Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 17ª Semana do Tempo Comum, Quinta-feira (28/07/2022)

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 17ª Semana do Tempo Comum, Quinta-feira, 28 de julho de 2022.

Confira todos os dias a Liturgia de Hoje dos Católicos em nosso site. Acompanhe as Leituras, o Salmo do dia e o Evangelho Hoje com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (Jeremias 18,1-6)

Leitura da profecia de Jeremias.

18 1 Foi dirigida a Jeremias a palavra do Senhor nestes termos:

2 “Vai e desce à casa do oleiro, e ali te farei ouvir minha palavra”.

3 Desci, então, à casa do oleiro, e o encontrei ocupado a trabalhar no torno.

4 Quando o vaso que estava a modelar não lhe saía bem, como sói acontecer nos trabalhos de cerâmica, punha-se a trabalhar em outro à sua maneira.

5 Foi esta, então, a linguagem do Senhor: “casa de Israel, não poderei fazer de vós o que faz esse oleiro?” – oráculo do Senhor.

6 “O que é a argila em suas mãos, assim sois vós nas minhas, Casa de Israel”.

Palavra do Senhor.

Salmo

Salmo Responsorial 145/146

Feliz quem se apoia no Deus de Jacó!

– Bendize, minha alma, ao Senhor!

Bendize, minha alma, ao Senhor!

Bendirei ao Senhor toda a vida,

Cantarei ao meu Deus sem cessar!

– Não ponhais vossa fé nos que mandam,

Não há homem que possa salvar.

Ao faltar-lhe o respiro, ele volta

Para a terra de onde saiu;

Nesses dias seus planos perecem.

– É feliz todo homem que busca

Leia mais:  Evangelho do Dia - terça-feira, 01/09/2020

Seu auxílio no Deus de Jacó

E que põe no Senhor a esperança.

O Senhor fez o céu e a terra,

fez o mar e o que neles existe.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mateus 13,47-53)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Abre-nos, ó Senhor, o coração, para ouvirmos a palavra de Jesus! (At 16,14)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

13 47 “O Reino dos céus é semelhante ainda a uma rede que, jogada ao mar, recolhe peixes de toda espécie.

48 Quando está repleta, os pescadores puxam-na para a praia, sentam-se e separam nos cestos o que é bom e jogam fora o que não presta.

49 Assim será no fim do mundo: os anjos virão separar os maus do meio dos justos

50 e os arrojarão na fornalha, onde haverá choro e ranger de dentes.

51 Compreendestes tudo isto? Sim, Senhor, responderam eles.

52 Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas”.

53 Após ter exposto as parábolas, Jesus partiu.

Palavra da Salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Não é uma declaração tão inspiradora à primeira vista, não é? Mas deve ser inspirador da maneira que foi planejado. Destinava-se a colocar um certo “temor santo” em nós, bem como nos assegurar da justiça de Deus. Isso é inspirador, mas não da maneira usual que pensamos ser inspirados.

Leia mais:  Liturgia Diária - Terça-feira, 5ª Semana da Páscoa, 04/05/2021

Mas às vezes precisamos de um pouco de temor santo de Deus e Sua justiça em nossas vidas. Em nossos dias e eras, o pecado está se tornando cada vez mais aceito e “normal”. Nossa cultura mundial parece estar se tornando cada vez mais secular. A vida imoral de muitos tipos parece estar em ascensão. Como resultado, é fácil começarmos a ver o pecado como normal e até aceitável. Na verdade, quando chamamos o pecado de pecado, nosso mundo muitas vezes nos chama de críticos e odiosos.

Se você às vezes se sente pressionado a ceder à imoralidade ao seu redor e simplesmente “aceitar”, então, talvez a passagem acima o inspire a fazer exatamente o oposto. A verdade absoluta é que Jesus nomeou algumas coisas como pecado e cometer esses pecados traz graves consequências.

Pode ser a prática cultural muito sutil de transformar o Dia do Senhor (domingo) em qualquer coisa, menos um dia de descanso. Ou podem ser graves violações à santidade da vida conjugal e familiar através da redefinição do casamento. Cada um de nós certamente notará várias maneiras pelas quais sentimos que nossa fé é desafiada e até mesmo atacada. Se esta pessoa for você, então esta Escritura é para você. Jesus leva a sério o pecado e as consequências do pecado. Isso deve nos inspirar não apenas a viver vidas santas, mas também a fazer tudo o que pudermos para ajudar aqueles apanhados nas tendências culturais desordenadas a mudar suas vidas.

Leia mais:  Liturgia Diária – Quarta-feira, 12ª Semana do Tempo Comum, 23/06/2021

Reflita, hoje, em quão fortemente você se opõe ao pecado. O pecado é mau e destrutivo. Você deve sempre amar a pessoa que comete pecado, mas nunca deve oferecer apoio ou aprovação por suas ações que são contrárias à lei de Deus. Permanecer forte diante da oposição cultural é um grande ato de amor e pode libertar alguns, um dia, do “choro e ranger de dentes” de que Jesus falou.

Oração do Dia

Meu gracioso Senhor, onde o pecado abunda, a graça abunda ainda mais. Sua graça é tão necessária hoje em nosso mundo e em minha vida. Ajude-me a permanecer forte em minha oposição ao mal e ao pecado para estar entre aqueles que estão reunidos em Seu Reino. Dê-me coragem para fazer tudo o que puder para ajudar aqueles que estão no caminho da destruição. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até o século XVI não existia uma padronização para a liturgia diária, portanto, não tinha uma norma que caracterizava a sua obrigatoriedade. Porém, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E foi através do Concílio Vaticano II que a Liturgia teve a sua mais recente atualização.

A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura. A liturgia é formada pela primeira e segunda leitura, salmo e o evangelho do dia, fazendo parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.