Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sábado (07/05)

Liturgia Diária da 3ª Semana da Páscoa, Sábado, 7 de maio de 2022.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia com Homilia Diária e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 9,31-42)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, 31a Igreja vivia em paz em toda a Judeia, Galileia e Samaria. Ela consolidava-se e progredia no temor do Senhor e crescia em número com a ajuda do Espírito Santo.

32Pedro percorria todos os lugares; e visitou também os fiéis que moravam em Lida. 33Encontrou aí um homem chamado Enéias, que estava paralítico e, há oito anos, jazia numa cama. 34Pedro disse-lhe: “Enéias, Jesus Cristo te cura! Levanta-te e arruma a tua cama!” Imediatamente Enéias se levantou. 35Todos os habitantes de Lida e da região do Saron viram isso e se converteram ao Senhor.

36Em Jope, havia uma discípula chamada Tabita, nome que quer dizer Gazela. Eram muitas as obras boas que fazia e as esmolas que dava. 37Naqueles dias, ela ficou doente e morreu. Então lavaram seu corpo e o colocaram no andar superior da casa. 38Como Lida ficava perto de Jope, e ouvindo dizer que Pedro estava lá, os discípulos mandaram dois homens com um recado: “Vem depressa até nós!”

39Pedro partiu imediatamente com eles. Assim que chegou, levaram-no ao andar superior, onde todas as viúvas foram ao seu encontro. Chorando, elas mostravam a Pedro as túnicas e mantos que Tabita havia feito, quando vivia com elas. 40Pedro mandou que todos saíssem. Em seguida, pôs-se de joelhos e rezou. Depois, voltou-se para o corpo e disse: “Tabita, levanta-te!” Ela então abriu os olhos, viu Pedro e sentou-se. 41Pedro deu-lhe a mão e ajudou-a a levantar-se. Depois chamou os fiéis e as viúvas e apresentou-lhes Tabita viva. 42O fato ficou conhecido em toda a cidade de Jope e muitos acreditaram no Senhor.

Leia mais:  Evangelho do Dia – 22º Domingo do Tempo Comum, 29/08/2021

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 115,12-17)

Que poderei retribuir ao Senhor Deus, por tudo aquilo que ele fez em meu favor?

— Que poderei retribuir ao Senhor Deus, por tudo aquilo que ele fez em meu favor? Elevo o cálice da minha salvação, invocando o nome santo do Senhor.

— Vou cumprir minhas promessas ao Senhor na presença de seu povo reunido. É sentida por demais pelo Senhor a morte de seus santos, seus amigos.

— Eis que sou o vosso servo, ó Senhor, vosso servo que nasceu de vossa serva; mas me quebrastes os grilhões da escravidão: Por isso oferto um sacrifício de louvor, invocando o nome santo do Senhor.

Evangelho do Dia

Evangelho (Jo 6,60-69)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 60muitos dos discípulos de Jesus, que o escutaram, disseram: “Esta palavra é dura. Quem consegue escutá-la?” 61Sabendo que seus discípulos estavam murmurando por causa disso mesmo, Jesus perguntou: “Isto vos escandaliza? 62E quando virdes o Filho do Homem subindo para onde estava antes? 63O Espírito é que dá vida, a carne não adianta nada. As palavras que vos falei são espírito e vida. 64Mas entre vós há alguns que não creem”. Jesus sabia, desde o início, quem eram os que não tinham fé e quem havia de entregá-lo.

65E acrescentou: “É por isso que vos disse: ninguém pode vir a mim a não ser que lhe seja concedido pelo Pai”. 66A partir daquele momento, muitos discípulos voltaram atrás e não andavam mais com ele. 67Então, Jesus disse aos doze: “Vós também vos quereis ir embora?” 68Simão Pedro respondeu: “A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. 69Nós cremos firmemente e reconhecemos que tu és o Santo de Deus”.

Leia mais:  Evangelho do Dia – Quinta-feira, Dedicação da Basílica de São Pedro e São Paulo, 18/11/2021

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Que resposta perfeita de Pedro. O contexto desta história é bastante fascinante e revelador. Jesus havia acabado de completar Seu belo e profundo discurso sobre a Sagrada Eucaristia afirmando claramente que Sua carne é comida real e Seu sangue é bebida real e que a menos que você coma a carne do Filho do Homem e beba Seu sangue, você não tem vida em você.

Como resultado de Seu ensinamento sobre a Eucaristia, muitos “voltaram ao seu antigo modo de vida e não andaram mais com Ele”. Em outras palavras, o ensinamento de Jesus sobre a Eucaristia era difícil para muitos aceitar e acreditar.

Curiosamente, depois que Jesus fala esse ensinamento profundo sobre a Eucaristia, e depois que muitos o deixam como resultado, Ele não recua ou muda o que disse. Em vez disso, Ele pergunta a Seus apóstolos se eles também desejam partir.

É importante entender esta pergunta de Jesus aos Apóstolos. Ao pedir-lhes isso de uma maneira muito direta, Jesus está lhes dando total liberdade de escolha. Ele não os pressiona a acreditar no que Ele acabou de ensinar. Isso é significativo porque o nível de desapego que Jesus oferece é uma forma de convidar a uma aceitação totalmente livre, por parte dos Apóstolos, de seu glorioso ensinamento sobre a Eucaristia. Eles são verdadeiramente livres para aceitá-lo ou rejeitá-lo. É esta liberdade que lhes permite aprofundar radicalmente a sua fé em Jesus.

Pedro fala e dá uma resposta maravilhosa. “A quem iremos, Senhor?” Estas palavras de Pedro revelam claramente duas coisas. Primeiro, esta era uma situação difícil em que as pessoas estavam se afastando de Jesus. Mas, em segundo lugar, Pedro e os outros apóstolos estavam cientes de que deveriam crer apesar da dificuldade. Só porque muitos deixaram Jesus e se recusaram a aceitar Suas palavras não foi motivo para os apóstolos deixá-lo também. De fato, podemos ouvir nas palavras de Pedro uma manifestação de fé de que eles passaram a crer em Jesus tão completamente que deixá-lo seria uma completa tolice. Para onde iriam? Por que eles iriam embora? Pedro reafirma sua fé em Jesus, embora segui-lo naquele momento não fosse a coisa “popular” a se fazer.

Leia mais:  Liturgia Diária - sábado, 23/05/2020

Reflita, hoje, sobre seu próprio nível de compromisso com Jesus. Saiba que você é completamente livre para segui-lo ou deixá-lo. Mas se você escolher segui-Lo, não faça isso pela metade. Saiba que as palavras de Jesus são poderosas, desafiadoras e exigentes. Ele quer que você acredite nEle e O siga com todo o seu coração e com profundo compromisso. Somente Jesus tem as palavras de vida eterna e devemos aceitar e crer nessas palavras com todas as nossas forças.

Oração do Dia

Senhor, a quem mais irei se não te seguir? Você e somente você é Aquele em quem eu escolho acreditar e seguir. Ajude-me a abraçar tudo o que Você ensinou e me ajude a escolher Você livremente todos os dias da minha vida. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, é comum que nas missas o padre faça a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura. Esta homilia é feita em geral por livre interpretação do celebrante.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.