Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa – Terça-feira (30/04/2024)

Salmo do Dia de Hoje

Liturgia Diária de Terça-feira, 30 de abril de 2024.

Receba diariamente a Liturgia Diária Católica em nosso site. Acompanhe o Evangelho comentado de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 14,19-28)

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, 19 de Antioquia e Icônio chegaram judeus que convenceram as multidões. Então apedrejaram Paulo e arrastaram-no para fora da cidade, pensando que ele estivesse morto. 20 Mas, enquanto os discípulos o rodeavam, Paulo levantou-se e entrou na cidade. No dia seguinte, partiu para Derbe com Barnabé. 21 Depois de terem pregado o Evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, Icônio e Antioquia. 22 Encorajando os discípulos, eles os exortavam a permanecerem firmes na fé, dizendo-lhes: “É preciso que passemos por muitos sofrimentos para entrar no Reino de Deus”. 23 Os apóstolos designaram presbíteros para cada comunidade. Com orações e jejuns, eles os confiavam ao Senhor, em quem haviam acreditado. 24 Em seguida, atravessando a Pisídia, chegaram à Panfília. 25 Anunciaram a palavra em Perge, e depois desceram para Atália. 26 Dali embarcaram para Antioquia, de onde tinham saído, entregues à graça de Deus, para o trabalho que haviam realizado. 27 Chegando ali, reuniram a comunidade. Contaram-lhe tudo o que Deus fizera por meio deles e como havia aberto a porta da fé para os pagãos. 28 E passaram então algum tempo com os discípulos.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 144 (145)

— Ó Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso.

— Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, e os vossos santos com louvores vos bendigam! Narrem a glória e o esplendor do vosso reino e saibam proclamar vosso poder!

— Para espalhar vossos prodígios entre os homens e o fulgor de vosso reino esplendoroso.O vosso reino é um reino para sempre, vosso poder, de geração em geração

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sexta-feira (19/07/2024)

— Que a minha boca cante a glória do Senhor e que bendiga todo ser seu nome santo desde agora, para sempre e pelos séculos.

Evangelho do Dia

Evangelho (14,27-31a)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— O Filho do homem há de ser levantado, para que, quem nele crer, possua a vida eterna. (Lc 24,46.26)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 27 “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; mas não a dou como o mundo. Não se perturbe nem se intimide o vosso coração. 28 Ouvistes que eu vos disse: ‘Vou, mas voltarei a vós’. Se me amásseis, ficaríeis alegres porque vou para o Pai, pois o Pai é maior do que eu. 29 Disse-vos isto, agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós acrediteis. 30 Já não falarei muito convosco, pois o chefe deste mundo vem. Ele não tem poder sobre mim, 31a mas, para que o mundo reconheça que eu amo o Pai, eu procedo conforme o Pai me ordenou”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Então, como a paz que Jesus lhe dá difere da paz aparente que o mundo dá? Todos nós queremos paz na vida. O desejo de paz interior está inscrito na nossa própria natureza. E embora muitas pessoas façam escolhas que levam à desordem interior e até mesmo ao caos, essas escolhas são muitas vezes feitas a partir de uma noção confusa do que realmente proporciona realização.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sábado (20/07/2024)

Por exemplo, aqueles que optam por alimentar o vício em drogas ou álcool muitas vezes começaram esse vício por um desejo equivocado de felicidade. A solução temporária experimentada dá uma sensação temporária de bem-estar. Mas, objetivamente falando, é muito claro que a “paz” temporária que se recebe destas ações conduz, em última análise, à perda daquilo que desejamos. E quando essas escolhas se tornam vícios, a pessoa muitas vezes se vê presa numa espiral descendente.

Existem também inúmeras outras maneiras pelas quais as pessoas buscam satisfação e realização na vida. Dinheiro, promiscuidade, trapaça, egoísmo, raiva, engano e coisas do gênero são ações realizadas com a intenção de alguma satisfação. O nosso objetivo diário deve ser desmascarar essas ações enganosas para que possamos vê-las pelo que são e pelos frutos que produzem. Estas estão claramente entre as muitas maneiras pelas quais o “mundo” nos oferece paz.

Quando se trata da verdadeira felicidade na vida, o dom da verdadeira paz interior é um dos sinais mais claros de que estamos no caminho certo e tomando as decisões certas. Quando escolhemos a vontade de Deus todos os dias, essas escolhas podem ser difíceis e exigir muito sacrifício inicial. O amor pode ser difícil. A fidelidade à lei moral de Deus pode ser um desafio. E recusar-se a pecar é difícil. Mas escolher a vontade de Deus ao longo do nosso dia, todos os dias, começará a produzir dentro de nós o dom consolador e sustentador da paz de Cristo.

A verdadeira paz produz força. Isso leva à integridade e totalidade interiores. Produz clareza de pensamento e certeza nas convicções. A paz de Deus leva a mais paz. Isso leva a escolhas baseadas em ações de amor bem pensadas. A paz nos leva à vontade de Deus, e a vontade de Deus nos leva à paz. O efeito cíclico é exponencial e é um dos guias mais claros para a felicidade na vida.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

Reflita hoje se você realmente tem paz em seu coração. Você reconhece a presença tranquila, forte e sustentadora de Deus em sua alma? Suas escolhas diárias produzem maior integridade de coração e clareza de espírito? Você acha que tem alegria e calma, mesmo em meio aos maiores desafios da vida? Busque essa paz, pois se o fizer, estará buscando o bom Deus que produz esse dom glorioso em seu coração.

Oração do Dia

Meu Senhor da verdadeira paz, Você e Sua santa vontade são o único caminho para a realização mais profunda de todos os meus desejos na vida. Quando faço escolhas erradas que levam à desordem e confusão, ajuda-me a recorrer a Ti de todo o coração. Por favor, desmascare qualquer engano contra o qual eu luto e dê-me a força que preciso para buscar somente a Ti e à Sua paz. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Nas missas, a Liturgia Diária também pode ser usada em outras celebrações da igreja, além de outros momentos como em Grupos de Orações por exemplo.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é a missa de domingo. Neste dia, os católicos devem ir à missa para cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica que diz “Ouvir Missa inteira nos domingos e festas de guarda”.

Deste modo, a Liturgia Diária é a ação do povo em uniformidade com Deus. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de palavras, gestos ou sinais.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.