Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 4º Domingo da Páscoa (08/05)

Liturgia Diária do 4º Domingo da Páscoa, 8 de maio de 2022.

Receba diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Salmo e o Evangelho do Dia de Hoje com reflexão. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 13,14.43-52)

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

Naqueles dias, Paulo e Barnabé 14partindo de Perge, chegaram a Antioquia da Pisídia. E, entrando na sinagoga em dia de sábado, sentaram-se.

43Muitos judeus e pessoas piedosas convertidas ao judaísmo seguiram Paulo e Barnabé. Conversando com eles, os dois insistiam para que continuassem fiéis à graça de Deus.

44No sábado seguinte, quase toda a cidade se reuniu para ouvir a palavra de Deus. 45Ao verem aquela multidão, os judeus ficaram cheios de inveja e, com blasfêmias, opunham-se ao que Paulo dizia.

46Então, com muita coragem, Paulo e Barnabé declararam: “Era preciso anunciar a palavra de Deus primeiro a vós. Mas, como a rejeitais e vos considerais indignos da vida eterna, sabei que vamos dirigir-nos aos pagãos. 47Porque esta é a ordem que o Senhor nos deu: ‘Eu te coloquei como luz para as nações, para que leves a salvação até os confins da terra’”.

48Os pagãos ficaram muito contentes, quando ouviram isso, e glorificavam a palavra do Senhor. Todos os que eram destinados à vida eterna, abraçaram a fé. 49Desse modo, a palavra do Senhor espalhava-se por toda a região.

50Mas os judeus instigaram as mulheres ricas e religiosas, assim como os homens influentes da cidade, provocaram uma perseguição contra Paulo e Barnabé e expulsaram-nos do seu território.

51Então os apóstolos sacudiram contra eles a poeira dos pés, e foram para a cidade de Icônio. 52Os discípulos, porém, ficaram cheios de alegria e do Espírito Santo.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Leia mais:  Liturgia Diária - domingo, 20/12/2020

Salmo

Responsório (Sl 99)

— Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, nós somos seu povo e seu rebanho.

— Aclamai o Senhor, ó terra inteira,/ servi ao Senhor com alegria,/ ide a ele cantando jubilosos!

— Sabei que o Senhor, só ele, é Deus,/ ele mesmo nos fez, e somos seus,/ nós somos seu povo e seu rebanho.

— Sim, é bom o Senhor e nosso Deus,/ sua bondade perdura para sempre,/ seu amor é fiel eternamente!

2ª Leitura

Segunda Leitura (Ap 7,9.14b-17)

Leitura do Livro do Apocalipse de São João:

Eu, João, 9vi uma multidão imensa de gente de todas as nações, tribos, povos e línguas, e que ninguém podia contar. Estavam de pé diante do trono e do Cordeiro; trajavam vestes brancas e traziam palmas na mão.

14bEntão um dos anciãos me disse: “Esses são os que vieram da grande tribulação. Lavaram e alvejaram as suas roupas no sangue do Cordeiro.

15Por isso, estão diante do trono de Deus e lhe prestam culto, dia e noite, no seu templo. E aquele que está sentado no trono os abrigará na sua tenda.

16Nunca mais terão fome nem sede. Nem os molestará o sol, nem algum calor ardente. 17Porque o Cordeiro, que está no meio do trono, será o seu pastor e os conduzirá às fontes da água da vida. E Deus enxugará as lágrimas de seus olhos”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Evangelho do Dia

Anúncio do Evangelho (Jo 10,27-30)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus: 27“As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem. 28Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão. E ninguém vai arrancá-las de minha mão.

Leia mais:  Liturgia Diária - quinta-feira, 17/12/2020

29Meu Pai, que me deu estas ovelhas, é maior que todos, e ninguém pode arrebatá-las da mão do Pai. 30Eu e o Pai somos um”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Jesus oferece um claro contraste entre os pastores. Isso se aplicaria aos padres, pais e a todos nós de nossa maneira única. O contraste que Ele oferece é entre aqueles que se preocupam profundamente com aqueles que foram confiados a seus cuidados e aqueles que estão apenas seguindo os movimentos e são mais motivados pelo egoísmo do que pelo amor sacrificial.

Jesus manifestou perfeitamente o amor sacrificial como o Pastor Divino. Ele estava disposto a ir até o fim por nós, Suas ovelhas. Ele estava disposto a sacrificar tudo. Ele não permitiu que o sofrimento, a perseguição, a rejeição e afins o impedissem de Sua responsabilidade de cuidar de nós de forma total e completa. Deve inspirar-nos, consolar-nos e encorajar-nos a saber quão profundo é o Seu amor por nós.

Esse amor também é visto no amor inabalável de um pai, irmão ou amigo querido. Quando o amor que nos oferece é inabalável, principalmente em tempos difíceis, este é um grande apoio. E o amor oferecido a outro como este forja um vínculo espiritual profundo que é mais forte do que qualquer dificuldade que possamos enfrentar. Não importa qual “lobo” venha em nosso caminho, devemos saber do apoio inabalável do Divino Pastor. E quando podemos ver esse amor manifestado no apoio inabalável dos outros, somos duplamente abençoados.

Mas o contraste também não deve ser ignorado. Jesus dá o exemplo de “um mercenário que não é pastor” que vê o lobo vindo e corre. É importante ressaltar o quão prejudicial esse homem é para o povo de Deus. Quando ele foge de sua responsabilidade e cede à motivação egoísta, ele deixa o rebanho abandonado e vulnerável a ataques.

Leia mais:  Evangelho do Dia - quarta-feira, 07/10/2020

Devemos ver neste homem contratado a tentação que todos inevitavelmente enfrentamos na vida. É difícil ficar com ele nos tempos difíceis. É difícil estar lá para aqueles que precisam de nós quando precisam de nós. É difícil ser fiel em todas as coisas e nunca recuar diante da tentação do medo.

Jesus oferece Seu amor e apoio inabaláveis ​​a nós como nosso Pastor, mas Ele também quer que devolvamos esse presente a Ele, oferecendo esse mesmo compromisso inabalável uns com os outros.

Reflita, hoje, quão bem você imita o Bom Pastor. Onde você estiver faltando, deixe que Ele o pastoreie para que você possa pastorear outros. Corra para o Bom Pastor e confie em Seu amor perfeito por você.

Oração do Dia

Jesus, nosso Bom Pastor, eu Te agradeço por Seu apoio inabalável a mim como meu Pastor. E eu Te agradeço por aqueles que atuam como Teus instrumentos deste profundo amor e compromisso. Ajude-me a cumprir meu papel de pastorear Seu povo, as pessoas que Você colocou em minha vida. Que eu nunca fuja da gloriosa responsabilidade para a qual você me chamou. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.