Liturgia Diária – Memória de São Justino, mártir – Sábado (01/06/2024)

Liturgia Diária de Hoje

Liturgia Diária de Sábado, 1 de junho de 2024.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura da Carta de São Judas 17.20b-25

17 Vós, porém, amados, lembrai-vos das palavras preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo. 20b Edificai-vos sobre o fundamento da vossa santíssima fé e rezai, no Santo Espírito, 21 de modo que vos mantenhais no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna. 22 E a uns, que estão com dúvidas, deveis tratar com piedade. 23 A outros, deveis salvá-los arrancando-os do fogo. De outros ainda deveis ter piedade, mas com temor, aborrecendo a própria veste manchada pela carne… 24 Àquele que é capaz de guardar-vos da queda e de apresentar-vos perante a sua glória irrepreensíveis e jubilosos, 25 ao único Deus, nosso Salvador, por Jesus Cristo, nosso Senhor: glória, majestade, poder e domínio, desde antes de todos os séculos, e agora, e por todos os séculos. Amém.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 62 (63)

— A minha alma tem sede de vós, ó Senhor!

— Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!* Desde a aurora ansioso vos busco! A minh’alma tem sede de vós,† minha carne também vos deseja,* como terra sedenta e sem água!

— Venho, assim, contemplar-vos no templo,*para ver vossa glória e poder. Vosso amor vale mais do que a vida:* e por isso meus lábios vos louvam.

— Quero, pois vos louvar pela vida,*e elevar para vós minhas mãos! A minh’alma será saciada,*como em grande banquete de festa; cantará a alegria em meus lábios,*ao cantar para vós meu louvor!

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sábado (20/07/2024)

Evangelho do Dia

Evangelho (Mc 11,27-33)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— A palavra de Cristo ricamente habite em vós, dando graças, por ele, a Deus Pai! (Cf. Cl 3,16a.17c)

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor

Naquele tempo, 27 Jesus e os discípulos foram de novo a Jerusalém. Enquanto Jesus estava andando no Templo, os sumos sacerdotes, os mestres da Lei e os anciãos aproximaram-se dele e perguntaram: 28 “Com que autoridade fazes essas coisas? Quem te deu autoridade para fazer isso?” 29 Jesus respondeu: “Vou fazer-vos uma só pergunta. Se me responderdes, eu vos direi com que autoridade faço isso. 30 O batismo de João vinha do céu ou dos homens? Respondei-me”. 31 Eles discutiam entre si: “Se respondermos que vinha do céu, ele vai dizer: ‘Por que não acreditastes em João?’ 32 Devemos então dizer que vinha dos homens?” Mas eles tinham medo da multidão, porque todos, de fato, tinham João na qualidade de profeta. 33 Então eles responderam a Jesus: “Não sabemos”. E Jesus disse: “Pois eu também não vos digo com que autoridade faço essas coisas”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Esta é a resposta de Jesus aos principais sacerdotes, aos escribas e aos anciãos quando eles se aproximaram de Jesus na área do Templo e perguntaram-lhe com que autoridade Ele fazia as coisas que fazia. E o que foi que Jesus fez? No dia anterior, Jesus esteve no Templo e expulsou os cambistas, dizendo-lhes: “Não está escrito: ‘A minha casa será chamada casa de oração para todos os povos’? Mas você fez dele um covil de ladrões.” Isto indignou os líderes religiosos, e eles imediatamente começaram a discutir como poderiam matar Jesus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

Consideremos, primeiro, a tensão no ar. Eles estavam literalmente conspirando para matar Jesus, o Filho de Deus. Eles estavam cheios de ódio e ciúme e recusaram acreditar Nele. Jesus viu a dureza de coração deles e os colocou na posição de responder primeiro à Sua pergunta, antes que Ele respondesse à deles. Por que Jesus faria isso?

A pergunta que Jesus lhes fez foi na verdade um ato de grande misericórdia de Sua parte. Ele lhes deu a oportunidade de se arrependerem. Se eles tivessem respondido à Sua pergunta com fé humilde e honestidade, poderiam ter salvado suas vidas. Em vez disso, discutiram entre si a Sua pergunta e deram a resposta politicamente correta. Se tivessem dito que o batismo de João era de origem humana, e não de Deus, temiam que o povo se voltasse contra eles. Então eles simplesmente disseram: “Não sabemos”. Mas imagine se eles tivessem dado a resposta certa. E se eles tivessem discutido o assunto entre si e concluído que o batismo de João realmente vinha de Deus e que deveriam ter crido nele? Se eles tivessem apenas se humilhado, admitido que haviam errado seriamente em relação a João, então Jesus teria respondido à sua pergunta, e sua vida de verdadeira fé poderia ter começado. Mas eles não o fizeram. Eles permaneceram obstinados. Eles não podiam admitir que estavam errados.

A obstinação está entre os pecados mais perigosos. É um pecado que não pode ser perdoado porque, em essência, é uma recusa em mudar. E quando uma pessoa se recusa a admitir o seu pecado e se recusa a mudar, então Deus não pode ajudá-la. Eles permanecem perdidos em seus pecados e sofrem as consequências.

Leia mais:  Liturgia Diária – Santa Maria Madalena, Segunda-feira (22/07/2024)

Você luta contra a obstinação em sua vida? Você acha difícil admitir quando está errado? Você acha difícil pedir desculpas a outra pessoa e tentar mudar?

Reflita hoje sobre qualquer coisa sobre a qual você permaneça obstinado. Existem questões de fé nas quais você se recusa a acreditar? Existem relacionamentos rompidos que você se recusa a restaurar humildemente? Você justifica seu pecado e se recusa a admitir sua culpa e necessidade de mudar? Ore a nosso Senhor pelo dom de um coração humilde. A humildade, em muitos aspectos, nada mais é do que ser completamente honesto consigo mesmo e com os outros diante de Deus. Não siga o exemplo desses líderes religiosos. Procure humildemente tirar toda obstinação do seu coração para que Nosso Senhor possa entrar e trazer Sua misericórdia para sua vida.

Oração do Dia

Meu inabalável Jesus, enfrentas com muita força e amor os orgulhosos, arrogantes e obstinados. Você faz isso para ajudá-los a superar sua teimosia de coração. Dá-me a graça da humildade, querido Senhor, para que eu sempre possa admitir o meu pecado e voltar-me para Ti com amor. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, por volta de XVI.

A Liturgia Diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A Liturgia Diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.