Liturgia Diária – Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, virgem, Terça-feira (09/07/2024)

Salmo de Hoje

Liturgia Diária de Terça-feira, 9 de julho de 2024.

Receba diariamente a Liturgia do Dia em nosso site. Confira as Leituras das Homilias de Hoje e Evangelho do dia. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Os 8,4-7.11-13)

Leitura da Profecia de Oséias

Assim fala o Senhor: 4 “Eles constituíram reis sem minha vontade; constituíram príncipes sem meu conhecimento; sua prata e seu ouro serviram para fazer ídolos e para sua perdição. 5 Teu bezerro, ó Samaria, foi jogado ao chão; minha cólera inflamou-se contra eles. Até quando ficarão sem purificar-se? 6 Esse bezerro provém de Israel; um artesão fabricou-o, isso não é um deus; será feito em pedaços, esse bezerro de Samaria. 7 Semeiam ventos, colherão tempestades; se não há espiga, o grão não dará farinha; e, mesmo que dê, estranhos a comerão. 11 Efraim ergueu muitos altares em expiação do pecado, mas seus altares resultaram-lhe em pecado. 12 Eu lhes deixei, por escrito, grande número de preceitos, mas estes foram considerados coisa que não lhes toca. 13 Gostam de oferecer sacrifícios, imolam carnes e comem; mas o Senhor não os recebe. Antes, o Senhor lembra seus pecados e castiga suas culpas: eles deverão voltar para o Egito”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 113B(115)

— Confia, Israel, no Senhor!

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— É nos céus que está o nosso Deus, ele faz tudo aquilo que quer. São os deuses pagãos ouro e prata, todos eles são obras humanas.

— Têm boca e não podem falar, têm olhos e não podem ver; têm nariz e não podem cheirar, tendo ouvidos, não podem ouvir.

— Têm mãos e não podem pegar, têm pés e não podem andar. Como eles serão seus autores, que os fabricam e neles confiam.

— Confia, Israel, no Senhor. Ele é teu auxílio e escudo! Confia, Aarão, no Senhor. Ele é teu auxílio e escudo!

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 9,32-38)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Eu sou o bom pastor, conheço minhas ovelhas e elas me conhecem, assim fala o Senhor.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 32 apresentaram a Jesus um homem mudo, que estava possuído pelo demônio. 33 Quando o demônio foi expulso, o mudo começou a falar. As multidões ficaram admiradas e diziam: “Nunca se viu coisa igual em Israel”. 34 Os fariseus, porém, diziam: “É pelo chefe dos demônios que ele expulsa os demônios”. 35 Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade. 36 Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: 37 “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. 38 Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Jesus era bastante zeloso pelas almas. Zelo é uma energia, uma paixão e um impulso para realizar alguma tarefa. A tarefa pela qual Jesus era zeloso era a conversão de cada coração que Ele encontrava. Ao caminhar de cidade em cidade, encontrando pessoa após pessoa, Jesus pôde ver seus corações. Ele viu que muitas pessoas estavam “perturbadas e abandonadas”. Ele podia ver que eles eram como “ovelhas sem pastor”. E isto levou-O à compaixão e ao zelo para se tornar o seu Pastor, para remover o problema dos seus corações e para que soubessem que foram convidados a pertencer ao Seu novo Reino.

A imagem de Jesus encontrando inúmeras pessoas perturbadas e abandonadas é uma boa imagem para refletir. A razão é que somos nós. Cada um de nós tem os seus próprios problemas interiores. Podemos nos sentir sozinhos, confusos, incertos e às vezes perdidos. A pessoa que não se sente assim é um perfeito santo ou não está sendo honesta. A santidade profunda e a união com Deus curam, é claro, esta luta interior que muitos enfrentam. Nesse caso, a pessoa sabe claramente que pertence à família de Deus, se entende como filho ou filha de Deus e encontra profunda paz nesta verdade. Mas para aqueles que lutam, esta passagem bíblica é especialmente para você.

Leia mais:  Liturgia Diária – Santa Maria Madalena, Segunda-feira (22/07/2024)

Em primeiro lugar, estar “perturbado” pode ser causado por muitas coisas. Para alguns, eles lutam com memórias do passado, relacionamentos rompidos, falta de direção, pecados graves, raiva e coisas do gênero. Portanto, a primeira questão a ponderar honestamente é se você tem ou não um coração perturbado. Até mesmo o maior dos santos encontrará algumas áreas com as quais terá dificuldades. Então, o que é isso para você?

Em segundo lugar, sentir-se “abandonado” é uma cruz pesada. A razão pela qual Jesus veio foi para nos permitir pertencer à Sua família. Isto é conseguido pelo dom da salvação eterna que deve começar agora. Ao recebermos o perdão dos pecados e crescermos numa vida de oração, passamos a conhecer a Deus de uma forma muito íntima e pessoal. Sim, Ele é o Deus Todo-Poderoso e Criador de tudo. Mas Ele também é profundamente pessoal e íntimo e deseja formar um relacionamento real de amor com você.

Se você luta com qualquer um desses problemas, sendo perturbado e/ou abandonado, então considere o zelo que Jesus tem por você. Suas incansáveis ​​e extensas viagens, a pé, enquanto Ele estava engajado em Seu ministério público, deveriam ser vistas como um sinal para você de Seu zelo em vir até você, pessoalmente, para se tornar seu Pastor. Ele quer aliviar todos os fardos e abrir caminho para que você descubra o seu lugar na família Dele. O “Evangelho do Reino” que Jesus pregou convidava todos a se tornarem membros desse Reino. Quando Ele vier até você, saiba que Seu coração está cheio de compaixão por você, assim como aconteceu quando Ele viajou pelo interior há tanto tempo. Ele vê você, olha para o seu coração com amor e nunca tira os olhos de você em sua necessidade, fraqueza e pecado.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sábado (20/07/2024)

Reflita hoje sobre o zelo que Jesus tem pela sua salvação eterna e santidade de vida. Você não pode passar por este mundo sem Ele. Deixe Jesus te procurar, vir até você, falar com você e te convidar para permitir que Ele te pastoreie. Ele quer fazer isso com cada fibra do Seu ser; deixe Jesus cumprir Sua missão em você.

Oração do Dia

Meu divino Pastor, você procura todas as pessoas com o maior zelo e compaixão. Você vê cada coração ferido e partido e deseja curar cada um. Obrigado por vir até mim, querido Senhor, por ser meu Pastor e Guia. Ajude-me a Te ver enquanto Tu olhas para mim em minha fraqueza e dor. E ajude-me a abrir meu coração para Ti agora e durante toda a minha vida. Eu te amo, meu Senhor. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Utilizada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.