Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 5ª Semana da Quaresma, Quinta-feira (07/04)

Liturgia Diária de quinta-feira, 7 de abril de 2022.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia com Homilia Diária e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Gn 17,3-9)

Leitura do Livro do Gênesis.

Naqueles dias, 3Abrão prostrou-se com o rosto por terra. 4E Deus lhe disse: “Eis a minha aliança contigo: tu serás pai de uma multidão de nações. 5Já não te chamarás Abrão, mas o teu nome será Abraão, porque farei de ti o pai de uma multidão de nações.

6Farei crescer tua descendência infinitamente. Farei nascer de ti nações, e reis sairão de ti. 7Estabelecerei minha aliança entre mim e ti e teus descendentes para sempre; uma aliança eterna, para que eu seja teu Deus e o Deus de teus descendentes. 8A ti e aos teus descendentes darei a terra em que vives como estrangeiro, todo o país de Canaã como propriedade para sempre. E eu serei o Deus dos teus descendentes”. 9Deus disse a Abraão: “Guarda a minha aliança, tu e a tua descendência para sempre”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 104,4-9)

— O Senhor se lembra sempre da Aliança!

— Procurai o Senhor Deus e seu poder, buscai constantemente a sua face! Lembrai as maravilhas que ele fez, seus prodígios e as palavras de seus lábios!

— Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

— Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

Leia mais:  Evangelho do Dia – Segunda-feira, 19ª Semana do Tempo Comum, 09/08/2021

Evangelho do Dia

Evangelho (Jo 8,51-59)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: 51“Em verdade, em verdade vos digo: se alguém guardar a minha palavra, jamais verá a morte”. 52Disseram então os judeus: “Agora sabemos que tens um demônio. Abraão morreu e os profetas também, e tu dizes: ‘Se alguém guardar a minha palavra jamais verá a morte’. 53Acaso és maior do que nosso pai Abraão, que morreu, como também os profetas? Quem pretendes ser?”

54Jesus respondeu: “Se me glorifico a mim mesmo, minha glória não vale nada. Quem me glorifica é o meu Pai, aquele que vós dizeis ser o vosso Deus. 55No entanto, não o conheceis. Mas eu o conheço e, se dissesse que não o conheço, seria um mentiroso, como vós! Mas eu o conheço e guardo a sua palavra. 56Vosso pai Abraão exultou, por ver o meu dia; ele o viu, e alegrou-se”. 57Os judeus disseram-lhe então: “Nem sequer cinquenta anos tens, e viste Abraão!” 58Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, antes que Abraão existisse, eu sou”. 59Então eles pegaram em pedras para apedrejar Jesus, mas ele escondeu-se e saiu do Templo.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

É difícil imaginar algo pior que possa ser dito sobre Jesus. Eles realmente achavam que Ele estava possuído pelo maligno? Parece que sim. Que coisa triste e bizarra de se dizer sobre o Filho de Deus. Aqui está o próprio Deus, na pessoa de Jesus, oferecendo uma promessa de vida eterna. Ele revela a sagrada Verdade de que a obediência à Sua Palavra é o caminho para a felicidade eterna e que todos precisam conhecer esta Verdade e vivê-la. Jesus fala isso livre e abertamente, mas a resposta de alguns que ouvem essa mensagem é profundamente decepcionante, caluniosa e maliciosa.

Leia mais:  Liturgia Diária - Terça-feira, 26ª Semana do Tempo Comum, 28/09/2021

É difícil saber o que estava acontecendo em suas mentes para levá-los a dizer uma coisa dessas. Talvez eles estivessem com ciúmes de Jesus, ou talvez estivessem apenas seriamente confusos. Seja qual for o caso, eles falaram algo que foi seriamente prejudicial.

O dano de tal declaração não foi tanto para Jesus; em vez disso, era prejudicial para eles mesmos, bem como para aqueles ao seu redor. Jesus podia lidar pessoalmente com o que fosse falado sobre Ele, mas outros não. É importante entender que nossas próprias palavras podem causar grandes danos a nós mesmos e aos outros.

Em primeiro lugar, suas palavras causaram danos a si mesmos. Ao falar publicamente uma declaração tão errônea, eles começam a trilhar o caminho da obstinação. É preciso muita humildade para retratar tal declaração no futuro. Então, isso é conosco. Quando verbalizamos algo que é prejudicial para o outro, é difícil retratá-lo. É difícil pedir desculpas depois e consertar a ferida que causamos. O dano é causado principalmente ao nosso próprio coração, pois é difícil deixar de lado nosso erro e seguir em frente humildemente. Mas isso deve ser feito se quisermos desfazer o dano.

Em segundo lugar, este comentário também prejudicou aqueles que estavam ouvindo. Alguns podem ter rejeitado esta declaração maliciosa, mas outros podem ter ponderado e começado a se perguntar se de fato Jesus estava possuído. Assim, sementes de dúvida foram semeadas. Todos devemos perceber que nossas palavras afetam os outros e devemos nos esforçar para falá-las com o máximo cuidado e caridade.

Leia mais:  Evangelho do Dia - Terça-feira, 34ª Semana do Tempo Comum, 23/11/2021

Reflita, hoje, sobre seu próprio discurso. Existem coisas que você falou com outras pessoas que agora você percebe que eram errôneas ou enganosas? Em caso afirmativo, você procurou desfazer o dano retirando suas palavras e pedindo desculpas? Reflita também sobre o fato de que é fácil ser atraído para a conversa maliciosa de outras pessoas. Você se permitiu ser influenciado por essas conversas? Em caso afirmativo, resolva silenciar seus ouvidos para tais erros e procure maneiras de falar a verdade.

Oração do Dia

Senhor de toda a Verdade, dá-me a graça de proferir palavras sagradas que sempre Te glorifiquem e reflitam as Verdades eternas vivas em Teu Coração. Ajude-me também a estar ciente das mentiras ao meu redor neste mundo de pecado. Que Seu Coração filtre os erros e permita que apenas as sementes da Verdade sejam plantadas em minha própria mente e coração. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, é comum que nas missas o padre faça a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura. Esta homilia é feita em geral por livre interpretação do celebrante.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.