Semana do Tempo Comum, Sábado (30/07/2022)

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 17ª Semana do Tempo Comum, Sábado, 30 de julho de 2022.

Receba diariamente a Liturgia Diária Católica em nosso site. Acompanhe o Evangelho comentado de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (Jeremias 26,11-16.24)

Leitura do livro do profeta Jeremias.

Naqueles dias, 26 11 os sacerdotes e os profetas clamaram aos oficiais e à multidão: “Este homem merece a morte porque profetizou contra esta cidade, como todos ouvistes com vossos próprios ouvidos”.

12 Jeremias, porém, retrucou aos oficiais e ao povo: “Foi o Senhor quem me deu o encargo de proferir contra este povo e esta cidade os oráculos que ouvistes.

13 Reformai, portanto, vossa vida e modo de agir, escutando a voz do Senhor, vosso Deus, a fim de que afaste de vós o mal de que vos ameaça.

14 Quanto a mim entrego-me nas vossas mãos. Fazei de mim o que quiserdes e que melhor se vos afigure.

15 Sabei, porém, que se me condenardes à morte, será de sangue inocente que maculareis esta cidade e seus habitantes; pois, na verdade, foi o Senhor quem me ordenou vos transmitisse estes oráculos”.

16 Disseram, então, os oficiais e a multidão aos sacerdotes e profetas: “Este homem não merece a morte! Foi em nome do Senhor, nosso Deus, que nos falou”.

24 Contudo, a influência de Aicã, filho de Safã, protegeu Jeremias, impedindo que fosse entregue ao povo e condenado à morte.

Palavra do Senhor.

Salmo

Salmo Responsorial 68/69

No tempo favorável, escutai-me, ó Senhor!

– Retirai-me deste lodo, pois me afundo!

Libertai-me, ó Senhor, dos que me odeiam

e salvai-me destas águas tão profundas!

Que as águas turbulentas não me arrastem,

Leia mais:  Evangelho do Dia – Segunda-feira, 15ª Semana do Tempo Comum, 12/07/2021

não me devorem violentos turbilhões

nem a cova feche a boca sobre mim!

– Pobre de mim, sou infeliz e sofredor!

Que vosso auxílio me levante, Senhor Deus!

Cantando, eu louvarei o vosso nome

e, agradecido, exultarei de alegria!

– Humildes, vede isto e alegrai-vos:

o vosso coração reviverá

se procurardes o Senhor continuamente!

Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres

e não despreza o clamor de seus cativos.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mateus 14,1-12)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Felizes os que são perseguidos por causa da justiça do Senhor, porque o reino dos céus há de ser deles! (Mt 5,10).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

14 1 Por aquela mesma época, o tetrarca Herodes ouviu falar de Jesus.

2 E disse aos seus cortesãos: “É João Batista que ressuscitou. É por isso que ele faz tantos milagres”.

3 Com efeito, Herodes havia mandado prender e acorrentar João, e o tinha mandado meter na prisão por causa de Herodíades, esposa de seu irmão Filipe.

4 João lhe tinha dito: “Não te é permitido tomá-la por mulher!”

5 De boa mente o mandaria matar; temia, porém, o povo que considerava João um profeta.

6 Mas, na festa de aniversário de nascimento de Herodes, a filha de Herodíades dançou no meio dos convidados e agradou a Herodes.

7 Por isso, ele prometeu com juramento dar-lhe tudo o que lhe pedisse.

8 Por instigação de sua mãe, ela respondeu: “Dá-me aqui, neste prato, a cabeça de João Batista”.

9 O rei entristeceu-se, mas como havia jurado diante dos convidados, ordenou que lha dessem;

10 e mandou decapitar João na sua prisão.

11 A cabeça foi trazida num prato e dada à moça, que a entregou à sua mãe.

Leia mais:  Liturgia Diária – 6ª Semana Comum, Terça-feira (15/02)

12 Vieram, então, os discípulos de João transladar seu corpo, e o enterraram. Depois foram dar a notícia a Jesus.

Palavra da Salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Que dia ruim para dizer o mínimo. São João Batista foi decapitado a pedido de Salomé, filha de Herodias. João estava na prisão por falar a verdade a Herodes sobre seu casamento, e Herodias estava cheia de ódio contra João. Então Herodias fez sua filha dançar na presença de Herodes e seus convidados. Herodes ficou tão impressionado que prometeu a Salomé até metade de seu reino. Em vez disso, seu pedido foi para a cabeça de João Batista.

Mesmo na superfície, este é um pedido bizarro. Salomé recebe a promessa de metade do reino e, em vez disso, pede a morte de um homem bom e santo. De fato, Jesus disse de João que nenhum nascido de mulher era maior do que ele. Então, por que todo o ódio de Herodias e sua filha?

Este triste incidente ilustra o poder da raiva em sua forma mais extrema. Quando a raiva cresce e cresce, causa profunda paixão, tanto que obscurece o pensamento e a razão de uma pessoa. Ódio e vingança podem consumir uma pessoa e levar à tolice completa.

Herodes também é testemunha de extrema irracionalidade aqui. Ele é pressionado a fazer o que não quer porque tem medo de fazer a coisa certa. Ele é dominado pelo ódio no coração de Herodias e, como resultado, cede à execução de João, de quem ele realmente parecia gostar e gostava de ouvir.

Normalmente procuramos ser inspirados pelo bom exemplo dos outros. Mas, neste caso, descobrimos que podemos ser “inspirados” de uma maneira diferente. Devemos usar o testemunho da execução de João como uma oportunidade de olhar para qualquer luta que tenhamos com raiva, ressentimento e especialmente ódio. O ódio é uma paixão feia que pode se infiltrar e causar muita destruição em nossas vidas e na vida dos outros. Mesmo os primórdios desta paixão desordenada devem ser confessados ​​e superados.

Leia mais:  Evangelho do Dia - Terça-feira, 34ª Semana do Tempo Comum, 23/11/2021

Reflita, hoje, se você vê algum ódio em seu coração. Você guardou algum rancor ou amargura que não vai embora? Essa paixão está crescendo e causando danos à sua vida e à vida dos outros? Se assim for, resolva deixar de lado e perdoar. É a coisa certa a fazer.

Oração do Dia

Meu Senhor libertador, dê-me a graça de que preciso para olhar em meu coração e ver quaisquer tendências de raiva, ressentimento e ódio. Por favor, purifique-me destes e liberte-me. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Nas missas, a Liturgia Diária também pode ser usada em outras celebrações da igreja, além de outros momentos como em Grupos de Orações por exemplo.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é a missa de domingo. Neste dia, os católicos devem ir à missa para cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica que diz “Ouvir Missa inteira nos domingos e festas de guarda”.

Deste modo, a Liturgia Diária é a ação do povo em uniformidade com Deus. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de palavras, gestos ou sinais.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.