Liturgia Diária – 12ª Semana do Tempo Comum, Quinta-feira (29/06/2023)

Reflexão do Evangelho do Dia

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quinta-feira, 29 de junho de 2023.

Leia aqui diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Homilia Diária Comentada do Evangelho. Leia agora a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Gn 16,6b-12.15-16)

Leitura do Livro do Gênesis.

Naqueles dias, 6bSarai maltratou tanto Agar que ela fugiu. 7Um anjo do Senhor, encontrando-a junto à fonte do deserto, no caminho de Sur, disse-lhe: 8“Agar, escrava de Sarai, de onde vens e para onde vais?” Ela respondeu: “Estou fugindo de Sarai, minha senhora”. 9E o anjo do Senhor lhe disse: “Volta para a tua senhora e sê submissa a ela”. 10E acrescentou: “Multiplicarei a tua descendência de tal forma, que não se poderá contar”. 11Disse, ainda, o anjo do Senhor: “Olha, estás grávida, e darás à luz um filho e o chamarás Ismael, porque o Senhor te ouviu na tua aflição. 12Ele será indomável como um jumento selvagem, sua mão se levantará contra todos, e a mão de todos contra ele. E ele viverá separado de todos os seus irmãos”.

15Agar deu à luz o filho de Abrão; e ele pôs o nome de Ismael ao filho que Agar lhe deu. 16Abrão tinha oitenta e seis anos, quando Agar deu à luz Ismael.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 105 (106)

– Dai graças ao Senhor, porque ele é bom.

– Dai graças ao Senhor, porque ele é bom, porque eterna é a sua misericórdia! Quem contará os grandes feitos do Senhor? Quem cantará todo o louvor que ele merece?

– Felizes os que guardam seus preceitos e praticam a justiça em todo tempo! Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos, pelo amor que demonstrais ao vosso povo!

– Visitai-me com a vossa salvação, para que eu veja o bem-estar do vosso povo, e exulte na alegria dos eleitos, e me glorie com os que são vossa herança.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 7, 21-29

– Aleluia, Aleluia, Aleluia.

Leia mais:  Liturgia Diária – Santo Estanislau, bispo e mártir - Memória – Quinta-feira (11/04/2024)

– Quem me ama realmente guardará minha palavra e meu Pai o amará, e a ele nós viremos (Jo 14,23);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 21″Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’ entrará no reino dos céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está nos céus. 22Naquele dia, muitos vão me dizer: ‘Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? Não foi em teu nome que expulsamos demônios? E não foi em teu nome que fizemos muitos milagres?’ 23Então eu lhes direi publicamente: jamais vos conheci. Afastai-vos de mim, vós que praticais o mal. 24Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha. 25Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha. 26Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. 27Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e a casa caiu, e sua ruína foi completa!” 28Quando Jesus acabou de dizer essas palavras, as multidões ficaram admiradas com seu ensinamento. 29De fato, ele as ensinava como quem tem autoridade e não como os mestres da lei.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Os santos Pedro e Paulo são frequentemente referidos como dois dos grandes “Pilares da Igreja”. Cada um deles desempenhou um papel incrivelmente essencial no estabelecimento da Igreja primitiva. E embora cada um de seus papéis fosse essencial e fundamental, seus papéis eram tão diferentes quanto eram diferentes como pessoas.

Pedro era um homem de família, um pescador local, sem instrução e bastante comum. Pelo que sabemos sobre ele antes de ser chamado por Jesus, não havia nada que o qualificasse de maneira única para se tornar um dos pilares da nova Igreja a ser estabelecida pelo Filho de Deus. Jesus simplesmente o chamou, e ele respondeu. Jesus entrou no barco de Pedro, ordenou-lhe que lançasse as redes e produziu uma grande quantidade de peixes. Quando Pedro viu este milagre, ele caiu aos pés de Jesus e reconheceu que ele era “um homem pecador” que não era digno de estar na presença de Jesus (Veja Lucas 5:8). Mas Jesus informou a Pedro que dali em diante ele estaria pescando homens. Pedro imediatamente deixou tudo para trás e seguiu Jesus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sábado (13/04/2024)

Paulo descreve a si mesmo como “um judeu, nascido em Tarso, na Cilícia, mas criado nesta cidade aos pés de Gamali-el, educado de acordo com a estrita maneira da lei de nossos pais, sendo zeloso de Deus como todos vocês são hoje” (Atos 22:3). Paulo foi bem educado na mais estrita interpretação da lei judaica, entendia de filosofia e era bastante zeloso quando jovem. Lembre-se, também, que antes de se converter ao cristianismo, ele “perseguia violentamente a igreja de Deus e procurava destruí-la” (Gálatas 1:13). De muitas maneiras, Paulo teria sido visto como a pessoa mais improvável de ser escolhida para ser um pilar da Igreja, porque ele se opôs tão vigorosamente a princípio. Ele até apoiou a morte de Santo Estêvão, o primeiro mártir cristão.

Embora cada um desses homens fosse considerado por muitos como improváveis ​​fundadores da Igreja Cristã, foi exatamente isso que eles se tornaram. Paulo, após sua conversão, viajou por toda parte para pregar o Evangelho, fundando várias novas Igrejas em toda a Ásia Menor e Europa. Por fim, ele foi preso em Jerusalém, levado a Roma para julgamento e decapitado. Mais da metade dos livros do Novo Testamento são atribuídos a Paulo e metade dos Atos dos Apóstolos detalham as viagens missionárias de Paulo. Paulo é especialmente conhecido por sua atividade missionária aos gentios, aqueles que não eram judeus.

O papel de Pedro foi verdadeiramente único. Seu nome foi mudado de “Simão” para “Pedro” por Jesus. Lembre-se de Jesus dizendo: “E eu te digo, tu és Pedro (Petros), e sobre esta pedra (petra) edificarei a minha igreja… (Mateus 16:18). “Pedro” em grego é Petros, significando uma única pedra móvel. No entanto, a palavra grega petra significa uma rocha como uma formação sólida que é fixa, imóvel e duradoura. Portanto, Jesus escolheu fazer de Pedro, esta única pedra, um fundamento sólido de rocha imóvel sobre o qual a Igreja deveria ser construída.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (12/04/2024)

Você também foi chamado por nosso Senhor para uma missão única dentro da Igreja que não foi confiada a outro. À sua maneira, Deus quer usar você para alcançar certas pessoas com o Evangelho, como fez com São Paulo. E como São Pedro, Deus quer continuar a estabelecer Sua Igreja sobre você e sua fé.

Reflita, hoje, sobre esses dois pilares sagrados e únicos de nossa Igreja. Ao fazer isso, pondere como Deus pode querer usá-lo para continuar sua missão neste mundo. Embora os santos Pedro e Paulo estejam entre os maiores e mais importantes cristãos em nosso mundo, sua missão deve continuar, e você está entre os instrumentos que Deus deseja usar. Comprometa-se com esta missão para que a pregação do Evangelho e o fundamento de nossa Igreja permaneçam fortes em nossos dias e épocas, assim como eram no passado.

Oração do Dia

São Pedro, você foi escolhido de maneira única para ser um fundamento de fé sobre o qual a Igreja foi estabelecida. São Paulo, você foi pregar esta fé por toda parte, estabelecendo muitas novas comunidades de fé. Por favor, use-me, querido Senhor, para continuar a missão de Sua Igreja para que a fé seja firmemente plantada nas mentes e corações de todo o Seu povo em todo o mundo. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, o padre ou celebrante faz, por livre interpretação, a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal que descreve a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *