Liturgia Diária – 2ª Semana da Quaresma, Terça-feira (15/03)

Liturgia Diária de terça-feira, 15 de março de 2022.

Leia diariamente a Liturgia do Dia em nosso site. Primeira Leitura, Salmo do Dia de Hoje e Evangelho com reflexão. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Is 1,10.16-20)

Leitura do Livro do Profeta Isaías.

10Ouvi a palavra do Senhor, magistrados de Sodoma, prestai ouvidos ao ensinamento do nosso Deus, povo de Gomorra. 16Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! 17Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva. 18Vinde, debatamos — diz o Senhor. Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve. Se forem vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como lã. 19Se consentirdes em obedecer, comereis as coisas boas da terra. 20Mas se recusardes e vos rebelardes, pela espada sereis devorados, porque a boca do Senhor falou!

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 49)

— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos.

— Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!

— Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos.

— Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 23,1-12)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.

5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.

6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

A humildade parece uma contradição. Somos facilmente tentados a pensar que o caminho para a grandeza envolve deixar que todos saibam tudo o que fazemos bem. Há uma tentação constante para a maioria das pessoas de apresentar sua melhor face e esperar que os outros a vejam e a admirem. Queremos ser notados e elogiados. E muitas vezes tentamos fazer isso acontecer pelas pequenas coisas que fazemos e dizemos. E muitas vezes tendemos a exagerar quem somos.

Leia mais:  Liturgia Diária - Segunda-feira, 33ª Semana do Tempo Comum, 15/11/2021

Por outro lado, se alguém nos critica e pensa mal de nós, isso tem o potencial de ser devastador. Se ouvirmos que alguém disse algo negativo sobre nós, podemos ir para casa e ficar deprimidos ou zangados com isso o resto do dia, ou mesmo o resto da semana! Por quê? Porque nosso orgulho está ferido e essa ferida pode doer. Pode doer, a menos que tenhamos descoberto o incrível dom da humildade.

A humildade é uma virtude que nos permite ser reais. Isso nos permite cortar qualquer falsa persona que possamos ter e simplesmente ser quem somos. Ele nos permite estar confortáveis ​​com nossas boas qualidades, bem como com nossos fracassos. A humildade nada mais é do que ser honesto e verdadeiro sobre nossas vidas e estar confortável com essa pessoa.

Jesus nos dá uma lição maravilhosa na passagem do Evangelho acima que é muito difícil de viver, mas é absolutamente a chave para viver uma vida feliz. Ele quer que sejamos exaltados! Ele quer que sejamos notados pelos outros. Ele quer que nossa luz de bondade brilhe para que todos vejam e que essa luz faça a diferença. Mas Ele quer que seja feito de verdade, não apresentando uma falsa persona. Ele quer que o verdadeiro “eu” brilhe. E isso é humildade.

Humildade é sinceridade e autenticidade. E quando as pessoas veem essa qualidade em nós, elas ficam impressionadas. Não tanto de uma forma mundana, mas de uma forma humana autêntica. Eles não olharão para nós e terão inveja, mas olharão para nós e verão as verdadeiras qualidades que temos e as apreciarão, admirarão e desejarão imitá-las. A humildade permite que o verdadeiro você brilhe. E, acredite ou não, o verdadeiro você é alguém que os outros querem conhecer.

Leia mais:  Evangelho do Dia – Terça-feira, 33ª Semana do Tempo Comum, 16/11/2021

Reflita, hoje, em quão genuíno você é. Faça deste tempo da Quaresma um tempo em que a tolice do orgulho seja quebrada. Deixe Deus remover toda falsa imagem de si mesmo para que o verdadeiro você possa brilhar. Humilhe-se dessa maneira e Deus o tomará e o exaltará à Sua maneira, para que seu coração possa ser visto e amado por aqueles ao seu redor.

Oração do Dia

Senhor da humildade perfeita, faça-me humilde. Ajude-me a ser sincero e honesto sobre quem eu sou. E com essa honestidade, ajude-me a deixar Seu Coração, vivendo no meu, brilhar para os outros verem. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Utilizada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

Publicado por: Mundo dos Católicos

Artigos relacionados

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (16/05)

Liturgia Diária – 5º Domingo da Páscoa (15/05)

Liturgia Diária – São Matias, Apóstolo – Festa, Sábado (14/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (13/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (12/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (11/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Terça-feira (10/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (09/05)

Liturgia Diária – 4º Domingo da Páscoa (08/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sábado (07/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (06/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (05/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (04/05)

Liturgia Diária – São Felipe e São Tiago, Apóstolos – Festa, Terça-feira (03/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (02/05)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.