Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (12/06/2023)

Homilia do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Segunda-feira, 12 de junho de 2023.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Confira as Leituras com a Reflexão do Evangelho de Hoje e Oração do dia. Acompanhe a Liturgia do dia no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (2Cor 1,1-7)

Início da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios.

1Paulo, apóstolo de Jesus Cristo por vontade de Deus e o irmão Timóteo, à Igreja de Deus que está em Corinto e a todos os santos que se encontram em toda a Acaia: 2para vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

3Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e Deus de toda consolação. 4Ele nos consola em todas as nossas aflições, para que, com a consolação que nós mesmos recebemos de Deus, possamos consolar os que se acham em toda e qualquer aflição.

5Pois, à medida que os sofrimentos de Cristo crescem para nós, cresce também a nossa consolação por Cristo. 6Se estamos em aflições, é para a vossa consolação e salvação; se somos consolados, é para a vossa consolação. E essa consolação sustenta a vossa paciência em meio aos mesmos sofrimentos que nós também padecemos.

7E a nossa esperança a vosso respeito é firme, pois sabemos que, assim como participais dos nossos sofrimentos, participais também da nossa consolação.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 33 (34)

— Provai e vede quão suave é o Senhor!

— Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!

— Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou.

— Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia.

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana da Páscoa – Sábado (18/05/2024)

— O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 5,1-12)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Alegrai-vos, vós todos, porque grande há de ser a recompensa nos céus que um dia tereis! (Mt 5,12)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2e Jesus começou a ensiná-los:

3“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.

5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.

7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.

9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.

11Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim.

12Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus. Do mesmo modo perseguiram os profetas que vieram antes de vós.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Hoje recebemos o chamado incrivelmente elevado das bem-aventuranças para ponderar. Essas lições foram ensinadas por Jesus em uma colina ao norte do Mar da Galileia. Muitos vinham a Jesus para ouvi-lo pregar e testemunhar seus muitos milagres. Eles se reuniram a Ele neste local remoto, e Jesus os fez reclinar-se enquanto pregava o que agora é conhecido como “O Sermão da Montanha”. Este sermão é encontrado nos capítulos 5 a 7 do Evangelho de Mateus, e ocorre logo após Jesus iniciar Seu ministério público.

Leia mais:  Liturgia Diária – Solenidade de Pentecostes – Domingo (19/05/2024)

Que maneira de começar Seu ministério público! Esse ensinamento de Jesus era totalmente novo e deve ter deixado muita gente hipnotizada. Jesus não ensinava mais apenas os preceitos do Antigo Testamento, como os Dez Mandamentos; Ele agora elevou a lei moral a um nível nunca antes concebido.

À medida que as pessoas ouviam esse novo mestre falar com nova autoridade e sabedoria, elas podem ter ficado excitadas e confusas ao mesmo tempo. Ter fome e sede de justiça, ser misericordioso e limpo de coração e ser um pacificador poderia ter sido aceito. Mas por que ser pobre, triste e manso eram considerados bênçãos? E ainda mais desafiador, por que era bom ser perseguido por causa da justiça ou insultado e acusado falsamente por causa de Jesus?

Quando o ensinamento novo e radical de Jesus é claramente compreendido, não são apenas Seus primeiros discípulos que podem ter ficado confusos e entusiasmados ao mesmo tempo. Você também, se realmente ouvir Seus ensinamentos e entender o que Ele quer dizer, descobrirá que pode ser desafiado no âmago do seu ser. O ensinamento de Jesus deve ser abraçado, plenamente e sem hesitação.

As bem-aventuranças são nosso chamado à perfeição. Eles traçam para nós o caminho pelo qual viajamos para as alturas da santidade e alcançamos a glória do Céu. Eles são nosso roteiro detalhado e bem ajustado para a plenitude da felicidade e da alegria. Mas também nos chamam a uma transformação radical de nossas mentes e de nossas ações. Eles não são “facilmente” aceitos, no sentido de que exigem que nos afastemos de todas as tendências egoístas que temos e escolhamos viver livres de todas as tentações, apegos e pecados terrenos. A perfeição espera por aqueles que ouvem, compreendem e abraçam as bem-aventuranças.

Leia mais:  Liturgia Diária – Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja - Memória, Segunda-feira (20/05/2024)

Reflita, hoje, sobre o início deste desafiador Sermão da Montanha. Procure encontrar tempo para levar cada bem-aventurança à oração. É somente através da oração e da meditação que se compreenderá o significado pleno de cada um destes convites à santidade. Comece com o apelo à pobreza interior de espírito. Esta bem-aventurança nos chama ao completo desapego de tudo o que não faz parte da vontade de Deus. A partir daí, considere a importância de lamentar seu pecado, de buscar pureza de coração e humildade em todas as coisas. Reflita sobre cada bem-aventurança e dedique tempo àquela que é mais desafiadora para você. Nosso Senhor tem muito a dizer a você através deste sermão. Não hesite em permitir que Ele o conduza às alturas da santidade por meio dela.

Oração do Dia

Senhor de toda a santidade, Tu és perfeito em todos os sentidos. Você viveu todas as virtudes e bem-aventuranças com perfeição. Dá-me a graça de me abrir a Ti para ouvir Tu chamar-me à perfeição de vida e responder generosamente com toda a minha vida. Torna-me santo, querido Senhor, para que eu encontre a felicidade e a realização que desejas conceder. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *