Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Quinta-feira (13/01)

Liturgia Diária de quinta-feira, 13 de janeiro de 2022.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Salmo do dia e a Reflexão do Evangelho de Hoje com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (1Sm 4,1-11)

Leitura do Primeiro Livro de Samuel.

1Naqueles dias, os filisteus reuniram-se para fazer guerra a Israel. Israel saiu ao encontro dos filisteus, acampando perto de Eben-Ezer, enquanto os filisteus, de sua parte, avançaram até Afec 2e puseram-se em linha de combate diante de Israel.

Travada a batalha, Israel foi derrotado pelos filisteus. E morreram naquele combate, em campo aberto, cerca de quatro mil homens. 3O povo voltou ao acampamento e os anciãos de Israel disseram: “Por que fez o Senhor que hoje fôssemos vencidos pelos filisteus? Vamos a Silo buscar a arca da aliança do Senhor para que ela esteja no meio de nós e nos salve das mãos dos nossos inimigos”.

4Então o povo mandou trazer de Silo a arca da aliança do Senhor todo-poderoso, que se senta sobre querubins. Os dois filhos de Eli, Hofni e Fineias, acompanhavam a arca. 5Quando a arca da aliança do Senhor chegou ao acampamento, todo Israel rompeu num grande clamor, que ressoou por toda a terra.

6Os filisteus, ouvindo isso, diziam: “Que gritaria é essa tão grande no campo dos hebreus?” E souberam que a arca do Senhor tinha chegado ao acampamento.

7Os filisteus tiveram medo e disseram: “Deus chegou ao acampamento!” E lamentavam-se: 8“Ai de nós! Porque os hebreus não estavam com essa alegria nem ontem nem anteontem. Ai de nós! Quem nos salvará da mão desses deuses tão poderosos? Foram eles que afligiram o Egito com toda espécie de pragas no deserto. 9Mas coragem, filisteus, portai-vos como homens, para que não vos torneis escravos dos hebreus como eles o foram de vós! Sede homens e combatei!

Leia mais:  Evangelho do Dia - quarta-feira, 29/07/2020

10Então os filisteus lançaram-se à luta, Israel foi derrotado e cada um fugiu para a sua tenda. O massacre foi grande: do lado de Israel tombaram trinta mil homens. 11A arca de Deus foi capturada e morreram os dois filhos de Eli, Hofni e Fineias.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 43)

— Libertai-nos, Senhor, pela vossa compaixão!

— Porém, agora nos deixastes e humilhastes, já não saís com nossas tropas para a guerra! Vós nos fizestes recuar ante o inimigo, os adversários nos pilharam à vontade.

— De nós fizestes o escárnio dos vizinhos, zombaria e gozação dos que nos cercam; para os pagãos somos motivo de anedotas, zombam de nós a sacudir sua cabeça.

— Levantai-vos, ó Senhor, por que dormis? Despertai! Não nos deixeis eternamente! Por que nos escondeis a vossa face e esqueceis nossa opressão, nossa miséria?

Evangelho do Dia

Evangelho (Mc 1,40-45)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 40um leproso chegou perto de Jesus, e de joelhos pediu: “Se queres, tens o poder de curar-me”. 41Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele, e disse: “Eu quero: fica curado!” 42No mesmo instante, a lepra desapareceu, e ele ficou curado. 43Então Jesus o mandou logo embora, 44falando com firmeza: “Não contes nada disso a ninguém! Vai, mostra-te ao sacerdote e oferece, pela tua purificação, o que Moisés ordenou, como prova para eles!”

45Ele foi e começou a contar e a divulgar muito o fato. Por isso Jesus não podia mais entrar publicamente numa cidade: ficava fora, em lugares desertos. E de toda parte vinham procurá-lo.

Leia mais:  Liturgia Diária - quinta-feira (3ª Semana da Quaresma), 11/03/2021

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

O homem que foi embora e “começou a divulgar todo o assunto” o fez compreensivelmente. Ele sofria da terrível doença da lepra e provavelmente estava perdendo a esperança. Ele veio a Jesus, ajoelhou-se humildemente diante dEle e expressou sua profunda fé. Ele disse: “Se você quiser, você pode me purificar”. Jesus, é claro, queria purificá-lo e curou imediatamente o leproso.

O interessante é que, depois de curar o homem, Jesus lhe disse para não contar a ninguém. Mas, em sua excitação, o homem saiu contando a todos. O resultado foi que a fama e a reputação de Jesus explodiram e a curiosidade sobre Ele se espalhou por toda parte. As pessoas O procuravam com tanto interesse que, como diz esta passagem acima, “era impossível para Jesus entrar em uma cidade abertamente”.

Esta história deve naturalmente levantar algumas questões em nossas mentes. Um fato interessante para refletir é que Jesus parecia não ter interesse em ser “popular”. Ele poderia facilmente ter ido de cidade em cidade e, ao entrar em uma nova cidade, anunciado: “Atenção a todos… estou aqui!” As pessoas teriam imediatamente se reunido a Ele. Mas, em vez de abraçar Sua fama instantânea, Ele partiu para lugares desertos. As pessoas vinham a Ele nesses lugares desertos de difícil acesso.

Jesus foi para lugares desertos esperando que as pessoas O procurassem porque Sua vida era para promover uma conversão autêntica de almas, não popularidade cultural. Ele não estava interessado na estima da opinião mundana, Ele estava interessado apenas em mudar os corações. Portanto, retirando-se para lugares desertos, pôde deixar que o Pai do Céu trouxesse a Ele aqueles que estavam abertos à conversão autêntica.

Leia mais:  Liturgia Diária - Segunda-feira, 34ª Semana do Tempo Comum, 22/11/2021

O mesmo acontece conosco. O “Jesus popular” nem sempre é o “verdadeiro Jesus”. Em outras palavras, a autêntica mensagem do Evangelho normalmente não é aquela que nossa cultura popular considerará excitante. Jesus e Sua mensagem autêntica do Evangelho nem sempre serão manchetes nos noticiários nacionais. Em vez disso, se quisermos encontrá-lo, devemos buscá-lo diligentemente nos lugares escondidos e tranquilos onde Ele espera por nós.

Reflita, hoje, sobre a imagem de Jesus esperando por você no silêncio. Onde está aquele silencioso “lugar deserto” em que Ele espera? Onde Ele está esperando que você venha e O encontre? Busque-o e quando você o descobrir, você será eternamente grato por ter feito o esforço.

Oração do Dia

Meu Senhor oculto, eu Te busco, mas também percebo que nunca Te busco o suficiente. Você está lá, esperando por mim de inúmeras maneiras. Você está me chamando para um silêncio e solidão mais profundos. Nos lugares desertos da vida, Tu desejas ministrar à minha alma. Ajuda-me a ouvir-te e a fazer a viagem até ti. E ao encontrar-te, ajuda-me a abraçar verdadeiramente a conversão do coração que tens em mente para mim. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Publicado por: Mundo dos Católicos

Artigos relacionados

Liturgia Diária – 3ª Semana Comum, Segunda-feira (24/01)

Liturgia Diária – 3º Domingo do Tempo Comum (23/01)

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Sábado (22/01)

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Sexta-feira (21/01) – Santa Inês

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Quinta-feira (20/01) – São Sebastião

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Quarta-feira (19/01)

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Terça-feira (18/01)

Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Segunda-feira (17/01)

Liturgia Diária – 2º Domingo do Tempo Comum (16/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Sábado (15/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Sexta-feira (14/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Quarta-feira (12/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Terça-feira (11/01)

Liturgia Diária – 1ª Semana Comum, Segunda-feira (10/01)

Liturgia Diária – Festa do Batismo do Senhor, Domingo (09/01)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.