Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – segunda-feira, 18/05/2020

Liturgia diária de segunda-feira, 18 de maio de 2020.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Você também pode acompanhar diariamente o Salmo do Dia aqui no Mundo dos Católicos.

A liturgia diária

Liturgia Diária

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A liturgia diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A liturgia diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que significa: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

A Liturgia Diária na Igreja Católica

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, or volta de XVI.

A liturgia diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A liturgia diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Reflexão

Muito provavelmente, quando os discípulos ouviram Jesus dizer a eles que seriam expulsos das sinagogas e até mortos, isso foi de um ouvido e saiu do outro. Claro, isso pode ter perturbado um pouco, mas eles provavelmente seguiram em frente rapidamente, sem se preocupar muito com isso. Mas é por isso que Jesus disse: “Eu lhe disse isso para que, quando chegar a hora deles, você se lembre de que eu lhe disse”. E você pode ter certeza de que, quando os discípulos foram perseguidos pelos escribas e fariseus, eles se lembraram dessas palavras de Jesus.

Leia mais:  Evangelho do Dia - terça-feira, 22/09/2020

Deve ter sido uma cruz pesada para eles receberem tal perseguição de seus líderes religiosos. Aqui, as pessoas que deveriam apontá-los para Deus estavam causando estragos em suas vidas. Eles teriam sido tentados a se desesperar e perder a fé. Mas Jesus antecipou esse julgamento pesado e, por esse motivo, advertiu-os de que ele viria.

Mas o interessante é o que Jesus não disse. Ele não disse a eles que deveriam revidar, iniciar uma revolta, formar uma revolução, etc. Em vez disso, se você ler o contexto dessa declaração, vemos Jesus dizendo a eles que o Espírito Santo cuidará de todas as coisas, os guiará. e lhes permitirá testemunhar a Jesus. Testificar a Jesus é ser Sua testemunha. E ser testemunha de Jesus é ser um mártir. Assim, Jesus preparou Seus discípulos para sua pesada cruz de perseguição pelos líderes religiosos, deixando-os saber que seriam fortalecidos pelo Espírito Santo para dar testemunho e testemunho a Ele. E uma vez que isso começou a acontecer, os discípulos começaram a se lembrar de tudo o que Jesus lhes havia dito.

Você também deve perceber que ser cristão significa perseguição. Vemos essa perseguição em nosso mundo hoje através de vários ataques terroristas contra os cristãos. Alguns vêem isso também, às vezes, dentro da “Igreja Doméstica”, a família, quando experimentam o ridículo e o tratamento severo por tentar viver sua fé. E, infelizmente, isso é encontrado na própria Igreja quando vemos brigas, raiva, desacordo e julgamento.

Leia mais:  Liturgia Diária (29 de março de 2020)

A chave é o Espírito Santo. O Espírito Santo desempenha um papel significativo agora em nosso mundo. Esse papel é fortalecer-nos em nosso testemunho de Cristo e ignorar a maneira como o maligno atacaria. Portanto, se você sentir a pressão da perseguição de alguma forma, perceba que Jesus falou essas palavras não apenas para Seus primeiros discípulos, mas também para você.

Reflita hoje sobre qualquer maneira de experimentar perseguição em sua vida. Permita que se torne uma oportunidade de esperança e confiança no Senhor por meio do derramamento do Espírito Santo. Ele nunca sairá do seu lado se você confiar NELE.

Senhor, quando sentir o peso do mundo ou a perseguição, dê-me paz de espírito e coração. Ajude-me a fortalecer-me pelo Espírito Santo, para que eu possa dar testemunho de alegria. Jesus eu confio em vós.

Liturgia Diária com Reflexão

Além da liturgia diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do evangelho do dia. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

A História da Liturgia Diária

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

Leia mais:  Liturgia Diária - Quarta-feira, 10ª Semana do Tempo Comum, São José de Anchieta, 09/06/2021

A Liturgia Diária na Missa

A liturgia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A liturgia diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Utilizada nas missas, a liturgia também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a liturgia diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a liturgia diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

A Liturgia nos dias de hoje

A Liturgia diária é vista por muitos como sendo um rito que trás uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.