Liturgia Diária – 12ª Semana do Tempo Comum, Sábado (29/06/2024)

Reflexão do Evangelho do Dia

Liturgia Diária de Sábado, 29 de junho de 2024.

Leia aqui diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Homilia Diária Comentada do Evangelho. Leia agora a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Lm 2,2.10-14.18-19)

Leitura do Livro das Lamentações

2 O Senhor destruiu sem piedade todos os campos de Jacó; em sua ira deitou abaixo as fortificações da cidade de Judá; lançou por terra, aviltou a realeza e seus príncipes. 10 Sentados no chão, em silêncio, os anciãos da cidade de Sião espalharam cinza na cabeça, vestiram-se de saco; as jovens de Jerusalém inclinaram a cabeça para o chão. 11 Meus olhos estão machucados de lágrimas, fervem minhas entranhas; derrama-se por terra o meu fel diante da arruinada cidade de meu povo, vendo desfalecerem tantas crianças pelas ruas da cidade. 12 Elas pedem às mães: “O trigo e o vinho, onde estão?” E vão caindo como derrubadas pela morte nas ruas da cidade, até expirarem no colo das mães. 13 Com quem te posso comparar, ou a quem te posso assemelhar, ó cidade de Jerusalém? A quem te igualarei, para te consolar, ó cidade de Sião? Grande como o mar é tua aflição; quem poderá curar-te? 14 Teus profetas te fizeram ver imagens falsas e insensatas, não puseram a descoberto a tua malícia, para tentar mudar a tua sorte; ao contrário, deram-te oráculos mentirosos e atraentes. 18 Grite o teu coração ao Senhor, em favor dos muros da cidade de Sião; deixa correr uma torrente de lágrimas, de dia e de noite. Não te concedas repouso, não cessem de chorar as pupilas de teus olhos. 19 Levanta-te, chora na calada da noite, no início das vigílias, derrama o teu coração, como água, diante do Senhor; ergue as mãos para ele, pela vida de teus pequeninos, que desfalecem de fome em todas as encruzilhadas.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 73 (74)

— Não esqueçais até o fim a humilhação dos vossos pobres.

— Ó Senhor, por que razão nos rejeitastes para sempre e vos irais contra as ovelhas do rebanho que guiais? Recordai-vos deste povo que outrora adquiristes, desta tribo que remistes para ser a vossa herança, e do monte de Sião que escolhestes por morada!

— Dirigi-vos até lá para ver quanta ruína: no santuário o inimigo destruiu todas as coisas; e, rugindo como feras, no local das grandes festas, lá puseram suas bandeiras vossos ímpios inimigos.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sábado (20/07/2024)

— Pareciam lenhadores derrubando uma floresta, ao quebrarem suas portas com martelos e com malhos. Ó Senhor, puseram fogo mesmo em vosso santuário! Rebaixaram, profanaram o lugar onde habitais!

— Recordai vossa Aliança! A medida transbordou, porque nos antros desta terra só existe violência! Que não se escondam envergonhados o humilde e o pequeno, mas glorifiquem vosso nome o infeliz e o indigente!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 8,5-17)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— O Cristo tomou sobre si nossas dores, carregou em seu corpo as nossas fraquezas.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 5 quando Jesus entrou em Cafarnaum, um oficial romano aproximou-se dele, suplicando: 6 “Senhor, o meu empregado está de cama, lá em casa, sofrendo terrivelmente com uma paralisia”. 7 Jesus respondeu: “Vou curá-lo”. 8 O oficial disse: “Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa. Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado. 9 Pois eu também sou subordinado e tenho soldados debaixo de minhas ordens. E digo a um : ‘Vai!’, e ele vai; e a outro: ‘Vem!’, e ele vem; e digo ao meu escravo: ‘Faze isto!’, e ele faz”. 10 Quando ouviu isso, Jesus ficou admirado, e disse aos que o seguiam: “Em verdade, vos digo: nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé. 11 Eu vos digo: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino dos Céus, junto com Abraão, Isaac e Jacó, 12 enquanto os herdeiros do Reino serão jogados para fora, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes”. 13 Então, Jesus disse ao oficial: “Vai! E seja feito como tu creste”. E naquela mesma hora o empregado ficou curado. 14 Entrando Jesus na casa de Pedro, viu a sogra dele deitada e com febre. 15 Tocou-lhe a mão, e a febre a deixou. Ela se levantou, e pôs-se a servi-lo. 16 Quando caiu a tarde, levaram a Jesus muitas pessoas possuídas pelo demônio. Ele expulsou os espíritos, com sua palavra, e curou todos os doentes, 17 para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías: “Ele tomou as nossas dores e carregou as nossas enfermidades”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Os santos Pedro e Paulo são frequentemente referidos como dois dos grandes “Pilares da Igreja”. Cada um deles desempenhou um papel extremamente essencial no estabelecimento da Igreja primitiva. E embora cada um dos seus papéis fosse essencial e fundamental, os seus papéis eram tão diferentes quanto eles eram diferentes como pessoas.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15ª Semana do Tempo Comum, Sexta-feira (19/07/2024)

Pedro era um homem de família, um pescador local, sem instrução e bastante comum. Pelo que sabemos sobre ele antes de ser chamado por Jesus, não havia nada que o tornasse excepcionalmente qualificado para se tornar um dos pilares da nova Igreja a ser estabelecida pelo Filho de Deus. Jesus simplesmente o chamou e ele respondeu. Jesus entrou no barco de Pedro, ordenou-lhe que baixasse as redes e produziu uma grande pescaria. Quando Pedro viu este milagre, ele caiu aos pés de Jesus e reconheceu que ele era “um homem pecador” que não era digno de estar na presença de Jesus (ver Lucas 5:8). Mas Jesus informou a Pedro que dali em diante ele estaria pescando homens. Pedro imediatamente deixou tudo para trás e seguiu Jesus.

Paulo se descreve como “judeu, nascido em Tarso, na Cilícia, mas criado nesta cidade aos pés de Gamaliel, educado segundo a maneira estrita da lei de nossos pais, sendo zeloso de Deus como todos vocês são hoje” (Atos 22:3). Paulo foi bem educado na interpretação mais estrita da lei judaica, entendia de filosofia e era bastante zeloso quando jovem. Lembre-se, também, que antes de se converter ao Cristianismo, ele “perseguiu violentamente a igreja de Deus e tentou destruí-la” (Gálatas 1:13). De muitas maneiras, Paulo teria sido visto como a pessoa mais improvável de ser escolhida para ser um pilar da Igreja, porque no início ele se opôs vigorosamente a isso. Ele até apoiou o assassinato de Santo Estêvão, o primeiro mártir cristão.

Embora cada um desses homens fosse considerado por muitos como fundadores muito improváveis ​​da Igreja Cristã, foi exatamente nisso que eles se tornaram. Paulo, após a sua conversão, viajou por toda parte para pregar o Evangelho, fundando várias novas igrejas em toda a Ásia Menor e na Europa. Por fim, ele foi preso em Jerusalém, levado a Roma para julgamento e decapitado. Mais da metade dos livros do Novo Testamento são atribuídos a Paulo e metade dos Atos dos Apóstolos detalha as viagens missionárias de Paulo. Paulo é especialmente conhecido por sua atividade missionária junto aos gentios, aqueles que não eram judeus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

O papel de Pedro foi verdadeiramente único. Seu nome foi mudado de “Simão” para “Pedro” por Jesus. Lembre-se de Jesus dizendo: “E eu te digo: tu és Pedro (Petros), e sobre esta pedra (petra) edificarei a minha igreja… (Mateus 16:18). “Pedro” em grego é Petros, que significa uma única pedra que é móvel. No entanto, a palavra grega petra significa rocha como uma formação sólida que é fixa, imóvel e duradoura. Portanto, Jesus escolheu fazer de Pedro, desta única pedra, um alicerce sólido de rocha imóvel sobre o qual a Igreja deveria ser construída.

Também vós fostes chamados por Nosso Senhor para uma missão única dentro da Igreja, que não foi confiada a outrem. À sua maneira, Deus quer usar você para alcançar certas pessoas com o Evangelho, como fez com São Paulo. E como São Pedro, Deus quer continuar a estabelecer Sua Igreja sobre você e sua fé.

Reflita hoje sobre estes dois pilares sagrados e únicos da nossa Igreja. Ao fazer isso, pondere como Deus pode querer usá-lo para continuar sua missão neste mundo. Embora os santos Pedro e Paulo estejam entre os maiores e mais importantes cristãos do nosso mundo, a sua missão deve continuar, e vocês estão entre os instrumentos que Deus quer usar. Comprometa-se com esta missão para que a pregação do Evangelho e o alicerce rochoso da nossa Igreja permaneçam fortes nos nossos dias, tal como eram antigamente.

Oração do Dia

São Pedro, você foi escolhido de maneira única para ser um alicerce de fé sobre o qual a Igreja foi estabelecida. São Paulo, você saiu para pregar esta fé em toda parte, estabelecendo muitas novas comunidades de fé. Por favor, use-me, querido Senhor, para continuar a missão da Sua Igreja, para que a fé possa ser firmemente plantada nas mentes e nos corações de todo o Seu povo em todo o mundo. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, o padre ou celebrante faz, por livre interpretação, a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal que descreve a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.