Liturgia Diária – 28ª Semana do Tempo Comum, Sábado (21/10/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Sábado, 21 de outubro de 2023.

Confira diariamente a Homilia do Evangelho do Dia dos Católicos em nosso site. Acompanhe a Primeira Leitura, Evangelho do dia e Homilia do Evangelho de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Romanos 4, 13.16-18

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: 13Não foi por causa da Lei, mas por causa da justiça que vem da fé, que Deus prometeu o mundo como herança a Abraão ou à sua descendência. 16É em virtude da fé que alguém se torna herdeiro. Logo, a condiçóo de herdeiro é uma graça, um dom gratuito, e a promessa de Deus continua valendo para toda a descendência de Abraóo, tanto para a descendência que se apega à Lei, quanto para a que se apóia somente na fé de Abraão, que é o pai de todos nós. 17Pois está escrito: ‘Eu fiz de ti pai de muitos povos’. Ele é pai diante de Deus, porque creu em Deus que vivifica os mortos e faz existir o que antes nóo existia. 18Contra toda a humana esperança, ele firmou-se na esperança e na fé. Assim, tornou-se pai de muitos povos, conforme lhe fora dito: ‘Assim será a tua posteridade’.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 104 (105)

– O Senhor se lembra sempre da Aliança.

– Descendentes de Abraóo, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

– Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis geraçðes; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

– Ele lembrou-se de seu santo juramento, que fizera a Abraão, seu servidor. Fez sair com grande júbilo o seu povo, e seus eleitos, entre gritos de alegria.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12, 8-12

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– O Espírito Santo, a verdade, de mim irá testemunhar; e vós minhas testemunhas sereis em todo lugar (Jo 15,26s);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 8Todo aquele que der testemunho de mim diante dos homens, o Filho do Homem também dará testemunho dele diante dos anjos de Deus. 9Mas aquele que me renegar diante dos homens, será negado diante dos anjos de Deus. 10Todo aquele que disser alguma coisa contra o Filho do Homem será perdoado. Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado. 11Quando vos conduzirem diante das sinagogas, magistrados e autoridades, não fiqueis preocupados como ou com que vos defendereis, ou com o que direis. 12Pois nessa hora o Espírito Santo vos ensinará o que deveis dizer.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Jesus viveu esta passagem do Evangelho em Sua própria vida com perfeição. Ele foi preso, interrogado, falsamente condenado e interrogado pelo Sumo Sacerdote, Herodes e Pôncio Pilatos. Durante Seus interrogatórios, às vezes Ele falava e outras vezes permanecia em silêncio. Na preparação para esses interrogatórios, Jesus não estudou cada governante com antecedência, tentando descobrir o que Ele deveria dizer e o que não deveria dizer. Ele não preparou uma defesa, mas confiou na Sua perfeita união com o Espírito Santo e com o Pai para ser conduzido a cada momento na Sua natureza humana.

Embora seja improvável que você seja preso pela sua fé e levado a julgamento por ser cristão pelas autoridades civis, é possível que experimente várias outras formas de interrogatório e condenação em momentos em que seja desafiado a responder. E é mais provável que, se você for julgado por outra pessoa, você pode ficar tentado a se defender com raiva, atacando de volta.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Terça-feira (16/04/2024)

Esta passagem do evangelho, quando claramente compreendida e vivida, deverá ter o efeito de acalmar-vos e tranquilizar-vos durante toda e qualquer experiência de julgamento. O Catecismo da Igreja Católica afirma que “Para evitar julgamentos precipitados, cada um deve ter o cuidado de interpretar, na medida do possível, os pensamentos, as palavras e as ações do próximo de maneira favorável” (# 2478). E embora você deva sempre se esforçar para fazer isso sozinho, provavelmente haverá momentos em que os outros não agirão dessa maneira cuidadosa e verdadeira com você. Assim, se você for julgado por outra pessoa, mesmo que o que eles digam seja verdade, é importante que você não reaja com atitude defensiva e com raiva, a menos que o Espírito Santo o tenha inequivocamente orientado a fazê-lo. A mensagem principal que Jesus dá é que você deve confiar que o Espírito Santo sempre o guiará, à medida que você busca humilde e continuamente seguir todos os Seus sussurros. Isso só é possível se você tiver construído um firme hábito de atenção à Voz de Deus em sua consciência.

Como a experiência de julgamento precipitado, difamação, calúnia e coisas do gênero são dolorosas de enfrentar, você deve preparar sua defesa com antecedência, aprendendo a confiar apenas no Espírito Santo em todas as coisas. Jesus nos exorta a fazer isso! Portanto, se você buscar diariamente e humildemente cumprir a vontade de Deus, ouvir Sua voz e responder com generosidade, então pode ter certeza de que quando chegar a hora e você experimentar essas formas de julgamento, você estará pronto. O Espírito Santo falará com você, inspirará você, consolará você e lhe dará todas as graças que você precisa para responder de acordo com a vontade de Deus. Não duvide disso. Tenha fé e confiança nestas palavras e nesta promessa de nosso Senhor.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Reflita hoje sobre as maneiras pelas quais você respondeu no passado ao julgamento de outra pessoa. Tente lembrar momentos específicos em que isso aconteceu. Você respondeu com julgamentos semelhantes? Você estava cheio de raiva? Você ficou pensando em ferimentos? Você perdeu a paz de coração? Se você caiu nessas tentações, comprometa-se com fé a acreditar no que Jesus diz hoje. Confia nele. Confie que Ele estará com você nesses momentos difíceis no futuro e ore para que você seja agraciado para responder somente conforme o Espírito Santo o direcionar.

Oração do Dia

Meu inocente Senhor, você foi levado a julgamento, julgado e falsamente condenado. No entanto, em tudo isso, Você foi o Cordeiro Inocente que sempre amou e falou a verdade com perfeição. Quando eu experimentar julgamento em minha vida, por favor, encha-me de paz no coração e confie em Sua promessa de que o Espírito Santo estará comigo, inspirando-me e guiando-me de acordo com Sua perfeita vontade. Espírito Santo, eu me abandono a Ti agora e sempre. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A palavra “liturgia” já era comum na antiguidade, mas depois dos séculos VIII e IX é que a liturgia passou a ser usada pela igreja grega e fazendo parte da igreja católica também.

A Liturgia Diária é utilizada nas missas e existe uma liturgia diferente para cada dia do ano. A Liturgia Diária é composta por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Mas em alguns dias, também podem ter duas ou mais Leituras também.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *