Liturgia Diária – Solenidade da Ascensão do Senhor – Domingo (12/05/2024)

Homilia do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária de Domingo, 12 de maio de 2024.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Confira as Leituras com a Reflexão do Evangelho de Hoje e Oração do dia. Acompanhe a Liturgia do dia no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 1,1-11)

Leitura do Livro dos Atos dos Apóstolos:

1No meu primeiro livro, ó Teófilo, já tratei de tudo o que Jesus fez e ensinou, desde o começo, 2até ao dia em que foi levado para o céu, depois de ter dado instruções pelo Espírito Santo, aos apóstolos que tinha escolhido. 3Foi a eles que Jesus se mostrou vivo, depois da sua paixão, com numerosas provas. Durante quarenta dias apareceu-lhes falando do Reino de Deus.

4Durante uma refeição, deu-lhes esta ordem: “Não vos afasteis de Jerusalém, mas esperai a realização da promessa do Pai, da qual vós me ouvistes falar: 5‘João batizou com água; vós, porém, sereis batizados com o Espírito Santo, dentro de poucos dias’”. 6Então os que estavam reunidos perguntaram a Jesus: “Senhor, é agora que vais restaurar o Reino em Israel?”

7Jesus respondeu: “Não vos cabe saber os tempos e os momentos que o Pai determinou com a sua própria autoridade. 8Mas recebereis o poder do Espírito Santo que descerá sobre vós, para serdes minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e na Samaria, e até os confins da terra”.

9Depois de dizer isso, Jesus foi levado ao céu, à vista deles. Uma nuvem o encobriu, de forma que seus olhos não podiam mais vê-lo. 10Os apóstolos continuavam olhando para o céu, enquanto Jesus subia. Apareceram então dois homens vestidos de branco, 11que lhes disseram: “Homens da Galileia, por que ficais aqui, parados, olhando para o céu? Esse Jesus que vos foi levado para o céu, virá do mesmo modo como o vistes partir para o céu”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 46 (47)

— Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta.

— Povos todos do universo, batei palmas, gritai a Deus aclamações de alegria! Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, o soberano que domina toda a terra.

— Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta. Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa, salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!

— Porque Deus é o grande Rei de toda a terra, ao som da harpa acompanhai os seus louvores! Deus reina sobre todas as nações, está sentado no seu trono glorioso.

2ª Leitura

Segunda Leitura (Ef 1,17-23)

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios:

Irmãos: 17O Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai a quem pertence a glória, vos dê um espírito de sabedoria que vo-lo revele e faça verdadeiramente conhecer. 18Que ele abra o vosso coração à sua luz, para que saibais qual a esperança que o seu chamamento vos dá, qual a riqueza da glória que está na vossa herança com os santos, 19 e que imenso poder ele exerceu em favor de nós que cremos, de acordo com a sua ação e força onipotente.

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (22/05/2024)

20Ele manifestou sua força em Cristo, quando o ressuscitou dos mortos e o fez sentar-se à sua direita nos céus, 21bem acima de toda a autoridade, poder, potência, soberania ou qualquer título que se possa mencionar, não somente neste mundo, mas ainda no mundo futuro. 22Sim, ele pôs tudo sob os seus pés e fez dele, que está acima de tudo, a Cabeça da Igreja, 23que é o seu corpo, a plenitude daquele que possui a plenitude universal.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Segunda Leitura (opção mais longa) (Ef 4, 1-13)

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios:

Irmãos:1 Eu, prisioneiro no Senhor, vos exorto a caminhardes de acordo com a vocação que recebestes: 2 Com toda a humildade e mansidão, suportai-vos uns aos outros com paciência, no amor. 3 Aplicai-vos a guardar a unidade do espírito pelo vínculo da paz. 4 Há um só Corpo e um só Espírito, como também é uma só a esperança à qual fostes chamados. 5 Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, 6 um só Deus e Pai de todos, que reina sobre todos, age por meio de todos e permanece em todos.

7 Cada um de nós recebeu a graça na medida em que Cristo lha deu. 8 Daí esta palavra: “Tendo subido às alturas, ele capturou prisioneiros, e distribuiu dons aos homens”.

9 Ele subiu! Que significa isso, senão que ele desceu também às profundezas da terra? 10 Aquele que desceu é o mesmo que subiu mais alto do que todos os céus, a fim de encher o universo. 11 E foi ele quem instituiu alguns como apóstolos, outros como profetas, outros ainda como evangelistas, outros, enfim, como pastores e mestres. 12 Assim, ele capacitou os santos para o ministério, para edificar o corpo de Cristo, 13 até que cheguemos todos juntos à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, ao estado do homem perfeito e à estatura de Cristo em sua plenitude.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Segunda Leitura (opção mais breve) (Ef 4,1-7.11-13)

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios

Irmãos: 1 Eu, prisioneiro no Senhor, vos exorto a caminhardes de acordo com a vocação que recebestes: 2 Com toda a humildade e mansidão, suportai-vos uns aos outros com paciência, no amor. 3 Aplicai-vos a guardar a unidade do espírito pelo vínculo da paz. 4 Há um só Corpo e um só Espírito, como também é uma só a esperança à qual fostes chamados. 5 Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, 6 um só Deus e Pai de todos, que reina sobre todos, age por meio de todos e permanece em todos.

Leia mais:  Liturgia Diária – Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja - Memória, Segunda-feira (20/05/2024)

7 Cada um de nós recebeu a graça na medida em que Cristo lhe deu.

11 E foi ele quem instituiu alguns como apóstolos, outros como profetas, outros ainda como evangelistas, outros, enfim, como pastores e mestres. 12 Assim, ele capacitou os santos para o ministério, para edificar o corpo de Cristo, 13 até que cheguemos todos juntos à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, ao estado do homem perfeito e à estatura de Cristo em sua plenitude.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Evangelho do Dia

Anúncio do Evangelho (Mt 28,16-20)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Ide ao mundo, ensinai aos povos todos; convosco estarei, todos os dias, até o fim dos tempos, diz Jesus.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, 15 e disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! 16 Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. 17 Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; 18 se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”.

19 Depois de falar com os discípulos, o Senhor Jesus foi levado ao céu, e sentou-se à direita de Deus. 20 Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio dos sinais que a acompanhavam.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

O que significa “consagrar” algo ou alguém? Consagração é, obviamente, um termo muito familiar em nossa fé. Falamos do pão e do vinho sendo consagrados e se tornando Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus nosso Senhor. A consagração das meras substâncias terrenas do pão e do vinho transforma-as no próprio Deus. Assim, “consagração” é uma palavra poderosa.

Outro uso familiar desta palavra refere-se àquelas mulheres que foram chamadas por Deus para entrar na vida religiosa para se dedicarem a Deus como esposas de Cristo. Eles se tornam “Religiosos Consagrados” através de seus votos solenes e vitalícios. Eles são dedicados, retirados do mundo e apresentados a Cristo de uma forma única.

Entre os leigos, há muitos que se consagraram à nossa Mãe Santíssima, ou ao Sagrado Coração, ou ao nosso divino Senhor através de alguma outra forma especial de devoção. Em todos estes casos, “consagrar” é dedicar, reservar e santificar. Outra tradução para a palavra “consagrar” acima é “santificar”.

“Santificá-los na verdade” é torná-los santos pela verdade. Esta é a oração de Jesus na passagem acima citada. Esta frase vem da bela oração do Sumo Sacerdote de Jesus, na qual Ele ora ao Pai pelos Seus discípulos e por todos os que eventualmente se tornarão Seus discípulos – e isso inclui você! A oração de Jesus não é apenas eficaz como oração, mas também como lição de santidade. Como nos tornamos santos? Simples. Permitimos que a Palavra do Pai nos consagre na verdade. Por outras palavras, permitimos que a santa Palavra de Deus nos envolva, nos desafie, nos mude, nos chame do pecado, nos aponte para o Céu e transforme todos os aspectos das nossas vidas. A Palavra de Deus é a Verdade, e nos tornaremos santos se formos transformados por esta Verdade.

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (21/05/2024)

De que forma você precisa que a Verdade, dita pelo Pai Celestial, o envolva? Quais são as verdades da nossa fé que você precisa especialmente conhecer, aceitar, professar e acreditar? Uma das melhores maneiras de responder a esta pergunta é comprometer-se com uma leitura profunda e orante da Palavra de Deus. Ao ler as Escrituras em espírito de oração, você se abrirá para tudo o que Deus deseja revelar a você. E à medida que a voz de Deus fala com você através de Sua Palavra, você será convidado a mudar. A Sua Palavra combaterá a confusão e as mentiras do mundo e do maligno e colocar-vos-á no caminho da santidade, da verdadeira santidade e da consagração interior.

Reflita hoje sobre o poder transformador da Palavra de Deus. Reflita sobre o quão plenamente você permitiu que Sua Palavra falasse com você, o chamasse para fora do mundo, o separasse para a santidade e o direcionasse para Ele. O envolvimento na Palavra de Deus deve tornar-se o seu alimento espiritual diário e deve pintar para você o quadro da sua vida gloriosa para a qual você foi chamado.

Oração do Dia

Meu Jesus, Palavra do Pai, Tu és a própria Verdade. Você é a Palavra Viva que veio para nos libertar. Dá-me a graça que preciso para ouvir a Tua santa voz, para que a Tua Verdade me envolva no fundo da minha alma, transformando-me na pessoa que Tu me chamaste para ser. Abro-me a Ti, querido Senhor, e a tudo o que Tu queres me dizer. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *