Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 12ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (20/06/2022)

Liturgia Diária da 12ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira, 20 de junho de 2022.

Leia diariamente a Liturgia do Dia aqui no Mundo dos Católicos. Reflita a Homilia do Dia do Evangelho e acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (2 Reis 17,5-8.13-15.18)

Leitura do segundo livro dos Reis.

17 5 Depois atacou Samaria e assediou-a por três anos.

6 No ano nono do reinado de Oséias, o rei da Assíria apoderou-se de Samaria e deportou os israelitas para a Assíria, estabelecendo-os em Hala, às margens do Habor, rio de Gozan, e nas cidades da Média. Causas da ruína de Israel

7 Assim aconteceu porque os filhos de Israel tinham pecado contra o Senhor, seu Deus, que os tinha tirado do Egito e libertado da opressão do faraó, rei dos egípcios. Eles adoraram outros deuses,

8 adotaram os costumes das nações que o Senhor tinha expulsado diante dos israelitas e seguiram os costumes estabelecidos pelos reis de Israel.

13 O Senhor tinha advertido Israel e Judá pela boca de seus profetas e videntes: “Renunciai às vossas más ações; guardai meus mandamentos e minhas leis; observai toda a lei que prescrevi a vossos pais e que vos transmiti pelos meus servos, os profetas”.

14 Mas eles não o quiseram ouvir, e endureceram o seu coração, como o tinham feito seus pais, que se tornaram infiéis ao Senhor, seu Deus.

15 Desprezaram os seus preceitos e a aliança estabelecida com seus pais, não atenderam às advertências que lhes tinha feito, e seguiram as vaidades, tornando-se eles mesmos vaidades; apesar de ter-lhes o Senhor proibido seguir as pisadas dos povos que os cercavam,

Leia mais:  Liturgia Diária - sábado, 29/08/2020

18 Por isso, o Senhor ficou profundamente indignado contra os israelitas e lançou-os para longe de sua face. Só a tribo de Judá subsistiu.

Palavra do Senhor.

Salmo

Vossa mão nos ajude, ouvi-nos, Senhor!

– Rejeitastes, ó Deus, vosso povo

e arrasastes as nossas fileiras;

vós estáveis irado; voltai-vos!

– Abalastes, partistes a terra,

reparai suas brechas, pois treme.

Duramente provastes o povo

e um vinho atordoante nos destes.

– Quem me leva à cidade segura,

e a Edom quem me vai conduzir

se vós, Deus, rejeitais vosso povo

e não mais conduzis nossas tropas?

– Dai-nos, Deus, vosso auxílio na angústia;

nada vale o socorro dos homens!

Mas com Deus nós faremos proezas,

e ele vai esmagar o opressor.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mateus 7,1-5)

Aleluia, aleluia, aleluia.

A palavra do Senhor é viva e eficaz: ela julga os pensamentos e as intenções do coração (Hb 4,12).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

7 1 Disse Jesus: “Não julgueis, e não sereis julgados.

2 Porque do mesmo modo que julgardes, sereis também vós julgados e, com a medida com que tiverdes medido, também vós sereis medidos.

3 Por que olhas a palha que está no olho do teu irmão e não vês a trave que está no teu?

4 Como ousas dizer a teu irmão: ‘Deixa-me tirar a palha do teu olho’, quando tens uma trave no teu?

5 Hipócrita! Tira primeiro a trave de teu olho e assim verás para tirar a palha do olho do teu irmão”.

Palavra da Salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Ser crítico pode ser uma coisa difícil de abalar. Uma vez que alguém cai no hábito de pensar e falar regularmente de forma dura e crítica, é muito difícil para eles mudarem. Na verdade, uma vez que alguém começa a ser crítico e julgador, as chances são de que ele continue nesse caminho tornando-se mais e mais crítico.

Leia mais:  Evangelho do Dia - sexta-feira (1ª Semana da Quaresma), 26/02/2021

Essa é uma das razões pelas quais Jesus aborda essa tendência de maneira tão forte. Após a passagem acima, Jesus declara: “Seu hipócrita, tire primeiro a trave de madeira do seu olho…” Essas palavras e a forte condenação de Jesus de ser julgador não é tanto porque Jesus está com raiva ou duro com a pessoa que julga. Em vez disso, Ele quer redirecioná-los do caminho que estão seguindo e ajudá-los a livrá-los desse fardo pesado. Portanto, uma questão importante a ser ponderada é esta: “Jesus está falando comigo? Eu luto para ser julgador?”

Se a resposta for “sim”, não tenha medo e não desanime. Ver essa tendência e admiti-la é muito importante e é o primeiro passo em direção à virtude que é o oposto de ser crítico. A virtude é a misericórdia. E a misericórdia é uma das virtudes mais importantes que podemos ter hoje.

Parece que os tempos em que vivemos exigem misericórdia mais do que nunca. Talvez uma das razões para isso seja a tendência extrema, como cultura mundial, de ser dura e crítica com os outros. Tudo o que você precisa fazer é ler um jornal, navegar nas mídias sociais ou assistir aos noticiários noturnos para ver que nossa cultura mundial está crescendo continuamente na tendência de analisar e criticar. Esse é um problema real.

A coisa boa sobre a misericórdia é que Deus usa nosso julgamento ou nossa misericórdia (dependendo do que for mais manifesto) como a medida de como Ele nos trata. Ele agirá com grande misericórdia e perdão para conosco quando mostrarmos essa virtude. Mas Ele também mostrará Sua justiça e julgamento quando este for o caminho que tomarmos com os outros. Depende de nós!

Leia mais:  Evangelho do Dia - quinta-feira, 16/07/2020

Reflita, hoje, sobre a misericórdia e o julgamento em sua vida. Qual é maior? Qual é a sua tendência primária? Lembre-se de que a misericórdia é sempre muito mais recompensadora e satisfatória do que julgar. Produz alegria, paz e liberdade. Coloque misericórdia em sua mente e comprometa-se a ver as recompensas abençoadas desse presente precioso.

Oração do Dia

Senhor misericordioso, por favor, encha meu coração de misericórdia. Ajude-me a deixar de lado todo pensamento crítico e palavras duras e substituí-los por Seu amor. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Usada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser usada em outras celebrações. E também pode ser utilizada em outros momentos como em Grupos de Meditação e Orações.

Apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo todos os dias, o ponto central é a missa dominical. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de fé.

Deste modo, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em unidade. Durante a celebração da missa católica, a Liturgia do Dia pode ser praticada por gestos, palavras ou sinais .

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.