Liturgia Diária – 19ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (16/08/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quarta-feira, 16 de agosto de 2023.

Leia diariamente a Liturgia do Dia em nosso site. Receba a reflexão do Evangelho do Dia em nosso site e acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Deuteronômio 34, 1-12

Leitura do Livro do Deuteronômio:

Naqueles dias: 1Moisés subiu das estepes de Moab ao monte Nebo, ao cume do Fasga que está defronte de Jericó. E o Senhor mostrou-lhe todo o país, desde Galaad até Dã, 2o território de Neftali, a terra de Efraim e Manassés, toda a terra de Judá até ao mar ocidental, 3o Negueb e a região do vale de Jericó, cidade das palmeiras, até Segor. 4O Senhor lhe disse: ‘Eis aí a terra pela qual jurei a Abraão, Isaac e Jacó, dizendo: Eu a darei à tua descendência. Tu a viste com teus olhos, mas nela não entrarás’. 5E Moisés, servo do Senhor, morreu ali, na terra de Moab, conforme a vontade do Senhor. 6E ele o sepultou no vale, na terra de Moab, defronte de Bet-Fegor. E ninguém sabe até hoje onde fica a sua sepultura. 7Ao morrer, Moisés tinha cento e vinte anos. Sua vista não tinha enfraquecido, nem seu vigor se tinha esmorecido. 8Os filhos de Israel choraram Moisés nas estepes de Moab, durante trinta dias, até que terminou o luto por Moisés. 9Josué filho de Nun estava cheio do espírito de sabedoria, porque Moisés lhe tinha imposto as mãos. E os filhos de Israel lhe obedeceram e agiram, como o Senhor tinha ordenado a Moisés. 10Em Israel nunca mais surgiu um profeta como Moisés, a quem o Senhor conhecesse face a face, 11nem quanto aos sinais e prodígios que o Senhor lhe mandou fazer na terra do Egito, contra o Faraó, os seus servidores e todo o seu país, 12nem quanto à mão poderosa e a tantos e tão terríveis prodígios, que Moisés fez à vista de todo Israel.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 65 (66)

– Bendito seja o Senhor Deus que me escutou, é ele que dá vida à nossa vida.

– Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! Dizei a Deus: ‘Como são grandes vossas obras!

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (12/06/2024)

– Vinde ver todas as obras do Senhor: seus prodígios estupendos entre os homens! Todos vós que a Deus temeis, vinde escutar: vou contar-vos todo bem que ele me fez! Quando a ele o meu grito se elevou, já havia gratidão em minha boca!

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 18, 15-20

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Em Cristo, Deus reconciliou consigo mesmo a humanidade; e a nós ele entregou esta reconciliação (2Cor 5,19)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, Jesus disse a seus discípulos: 15Se o teu irmão pecar contra ti, vai corrigi-lo, mas em particular, à sós contigo! Se ele te ouvir, tu ganhaste o teu irmão. 16Se ele não te ouvir, toma contigo mais uma ou duas pessoas, para que toda a questão seja decidida sob a palavra de duas ou três testemunhas. 17Se ele não vos der ouvido, dize-o à Igreja. Se nem mesmo à Igreja ele ouvir, seja tratado como se fosse um pagão ou um pecador público. 18Em verdade vos digo, tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu. 19De novo, eu vos digo: se dois de vós estiverem de acordo na terra sobre qualquer coisa que quiserem pedir, isto vos será concedido por meu Pai que está nos céus. 20Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome eu estou ali, no meio deles.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Esta é uma promessa ousada e inspiradora de nosso Senhor. Esta passagem revela o desejo de Jesus de que rezemos com os outros, unindo a nossa oração numa só e oferecendo-a ao Pai. Jesus diz que quando fazemos isso em união com Sua oração, nossa oração será atendida.

A primeira coisa a notar é que esta passagem pode facilmente ser mal interpretada. Por exemplo, Jesus está nos dizendo que se duas ou mais pessoas se reunirem e orarem para que chova, isso acontecerá? Certamente não. A chave para entender esta passagem é encontrada na última linha: “… lá estou eu no meio deles.” Isso significa que o objetivo de reunir duas ou mais pessoas em oração é unir nossa oração unificada à oração de Jesus. O Pai sempre ouve e responde à oração do Filho. Não importa o que o Filho peça ao Pai, é concedido. Assim, esta passagem nos diz que o objetivo de nos reunirmos em oração com os outros, ou seja, com a Igreja, é nos unirmos à única e eterna oração de Deus Filho. Isto é cumprido antes de mais nada na Sagrada Liturgia.

Leia mais:  Liturgia Diária – Memória de São Barnabé Apóstolo, Terça-feira (11/06/2024)

Quando nos reunimos na Liturgia, nossa oração é sempre ouvida. Por que? Porque a Liturgia é antes de tudo uma ação de Deus Filho na qual Ele convida a nós, a Igreja, a participar. E a oração que se faz é a única e eterna oração com a qual Deus Filho pede ao Pai que leve a salvação a todos aqueles que aceitam a ação salvífica do seu sacrifício na Cruz. Quando nos unimos a esta oração, ela é concedida.

Que tipo de oração não é respondida? Primeiro, Deus não concede aquilo que falha em servir à Sua missão. Em segundo lugar, se orarmos pela vontade de Deus, mas deixarmos de fazer nossa parte, nossa oração não será atendida. Por exemplo, se você ora para vencer um pecado específico, mas depois falha em responder à graça que Deus dá, então isso não é culpa de Deus. Terceiro, orar por vingança contra aqueles que nos feriram é ineficaz. E quarto, orar pela conversão de alguém que se recusa a se arrepender também não será cumprido, a menos que eles se arrependam. Estes são apenas alguns exemplos.

Que tipo de oração é eficaz? Como já foi dito, a oração da Liturgia como único Sacrifício de Cristo é sempre ouvida quando dela participamos. Mas há outras maneiras pelas quais nossa oração unida será cumprida com certeza. Por exemplo, se você se reunir com outras pessoas e orar juntos pela graça de uma conversão mais profunda, pode ter certeza de que a graça será oferecida. Cabe a você, então, abrir o coração a essa graça para que seja eficaz. Ou se você orar para que Deus ofereça Sua misericórdia a alguém pego em pecado, pode ter certeza de que essa graça será oferecida, mesmo que a pessoa se recuse a aceitá-la. E a lista poderia continuar. Simplificando, se nos reunirmos com os outros e procurarmos unir nossa oração à única e perfeita oração de Deus Filho, como é oferecida ao Pai Celestial, então aquela oração do Filho na qual compartilhamos será atendida. Talvez a melhor maneira de rezar juntos dessa maneira seja rezar a oração do “Pai Nosso” com outra pessoa. Esta oração é sempre ouvida e respondida pelo Pai, pois é a oração que nos foi dada pelo Filho.

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (10/06/2024)

Reflita, hoje, sobre Deus Filho orando ao Pai. Qual é a Sua oração perfeita? O que Ele pede ao Pai? Procure maneiras pelas quais você pode se unir a outros para unir sua própria oração a esta oração do Filho de Deus. Faça isso antes de tudo na Sagrada Liturgia, mas procure outras maneiras de praticar essa forma de oração. Orar junto com os outros em união com a única oração de Jesus sempre será respondido pelo Pai Celestial.

Oração do Dia

Meu perfeito Senhor, tudo o que pedes ao Pai é concedido a Ti. Por favor, atraia a mim e a todos os membros da Sua Igreja para a Sua oração perfeita ao Pai. Que possamos participar desta oração especialmente através da Sagrada Liturgia, e também quando nos reunimos a dois ou mais. Que possamos orar somente contigo e de acordo com a tua perfeita vontade. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Utilizada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *