Liturgia Diária – 7ª Semana do Tempo Comum, Sábado (25/05/2024)

Homilia

Liturgia Diária de Sábado, 25 de maio de 2024.

Acompanhe a Liturgia Diária Comentada de Hoje em nosso site. Confira a Liturgia de hoje completa com as Leituras, Evangelho do dia e Oração aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Tg 5,13-20)

Leitura da Carta de São Tiago

Caríssimos, 13 se alguém dentre vós está sofrendo, recorra à oração. Se alguém está alegre, entoe hinos. 14 Se alguém dentre vós estiver doente, mande chamar os presbíteros da Igreja, para que orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. 15 A oração feita com fé salvará o doente e o Senhor o levantará. E se tiver cometido pecados, receberá o perdão. 16 Confessai, pois, uns aos outros, os vossos pecados e orai uns pelos outros para alcançar a saúde.

A oração fervorosa do justo tem grande poder. 17 Assim Elias, que era um homem semelhante a nós, orou com insistência para que não chovesse, e não houve chuva na terra durante três anos e seis meses. 18 Em seguida tornou a orar, e o céu deu a chuva e a terra voltou a produzir o seu fruto.

19 Meus irmãos, se alguém de vós se desviar da verdade e um outro o reconduzir, 20 saiba este que aquele que reconduz um pecador desencaminhado salvará da morte a alma dele e cobrirá uma multidão de pecados.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 140 (141)

— Minha oração suba a vós como incenso!

— Senhor, eu clamo por vós, socorrei-me; * quando eu grito, escutai minha voz! Minha oração suba a vós como incenso, *e minhas mãos, como oferta da tarde!

Leia mais:  Liturgia Diária – 11º Domingo do Tempo Comum (16/06/2024)

— Ponde uma guarda em minha boca, Senhor, *e vigias às portas dos lábios! A vós, Senhor, se dirigem meus olhos, * em vós me abrigo: poupai minha vida!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mc 10,13-16)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, pois revelaste os mistérios do teu Reino aos pequeninos, escondendo-os aos doutores! (cf.Mt 11,25)

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 13 traziam crianças para que Jesus as tocasse. Mas os discípulos as repreendiam. 14 Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse: “Deixai vir a mim as crianças. Não as proibais, porque o Reino de Deus é dos que são como elas. 15 Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele”. 16 Ele abraçava as crianças e as abençoava, impondo-lhes as mãos.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Simplicidade, confiança, pureza de intenções, transparência e resiliência são qualidades que as crianças muitas vezes possuem por natureza. Eles ainda não são capazes de más intenções. Eles são rápidos em perdoar e se reconciliar quando surgem conflitos. E eles têm uma confiança inabalável no cuidado de seus pais. Estas estão entre as qualidades que precisamos imitar em nosso relacionamento com Deus.

Parece que à medida que envelhecemos e à medida que a nossa razão humana se desenvolve, podemos perder algumas das qualidades importantes que tínhamos quando crianças. Mas quando se trata dos nossos relacionamentos com o nosso amoroso Deus, nunca devemos perder as importantes qualidades infantis que nos levam a ser completamente confiantes e dependentes da providência e do cuidado de Deus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Sábado (15/06/2024)

As crianças também são fracas no sentido de que não são capazes de cuidar de si mesmas. Eles dependem totalmente do cuidado de outras pessoas, especialmente dos pais. Por isso, uma criança é uma imagem ideal de como devemos nos aproximar de Deus. Devemos ver nossa fraqueza e dependência. Devemos saber, com profunda convicção, que somos incapazes de cuidar de nós mesmos. E embora possamos alcançar uma certa independência à medida que envelhecemos, sendo capazes de nos sustentar materialmente, nunca seremos capazes de satisfazer as necessidades espirituais interiores que temos. Para as nossas necessidades espirituais, permanecemos completamente dependentes da misericórdia de Deus. Nunca devemos esquecer que, em nossa essência, somos seres espirituais que anseiam pela verdadeira satisfação espiritual. As satisfações materiais ou carnais que podemos obter por nós mesmos nunca serão suficientes para nos preencher no nível mais profundo de quem somos. Deus e somente Deus é capaz desta forma de realização.

Pense em sua própria abordagem da vida. Você busca encontrar realização e satisfação na vida por meio de seus próprios esforços? Você já tentou assumir o controle total de sua felicidade presente e futura? Embora seja essencial agirmos de forma responsável na vida, deve ser entendido que a forma mais responsável pela qual podemos agir é entregar voluntariamente o controle total das nossas vidas à providência e ao cuidado de Deus. Assim como um filho depende dos pais, também devemos depender da graça de Deus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 11ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (17/06/2024)

Reflita, hoje, sobre uma criança. Pense, especialmente, em como um filho depende de outras pessoas. Ao fazer isso, veja-se da mesma forma como alguém que deve se tornar completamente dependente de Deus para tudo o que é importante na vida e para tudo o que, em última análise, preenche quem você é. Confie na providência e misericórdia de Deus e permita que essa confiança infantil o coloque firmemente nos braços de seu Pai Celestial.

Oração do Dia

Amoroso Pai, volto-me para Ti com total confiança, como uma criança pequena se volta para um pai amoroso. Que eu nunca me torne tão autossuficiente a ponto de me enganar pensando que sou capaz de encontrar minha própria realização na vida. Em vez disso, que eu sempre veja Você como a única fonte de verdadeira realização e sempre confie somente em Você. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo o momento de formalização da missa, mas o seu verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia diária faz com que os cristãos reflitam as palavras e procurem trazê-las para o seu dia a dia como meio de vivenciar a Palavra de Deus em suas vidas.

A liturgia vem nos trazer ensinamentos de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus. A liturgia nos mostra o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *