Liturgia Diária – 24ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (18/09/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Segunda-feira, 18 de setembro de 2023.

Confira diariamente a Liturgia Diária Hoje dos Católicos em nosso site. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos: Primeira Leitura, Evangelho e Oração do Dia.

1ª Leitura

Primeira leitura: Timóteo 2, 1-8

Leitura da primeira Carta de São Paulo a Timóteo:

Caríssimo: 1Antes de tudo, recomendo que se façam preces e orações, súplicas e ações de graças, por todos os homens; 2pelos que governam e por todos que ocupam altos cargos, a fim de que possamos levar uma vida tranqüila e serena, com toda piedade e dignidade. 3Isto é bom e agradável a Deus, nosso Salvador; 4ele quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade. 5Pois há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus, 6que se entregou em resgate por todos. Este é o testemunho dado no tempo estabelecido por Deus, 7e para este testemunho eu fui designado pregador e apóstolo, e – falo a verdade, não minto – mestre das nações pagós na fé e na verdade. 8Quero, portanto, que em todo lugar os homens façam a oração, erguendo mãos santas, sem ira e sem discussões.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 27 (28)

– Bendito seja o Senhor, porque ouviu o clamor da minha súplica!

– Escutai o meu clamor, a minha súplica, quando eu grito para vós; quando eu elevo, ó Senhor, as minhas mãos para o vosso santuário.

– Minha força e escudo é o Senhor; meu coração nele confia. Ele ajudou-me e alegrou meu coração; eu canto em festa o seu louvor.

– O Senhor é a fortaleza do seu povo e a salvação do seu Ungido. Salvai o vosso povo e libertai-o; abençoai a vossa herança! Sede vós o seu pastor e o seu guia pelos séculos eternos!

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 7, 1-10

Leia mais:  Liturgia Diária – 11ª Semana do Tempo Comum, Quinta-feira (20/06/2024)

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Deus o mundo tanto amou, que lhe deu seu próprio Filho, para que todo o que nele crer encontre vida eterna (Jo 3,16);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo: 1Quando acabou de falar ao povo que o escutava, Jesus entrou em Cafarnaum. 2Havia lá um oficial romano que tinha um empregado a quem estimava muito, e que estava doente, à beira da morte. 3O oficial ouviu falar de Jesus e enviou alguns anciãos dos judeus, para pedirem que Jesus viesse salvar seu empregado. 4Chegando onde Jesus estava, pediram-lhe com insistência: ‘O oficial merece que lhe faças este favor, 5porque ele estima o nosso povo. Ele até nos construiu uma sinagoga.’ 6Então Jesus pôs-se a caminho com eles. Porém, quando já estava perto da casa, o oficial mandou alguns amigos dizerem a Jesus: ‘Senhor, não te incomodes, pois não sou digno de que entres em minha casa. 7Nem mesmo me achei digno de ir pessoalmente ao teu encontro. Mas ordena com a tua palavra, e o meu empregado ficará curado. 8Eu também estou debaixo de autoridade, mas tenho soldados que obedecem às minhas ordens. Se ordeno a um : ‘Vai!’, ele vai; e a outro: ‘Vem!’, ele vem; e ao meu empregado ‘Faze isto!’, e ele o faz’.’ 9Ouvindo isso, Jesus ficou admirado. Virou-se para a multidão que o seguia, e disse: ‘Eu vos declaro que nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé.’ 10Os mensageiros voltaram para a casa do oficial e encontraram o empregado em perfeita saúde.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

O que é interessante é que estas palavras humildes, ditas por um centurião romano, não foram realmente ditas pelo centurião a Jesus. Isso porque o centurião não acreditava que fosse digno de ir pessoalmente até Jesus. Portanto, ele enviou alguns de seus amigos para falarem estas palavras a Jesus em seu nome. Na verdade, os amigos deste centurião atuaram como intercessores diante de Jesus. A resposta de Jesus foi expressar espanto diante da fé do centurião. Jesus disse à multidão que estava com ele: “Eu vos digo: nem mesmo em Israel encontrei tal fé”. E nesse momento, o servo foi curado por Jesus à distância.

Leia mais:  Liturgia Diária – 11ª Semana do Tempo Comum, Sábado (22/06/2024)

Na maioria das vezes, se temos um pedido importante a fazer a outra pessoa, fazemos isso pessoalmente. A gente vai até a pessoa e conversa cara a cara. E embora certamente possamos recorrer ao Senhor em oração, face a face, de pessoa para pessoa, há algo de muito humilde em levar as nossas necessidades ao Senhor através da intercessão de outra pessoa. Especificamente, há algo de muito humilde em pedir a intercessão dos santos.

Buscar a intercessão dos santos diante de nosso Senhor não é feito porque temos medo de nosso Senhor ou porque Ele ficaria ofendido por irmos diretamente a Ele. Idealmente, é feito como um ato de extrema humildade. Ao confiar a nossa oração a quem está no Céu, olhando para o rosto de Deus, confiamos a nossa oração a Deus. Mas confiar na intercessão dos santos é também uma forma de reconhecer que não somos dignos, pelos nossos próprios méritos, de estar diante do Senhor e apresentar-Lhe o nosso pedido. Essa humildade às vezes pode ser difícil de entender, mas é importante tentar.

Pelo que você precisa orar em sua vida agora? Ao lembrar disso, escolha um santo para atuar como seu amigo e intercessor diante de Deus. Volte-se para aquele santo com humildade e faça uma oração a ele, admitindo que você não é digno de ir ao Senhor por conta própria. Em seguida, confie sua petição a esse santo e peça-lhe que apresente essa oração ao Senhor em seu nome. Orar ao Senhor, através da intercessão de um santo, é também uma forma de dizer que você sabe que a resposta de Jesus a você é pura misericórdia da parte Dele. E a boa notícia é que Jesus deseja profundamente derramar Sua misericórdia quando nos humilhamos diante Dele, especialmente vindo a Ele através da mediação dos santos.

Leia mais:  Liturgia Diária – Memória de São Luís Gonzaga, religioso, Sexta-feira (21/06/2024)

Reflita hoje sobre a humildade deste respeitado centurião romano. Tente entender o poder de sua abordagem humilde pela qual enviou seus amigos a Jesus em seu favor. Ao fazer isso, escolha um santo no Céu e peça-lhe que vá até Nosso Senhor em seu nome e peça que Nosso Senhor lhe conceda a mesma humildade e fé que este centurião. Fazer isso levará nosso Senhor a se surpreender também com sua fé e humildade.

Oração do Dia

Santos de Deus, por favor, ofereçam a Jesus meu humilde pedido para que eu cresça mais na humildade e na fé. Meu precioso Senhor, trago esta e todas as minhas orações a Ti. Ao fazê-lo, reconheço que não sou digno da Tua Divina Misericórdia. Mas através da mediação dos santos no Céu, se for da Tua vontade que me concedas a Tua misericórdia, então humildemente faço este pedido a Ti através deles. Mãe Maria, confio especialmente todas as minhas orações à Tua santa intercessão. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária Hoje, é comum que nas missas o celebrante, faça uma reflexão do Evangelho do Dia logo após a sua leitura. Esta reflexão é feita geralmente por interpretação livre.

O principal ponto da Liturgia Diária, é o Mistério Pascal, que descreve a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *