Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 11ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (15/06/2022)

Liturgia Diária da 11ª Semana do Tempo Comum, quarta-feira, 15 de junho de 2022.

Leia diariamente a Liturgia do Dia em nosso site. Primeira Leitura, Salmo do Dia de Hoje e Evangelho com reflexão. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (2 Reis 2,1.6-14)

Leitura do segundo livro dos Reis.

2 1 Eis o que se passou no dia em que o Senhor arrebatou Elias ao céu num turbilhão: Elias e Eliseu partiram de Guilgal,

6 Tendo chegado a Jericó, Elias disse-lhe: “Fica aqui, porque o Senhor manda-me ao Jordão”. Por Deus e pela tua vida, respondeu Eliseu, não te deixarei. E partiram juntos.

7 Seguiram-nos cinquenta filhos de profetas os quais pararam ao longe, diante deles, enquanto Elias e Eliseu se detinham à beira do Jordão.

8 Elias tomou o seu manto, dobrou-o e feriu com ele as águas, que se separaram para as duas bandas, de modo que atravessaram ambos a pé enxuto.

9 Tendo passado, Elias disse a Eliseu: “Pede-me algo antes que eu seja arrebatado de ti: que posso eu fazer por ti?” Eliseu respondeu: “Seja-me concedida uma porção dobrada do teu espírito”.

10 “Pedes uma coisa difícil”, replicou Elias. “Entretanto, se me vires quando eu for arrebatado de ti, isso te será dado: mas se não me vires, não te será dado”.

11 Continuando o seu caminho, entretidos a conversar, eis que de repente um carro de fogo com cavalos de fogo os separou um do outro, e Elias subiu ao céu num turbilhão.

12 Vendo isso, Eliseu exclamou: “Meu pai, meu pai! Carro e cavalaria de Israel!” E não o viu mais. Tomando então as suas vestes, rasgou-as em duas partes.

13 Apanhou o manto que Elias deixara cair, e voltando até o Jordão, parou à beira do rio.

14 Tomou o manto que Elias deixara cair, feriu com ele as águas, dizendo: “Onde está o Senhor, o Deus de Elias? Onde está ele?” Tendo ferido as águas, estas separaram-se para um e outro lado, e Eliseu passou.

Leia mais:  Evangelho do Dia - quinta-feira, 25/06/2020

Palavra do Senhor.

Salmo

Fortalecei os corações, vós que ao Senhor vos confiais!

– Como é grande, ó Senhor, vossa bondade,

que reservastes para aqueles que vos temem!

Para aqueles que em vós se refugiam,

mostrando, assim, o vosso amor perante os homens.

– Na proteção de vossa face os defendeis,

bem longe das intrigas dos mortais.

No interior de vossa tenda os escondeis,

protegendo-os contra as línguas maldizentes.

– Amai o Senhor Deus, seus santos todos,

ele guarda com carinho seus fiéis,

mas pune os orgulhosos com rigor.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mateus 6,1-6.16-18)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Quem me ama realmente guardará minha palavra e meu Pai o amará e a ele nós viremos (Jo 14,23).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 6 1 “Guardai-vos de fazer vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles. Do contrário, não tereis recompensa junto de vosso Pai que está no céu.

2 Quando, pois, dás esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem louvados pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.

3 Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita.

4 Assim, a tua esmola se fará em segredo; e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á.

5 Quando orardes, não façais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.

6 Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á.

Leia mais:  Evangelho do Dia - terça-feira, 17/11/2020

16 Quando jejuardes, não tomeis um ar triste como os hipócritas, que mostram um semblante abatido para manifestar aos homens que jejuam. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.

17 Quando jejuares, perfuma a tua cabeça e lava o teu rosto.

18 Assim, não parecerá aos homens que jejuas, mas somente a teu Pai que está presente ao oculto; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á”.

Palavra da Salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Muitas vezes, quando fazemos algo de bom, queremos que os outros vejam. Queremos que eles estejam cientes de como somos bons. Por quê? Porque é bom ser reconhecido e honrado pelos outros. Mas Jesus nos diz para fazer o oposto.

Jesus nos diz que quando fazemos uma obra de caridade, jejuamos ou oramos, devemos fazê-la de maneira oculta. Em outras palavras, não devemos fazer isso para sermos notados e elogiados pelos outros. Não é que haja algo de errado com os outros vendo nossa bondade. Em vez disso, o ensino de Jesus vai ao cerne de nossas motivações para nossas boas ações. Ele está tentando nos dizer que devemos agir de maneira santa porque queremos nos aproximar de Deus e servir à Sua vontade, não para que possamos ser reconhecidos e elogiados pelos outros.

Isso nos oferece uma grande oportunidade de olhar profunda e honestamente para nossas motivações. Por que você faz o que faz? Pense nas coisas boas que você tenta fazer. Então pense sobre sua motivação em fazer essas coisas. Espero que você esteja motivado a fazer coisas santas simplesmente porque quer ser santo e quer servir à vontade de Deus. Você está contente com Deus e somente Deus vendo suas boas ações? Você está bem com ninguém mais reconhecendo seu altruísmo e atos de amor? Espero que a resposta seja “sim”.

Leia mais:  Evangelho do Dia - sexta-feira, 01/01/2021

A santidade é especialmente encontrada em sua vida oculta. Lá, onde você é visto apenas por Deus, você deve agir de uma forma que agrade a Deus. Você deve viver uma vida de virtude, oração, sacrifício e doação quando somente Deus vê. Se você pode viver dessa maneira em sua vida oculta, também pode ter certeza de que sua vida oculta de graça afetará os outros de uma maneira que somente Deus pode orquestrar. Quando você se esforça pela santidade de maneira oculta, Deus vê isso e o usa para o bem. Essa vida oculta de graça se torna a base para quem você é e como interage com os outros. Eles podem não ver tudo o que você faz, mas serão afetados pela bondade dentro de sua alma.

Oração do Dia

Senhor da santidade, ajuda-me a viver uma vida oculta de graça. Ajude-me a servi-lo mesmo quando ninguém vê. Da solidão daqueles momentos, traga Sua graça e misericórdia para o mundo. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Utilizada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.