Liturgia Diária – 19ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (15/08/2023)

Salmo do Dia de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Terça-feira, 15 de agosto de 2023.

Leia diariamente a Liturgia do Dia em nosso site. Receba a reflexão do Evangelho do Dia em nosso site e acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Dt 31,1-8)

Leitura do Livro do Deuteronômio.

1Moisés dirigiu-se a todo Israel com as seguintes palavras: 2“Tenho hoje cento e vinte anos e já não posso deslocar-me. Além do mais, o Senhor me disse: ‘Não atravessarás este rio Jordão’. 3É o Senhor teu Deus que irá à tua frente; ele mesmo, à tua vista, destruirá todas essas nações, para que ocupes suas terras. Josué passará adiante de ti, como disse o Senhor.

4E o Senhor fará com esses povos o que fez com Seon e Og, reis dos amorreus, e com suas terras, que ele destruiu. 5Quando, pois, o Senhor os entregar a vós, fareis com eles exatamente o que vos ordenei. 6Sede fortes e valentes; não vos intimideis nem tenhais medo deles, pois o Senhor teu Deus é ele mesmo o teu guia, e não te deixará nem te abandonará”.

7Depois Moisés chamou Josué e, diante de todo Israel, lhe disse: “Sê forte e corajoso, pois és tu que introduzirás este povo na terra que o Senhor sob juramento prometeu dar a seus pais, e és tu que lhe darás a posse dela. 8 O Senhor que é o teu guia, marchará à tua frente, estará contigo e não te deixará nem te abandonará. Por isso, não temas nem te acovardes”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório Dt 32,3-4a.7.8.9 e 12 (R. 9a)

— A porção do Senhor é o seu povo.

— O nome do Senhor vou invocar; vinde todos e dai glória a nosso Deus! Ele é a Rocha: suas obras são perfeitas.

— Recorda-te dos dias do passado e relembra as antigas gerações; pergunta, e teu pai te contará; interroga, e teus avós te ensinarão.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (12/04/2024)

— Quando o Altíssimo os povos dividiu e pela terra espalhou os filhos de Adão, as fronteiras das nações ele marcou de acordo com o número de seus filhos;

— Mas a parte do Senhor foi o seu povo, e Jacó foi a porção de sua herança. O Senhor, somente ele, foi seu guia, e jamais um outro deus com ele estava.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 18,1-5.10.12-14)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia

— Tomai meu jogo sobre vós e aprendei de mim que sou de coração humilde e manso! (Mt 11,29)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Quem é o maior no Reino dos Céus?” 2Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles 3e disse: “Em verdade vos digo, se não vos converterdes, e não vos tornardes como crianças, não entrareis no Reino dos Céus. 4Quem se faz pequeno como esta criança, este é o maior no Reino dos Céus. 5E quem recebe em meu nome uma criança como esta é a mim que recebe.

10Não desprezeis nenhum desses pequeninos, pois eu vos digo que os seus anjos nos céus veem sem cessar a face do meu Pai que está nos céus. 12Que vos parece? Se um homem tem cem ovelhas, e uma delas se perde, não deixa ele as noventa e nove nas montanhas, para procurar aquela que se perdeu? 13Em verdade vos digo, se ele a encontrar, ficará mais feliz com ela, do que com as noventa e nove que não se perderam. 14Do mesmo modo, o Pai que está nos céus não deseja que se perca nenhum desses pequeninos”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Hoje celebramos um dos dezessete diferentes memoriais, festas e solenidades em honra da Bem-Aventurada Virgem Maria que se encontram no Calendário Litúrgico Romano. A celebração de hoje é uma das quatro grandes solenidades com as quais nossa Mãe Santíssima é homenageada. Obviamente, nenhuma outra pessoa além de nosso Senhor é honrada e celebrada com tanta solenidade quanto a Mãe de Deus.

Leia mais:  Liturgia Diária – Santo Estanislau, bispo e mártir - Memória – Quinta-feira (11/04/2024)

A solenidade da Assunção honra o fato de que, quando a Bem-Aventurada Virgem Maria completou sua vida na terra, ela foi elevada em corpo e alma ao Céu para estar com seu Filho ressuscitado, a fim de adorar a Santíssima Trindade para sempre. É um fato surpreendente considerar que ela mantém seu corpo e alma, unidos como um no Céu, na expectativa daquele dia glorioso em que os novos Céus e a nova Terra serão criados e todos os fiéis ressuscitarão para viver em uma nova vida corporal para sempre com Deus.

Embora este dogma de nossa fé tenha sido mantido e acreditado pelos fiéis desde os primeiros tempos de nossa Igreja, especialmente desde que foi testemunhado por aqueles mais próximos de nossa Santíssima Mãe na época de sua gloriosa Assunção, não foi até 1º de novembro de 1950, que o Papa Pio XII o proclamou solenemente, elevando este ensinamento da nossa fé ao nível de dogma, ou seja, deve ser sustentado e crido por todos. Em parte, o Santo Padre declarou: “…nós pronunciamos, declaramos e definimos como dogma divinamente revelado: que a Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, tendo completado o curso de sua vida terrena, foi assunta em corpo e alma para a glória celestial”.

A passagem acima citada vem do início do cântico de louvor de Maria, o seu Magnificat, com o qual ela não só dá a maior glória a Deus, mas também revela quem ela é. Ela é aquela a quem “todas as gerações” chamarão de “bem-aventurada”. Ela é aquela por quem “o Todo-Poderoso fez grandes coisas”. Ela é aquela que proclamará eternamente “a grandeza do Senhor” e cujo espírito se alegrará para sempre em Deus, seu Salvador. E ela é a mais humilde das servas a quem Deus levantou para a maior glória.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sábado (13/04/2024)

Reflita, hoje, com toda a Igreja, sobre a Gloriosa Sempre Virgem Maria, que foi concebida sem pecado, permaneceu sem pecado durante toda a sua vida e foi elevada em corpo e alma ao Céu, onde agora adora a Santíssima Trindade e intercede por você e para toda a Igreja. Esta é uma solenidade de grande júbilo! Partilhe desta alegria com toda a Igreja e com todos os santos do Céu!

Oração do Dia

Gloriosa e sempre Virgem Maria, eu me alegro hoje com você e com toda a Igreja pelas coisas mais gloriosas que Deus fez por você. Você é beleza além da beleza, Imaculada em todos os sentidos e digna de nosso amor mais profundo. Agora que você compartilha corpo e alma nas glórias do Céu, por favor, ore por mim e por todos os seus queridos filhos na terra. Cubra-nos com seu manto de amor e derrame sempre sobre nós a misericórdia de Deus. Mãe Maria, assunta ao Céu, rogai por nós que recorremos a vós. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Utilizada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *