Liturgia Diária – 8ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (28/05/2024)

Reflexão do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária de Terça-feira, 28 de maio de 2024.

Confira todos os dias a Liturgia de Hoje dos Católicos em nosso site. Acompanhe as Leituras, a Oração do dia e o Evangelho Hoje com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (1Pd 1,10-16)

Leitura da Primeira Carta de São Pedro

Caríssimos, 10 Esta salvação tem sido objeto das investigações e meditações dos profetas. Eles profetizaram a respeito da graça que vos estava destinada. 11 Procuraram saber a que época e a que circunstâncias se referia o Espírito de Cristo, que estava neles, ao anunciar com antecedência os sofrimentos de Cristo e a glória consequente. 12 Foi-lhes revelado que, não para si mesmos, mas para vós, estavam ministrando estas coisas, que agora são anunciadas a vós por aqueles que vos pregam o evangelho em virtude do Espírito Santo, enviado do céu; revelações essas, que até os anjos desejam contemplar! 13 Por isso, aprontai a vossa mente; sede sóbrios e colocai toda a vossa esperança na graça que vos será oferecida na revelação de Jesus Cristo. 14 Como filhos obedientes, não modeleis a vossa vida de acordo com as paixões de antigamente, do tempo da vossa ignorância. 15 Antes, como é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos, também vós, em todo o vosso proceder. 16 Pois está na Escritura: “Sede santos, porque eu sou santo”.
– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 97 (98)

— O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.

Leia mais:  Liturgia Diária – 11ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (17/06/2024)

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória.

— O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mc 10,28-31)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, pois, revelaste os mistérios do teu Reino aos pequeninos, escondendo-os aos doutores! (Cf. Mt 11,25)

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 28 começou Pedro a dizer a Jesus: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. 29 Respondeu Jesus: “Em verdade vos digo, quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, campos, por causa de mim e do Evangelho, 30 receberá cem vezes mais agora, durante esta vida — casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições — e, no mundo futuro, a vida eterna. 31 Muitos que agora são os primeiros serão os últimos. E muitos que agora são os últimos serão os primeiros”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

A declaração de Jesus acima é uma resposta a Pedro, que lhe disse: “Nós abandonamos tudo e te seguimos”. Era como se Pedro estivesse se dando tapinhas nas costas, tentando destacar o quanto ele e os outros discípulos haviam sacrificado para seguir Jesus. E era verdade, eles desistiram de tudo da sua vida anterior. Saíram de casa, da sua ocupação, das suas relações e de tudo o que fazia parte do seu cotidiano estabelecido em resposta ao chamamento de Jesus. Eles estavam realmente envolvidos.

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Sábado (15/06/2024)

Ao ouvir esta afirmação de Pedro, Jesus não dá a resposta esperada. Ele não diz a Pedro: “Sim, você disse, isso é muito impressionante, Pedro. Bom trabalho e obrigado!” Em vez disso, Jesus explica imediatamente a Pedro que o sacrifício que ele e os outros fizeram valeu a pena. O seu compromisso inabalável de seguir Jesus seria recompensado com presentes além da sua imaginação. Assim, Jesus estava dizendo que os dons que Ele lhes concederia seriam exponencialmente maiores do que cada sacrifício que fizessem.

Isto não foi uma depreciação do auto-sacrifício de Pedro; antes, foi uma forma de encorajamento de Jesus. Ele estava encorajando Pedro e os outros discípulos a terem plena confiança em sua decisão de segui-Lo. Seu sacrifício renderia um retorno cem vezes maior. Esse é realmente um bom investimento.

Pode ser tentador para todos nós, às vezes, sentir que Deus exige demais de nós. É verdade que Deus pede muito de nós. Ele pede tudo de nós. Ele pede o dom completo e total de nossas vidas a Ele. Ele nos chama a abandonar todo egoísmo e a nos dedicarmos à Sua santa vontade, sem exceção. Mas se compreendermos a recompensa da nossa doação, então os sacrifícios que fazemos serão insignificantes em comparação com a recompensa.

Reflita hoje se você pode ou não dizer essas palavras com o Apóstolo São Pedro: “Senhor, desisti de tudo para Te seguir”. Você realmente entregou sua vida completamente a Cristo Jesus? Existem coisas que você ainda retém, não querendo “sacrificar” por nosso Senhor? Reflita sobre essas palavras de Pedro e permita-se ver as áreas da sua vida que você ainda precisa se entregar a Jesus. E ao fazer isso, permita que a recompensa prometida por nosso Senhor o motive a ponto de você realmente não reter nada e realmente desistir de tudo para seguir Sua santa vontade.

Leia mais:  Liturgia Diária – 11º Domingo do Tempo Comum (16/06/2024)

Oração do Dia

Meu generoso Senhor, Tu me pedes tudo. Tu me pedes para abandonar tudo em minha busca por Sua vontade perfeita. Dá-me a graça que preciso para responder ao Teu chamado e viver sacrificialmente por Ti sem calcular o custo. Tu és generoso além de qualquer descrição, querido Senhor, e confio que segui-lo produzirá uma abundância de bons frutos. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até o século XVI não existia uma padronização para a liturgia diária, portanto, não tinha uma norma que caracterizava a sua obrigatoriedade. Porém, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E foi através do Concílio Vaticano II que a Liturgia teve a sua mais recente atualização.

A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura. A liturgia é formada pela primeira e segunda leitura, salmo e o evangelho do dia, fazendo parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *