Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – domingo, 17/05/2020

Liturgia diária de domingo, 17 de maio de 2020.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Você também pode acompanhar diariamente o Salmo do Dia aqui no Mundo dos Católicos.

A liturgia diária

Liturgia Diária

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A liturgia diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A liturgia diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que significa: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

A Liturgia Diária na Igreja Católica

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, or volta de XVI.

A liturgia diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A liturgia diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Reflexão

Neste sexto domingo de Páscoa, começamos a voltar os olhos para a vinda do Espírito Santo. Nesta passagem acima, Jesus fala em pedir ao Pai que envie outro Advogado para estar sempre conosco. Este advogado é o Espírito Santo.

Leia mais:  Liturgia Diária - terça-feira, 20/10/2020

Curiosamente, Jesus usa o título “Espírito da verdade” para se referir ao Espírito Santo. Ele também aponta que o mundo não pode aceitar o Espírito Santo.

Atualmente, estamos vivendo no que podemos chamar de “Era do Espírito Santo”. Esta é a era sobre a qual Jesus falou com seus apóstolos. Portanto, é bom olhar para a vinda do Espírito Santo da maneira que Jesus a revelou.

Primeiro, com relação ao título “Espírito da verdade”, devemos ponderar se somos capazes e dispostos a aceitar a verdade completa que vem com o recebimento do Espírito Santo. Se somos do mundo, abraçando idéias e valores mundanos, não seremos capazes de aceitar o Espírito Santo. No entanto, se formos capazes de ver os erros do nosso mundo e os muitos valores falsos dentro dele, poderemos mais facilmente rejeitar esses valores e abraçar o Espírito Santo e as muitas verdades que o Espírito revela.

Além disso, se estivermos abertos à vinda do Espírito Santo, receberemos o maior Advogado que pudermos ter na vida. O Espírito Santo é o advogado, ou seja, o único ajudante de que precisamos. Ser consumido pelo Espírito Santo nos proporciona toda a graça necessária na vida.

Reflita hoje sobre o fato de que a promessa de Jesus a seus apóstolos foi cumprida e que você tem a capacidade de receber essa promessa aqui e agora em sua vida. Faça uma oração ao Espírito Santo e antecipe a celebração do domingo de Pentecostes em duas semanas.

Leia mais:  Evangelho do Dia - sábado, 22/08/2020

Venha Espírito Santo, encha os corações dos seus fiéis e acenda neles o fogo do seu amor. Envie seu Espírito e eles serão criados. E renovarás a face da terra.

Ó, Deus, que pela luz do Espírito Santo, instruiu os corações dos fiéis, concede que, pelo mesmo Espírito Santo, possamos ser verdadeiramente sábios e sempre desfrutar de Suas consolações, por meio de Cristo, nosso Senhor, amém. Jesus eu confio em vós.

Liturgia Diária com Reflexão

Além da liturgia diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do evangelho do dia. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

A História da Liturgia Diária

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A Liturgia Diária na Missa

A liturgia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A liturgia diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Leia mais:  Evangelho do Dia - segunda-feira, 09/11/2020

Utilizada nas missas, a liturgia também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a liturgia diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a liturgia diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

A Liturgia nos dias de hoje

A Liturgia diária é vista por muitos como sendo um rito que trás uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.