Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Sábado (21/05)

Liturgia Diária da 5ª Semana da Páscoa, sábado, 21 de maio de 2022.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (Atos 16,1-10)
Leitura dos Atos dos Apóstolos.

16 1 Chegou a Derbe e depois a Listra. Havia ali um discípulo, chamado Timóteo, filho de uma judia cristã, mas de pai grego,

2 que gozava de ótima reputação junto dos irmãos de Listra e de Icônio.

3 Paulo quis que ele fosse em sua companhia. Ao tomá-lo consigo, circuncidou-o, por causa dos judeus daqueles lugares, pois todos sabiam que o seu pai era grego.

4 Nas cidades pelas quais passavam, ensinavam que observassem as decisões que haviam sido tomadas pelos apóstolos e anciãos em Jerusalém.

5 Assim as igrejas eram confirmadas na fé, e cresciam em número dia a dia.

6 Atravessando em seguida a Frígia e a província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra de Deus na (província da) Ásia.

7 Ao chegarem aos confins da Mísia, tencionavam seguir para a Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu.

8 Depois de haverem atravessado rapidamente a Mísia, desceram a Trôade.

9 De noite, Paulo teve uma visão: um macedônio, em pé, diante dele, lhe rogava: “Passa à Macedônia, e vem em nosso auxílio!”

10 Assim que teve essa visão, procuramos partir para a Macedônia, certos de que Deus nos chamava a pregar-lhes o Evangelho.

Palavra do Senhor.

Leia mais:  Liturgia Diária - Domingo, Solenidade de Todos os Santos, 07/11/2021

Salmo

Salmo Responsorial 99/100

Aclamai o Senhor, ó terra inteira.

– Aclamai o Senhor, ó terra inteira,

servi ao Senhor com alegria,

ide a ele cantando jubilosos!

– Sabei que o Senhor, só ele, é Deus,

ele mesmo nos fez e somos seus,

nós somos seu povo e seu rebanho.

– Sim, é bom o Senhor e nosso Deus,

sua bondade perdura para sempre,

seu amor é fiel e eternamente!

Evangelho do Dia

Evangelho (João 15,18-21)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Se com Cristo ressurgistes, procurai o que é do alto, onde Cristo está sentando á direita de Deus Pai (Cl 3,1).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.

15 18 Disse Jesus: “Se o mundo vos odeia, sabei que me odiou a mim antes que a vós.

19 Se fôsseis do mundo, o mundo vos amaria como sendo seus. Como, porém, não sois do mundo, mas do mundo vos escolhi, por isso o mundo vos odeia.

20 Lembrai-vos da palavra que vos disse: ‘O servo não é maior do que o seu senhor’. Se me perseguiram, também vos hão de perseguir. Se guardaram a minha palavra, hão de guardar também a vossa.

21 Mas vos farão tudo isso por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou”.

Palavra da Salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Você quer ser como Jesus? Se sim, cuidado com o que isso significa. É fácil pensar que quanto mais nos aproximamos de Cristo, mais seremos amados e compreendidos pelo mundo. Podemos pensar que todos verão nossa santidade e a admirarão e tudo será bom e fácil na vida.

Leia mais:  Evangelho do Dia - Sexta-feira, 15ª Semana do Tempo Comum, 16/07/2021

Mas tudo o que temos a fazer é olhar para a vida de Cristo para saber que não é esse o caso. Ele era obviamente perfeito em todos os sentidos. Como resultado, Ele foi tratado com grande malícia e perseguição. É difícil entender a verdade sombria de que eles realmente o mataram. No escuro da noite, Ele foi preso, submetido a um julgamento simulado, considerado culpado e condenado à morte. Sua punição foi então executada imediatamente.

Por que fizeram isso com o Filho de Deus? Por que alguém tão perfeito e misericordioso em todos os sentidos seria tratado tão cruelmente?

Se estivéssemos lá, como Seus primeiros seguidores, provavelmente teríamos ficado chocados, assustados, escandalizados e confusos. Podemos ter pensado que Jesus errou e perdeu a esperança Nele. Mas Seu plano era perfeito em todos os sentidos e Seu plano O envolvia centralmente suportando falsas acusações e perseguição maliciosa. E ao aceitar livremente esse abuso, Ele redimiu o mundo.

Então, de volta à pergunta original: “Você quer ser como Jesus?” Esta é uma pergunta difícil quando olhamos para ela à luz do que aconteceu com Ele. “Nenhum escravo é maior que seu senhor.” “Se eles me perseguiram, eles também o perseguirão.” Estes são ditos difíceis de aceitar e concordar.

Perseguição é algo do qual não devemos fugir. Não devemos nos desesperar se isso acontecer e não devemos ficar de cabeça baixa. Porque? Porque a perseguição é um sinal claro de que estamos seguindo os passos de nosso Mestre. Estamos mais profundamente unidos a Cristo como resultado da perseguição do que jamais poderíamos imaginar.

Leia mais:  Evangelho do Dia - domingo, 11/10/2020

A chave é saber que Deus pretende usar todos os maus-tratos para o bem, se O permitirmos. E deixamos que Ele a use para o bem quando a entregamos a Ele e a recebemos de graça, não de má vontade. Nossa resposta deve ser “alegrar-se e regozijar-se” por termos sido considerados dignos de seguir os passos de nosso Divino Senhor.

Reflita hoje sobre qualquer forma de perseguição ou injustiça que você sofre por causa de sua fé e abraço do Evangelho. O Senhor quer usar isso se você permitir.

Oração do Dia

Meu Senhor perseguido, eu entrego a Ti tudo o que me pesa. Dou qualquer sofrimento que recebo por ser Teu seguidor. Que eu possa não apenas imitá-lo em seu sofrimento, mas também em seu abraço voluntário. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, por volta de XVI.

A Liturgia Diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A Liturgia Diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.