Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 6ª Semana da Páscoa, Sábado (28/05)

Liturgia Diária da 6ª Semana da Páscoa, sábado, 28 de maio de 2022.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Salmo do dia e a Reflexão do Evangelho de Hoje com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (Atos 18,23-28)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

18 23 Paulo se demorou aí apenas por algum tempo, partiu de novo e atravessou sucessivamente as regiões da Galácia e da Frígia, fortalecendo todos os discípulos.

24 Entrementes, um judeu chamado Apolo, natural de Alexandria, homem eloquente e muito versado nas Escrituras, chegou a Éfeso.

25 Era instruído no caminho do Senhor, falava com fervor de espírito e ensinava com precisão a respeito de Jesus, embora conhecesse somente o batismo de João.

26 Começou, pois, a falar na sinagoga com desassombro. Como Priscila e Áquila o ouvissem, levaram-no consigo, e expuseram-lhe mais profundamente o caminho do Senhor.

27 Como ele quisesse ir à Acaia, os irmãos animaram-no e escreveram aos discípulos que o recebessem bem. A sua presença (em Corinto) foi, pela graça de Deus, de muito proveito para os que haviam crido,

28 pois com grande veemência refutava publicamente os judeus, provando, pelas Escrituras, que Jesus era o Messias.

Palavra do Senhor.

Salmo

O Senhor é o grande rei de toda a terra.

– Povos todos do universo, batei palmas,

gritai a Deus aclamações de alegria!

Porque sublime é o Senhor, o Deus altíssimo,

o soberano que domina toda a terra.

– Porque Deus é o grande rei de toda a terra,

ao som da harpa acompanhai os seus louvores!

Leia mais:  Liturgia Diária - quarta-feira, 08/07/2020

Deus reina sobre todas as nações,

está sentado no seu trono glorioso.

– Os chefes das nações se reuniram

com o povo do Deus santo de Abraão,

pois só Deus é realmente o Altíssimo,

e os poderosos desta terra lhe pertencem!

Evangelho do Dia

Evangelho (João 16,23-28)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Saí do Pai e vim ao mundo, eu deixo o mundo e vou ao Pai (Jo 16,28).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 16 23 “Naquele dia não me perguntareis mais coisa alguma. Em verdade, em verdade vos digo: o que pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo dará.

24 Até agora não pedistes nada em meu nome. Pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja perfeita.

25 Disse-vos essas coisas em termos figurados e obscuros. Vem a hora em que já não vos falarei por meio de comparações e parábolas, mas vos falarei abertamente a respeito do Pai.

26 Naquele dia pedireis em meu nome, e já não digo que rogarei ao Pai por vós.

27 Pois o mesmo Pai vos ama, porque vós me amastes e crestes que saí de Deus.

28 Saí do Pai e vim ao mundo. Agora deixo o mundo e volto para junto do Pai”.

Palavra da Salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Por que Jesus fala em “figuras de linguagem” em vez de falar claramente? Boa pergunta.

Vemos esse mesmo fato nas muitas parábolas que Jesus falou. Muito provavelmente, quando as pessoas ouvissem Suas parábolas, elas iriam embora perguntando: “O que você acha que Ele quis dizer com isso?” Então, por que Jesus fala em uma linguagem velada em vez de falar clara e diretamente?

Leia mais:  Liturgia Diária - quinta-feira, 23/07/2020

A resposta tem a ver conosco e com nossa falta de abertura à Verdade. Se estivéssemos totalmente abertos à Verdade, e se estivéssemos completamente prontos para abraçar a Verdade, não importa o que fosse, Jesus seria capaz de falar conosco claramente e responderíamos imediatamente. Mas raramente é assim que acontece. A chave para entender isso é entender a conexão entre o conhecimento da vontade de Deus e a vontade de cumprir imediatamente essa vontade.

Muitas vezes, queremos que Jesus nos diga Sua vontade, medite sobre ela, considere-a e depois volte com nossa resposta. Mas não acontece assim. Em vez disso, se queremos que Jesus fale conosco claramente, devemos dizer sim a Ele mesmo antes de sabermos o que Ele quer. A disposição de abraçar Sua vontade é um pré-requisito para entender Sua vontade.

Claro que nossa Mãe Santíssima é o exemplo perfeito disso. Antes do anjo vir até ela, ela continuamente dizia “sim” à vontade de Deus. Então, quando o anjo veio até ela e lhe disse o que aconteceria, ela pediu clareza. E ela realmente obteve essa clareza como uma resposta direta à sua pergunta. “O Espírito Santo te cobrirá com a sua sombra e o poder do Altíssimo virá sobre ti…” disse o anjo. Mas a única razão pela qual o anjo, como mensageiro de Deus, falou com tanta clareza foi porque ela já havia mostrado que seu coração estava totalmente em conformidade com o plano de Deus, não importa qual fosse.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (06/05)

Reflita, hoje, sobre quão claramente você ouve Deus falar com você. Você quer que Ele seja mais claro para você? Você quer que Ele fale com você com maior clareza? Se assim for, trabalhe para entregar sua vontade mais completamente àquilo que você nem conhece. Diga “sim” para o que Deus quer de você amanhã, e diga “sim” para isso hoje. Construir esse hábito de dizer sim imediatamente abrirá a porta para uma maior clareza em tudo o que Deus quer dizer.

Oração do Dia

Senhor, a resposta é “Sim”. Eu escolho a Tua vontade hoje, amanhã e sempre. Eu não escolho nada além da Tua vontade. Ao dizer “sim” a Ti, ajude-me a crescer em maior clareza de tudo o que Tu me pedes. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.