Mundo dos Católicos

Liturgia Diária (15 de abril de 2020)

Liturgia diária de quarta-feira, 15 de abril de 2020.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Você também pode acompanhar diariamente o Salmo do Dia aqui no Mundo dos Católicos.

A liturgia diária

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A liturgia diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A liturgia diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que magnifica: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

A Liturgia Diária na Igreja Católica

Liturgia Diária

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, or volta de XVI.

A liturgia diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A liturgia diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Reflexão

Essa aparição de Jesus a dois de seus discípulos é intrigante e fascinante. Eles ficaram bastante perturbados e não pareciam saber o que pensar da morte de Jesus. Eles esperavam que Ele fosse o Messias, mas depois foi morto. E então houve quem afirmasse que Sua tumba estava vazia. O que eles devem fazer com tudo isso?

Enquanto a história continua, Jesus “interpretou para eles o que se referia a ele em todas as Escrituras”. Com isso, esses discípulos perceberam que esse homem com quem eles estavam conversando tinha uma sabedoria e um entendimento incríveis, então o convidaram para ficar com eles. Jesus ficou e sentou-se com eles em sua casa. Enquanto estava lá, as Escrituras dizem que “ele pegou o pão, disse a bênção, quebrou e deu a eles. Com isso, seus olhos se abriram e o reconheceram, mas ele desapareceu da vista deles.

Leia mais:  Liturgia Diária - 2º Domingo do Advento, 05/12/2021

Novamente, isso é intrigante e fascinante. Por que Jesus apareceu para eles, ocultou quem ele era, sentou-se e partiu o pão com eles, permitiu-lhes reconhecê-Lo de repente e desapareceu no ar? Bem, ele fez isso por uma razão e devemos estar muito atentos a isso.

Jesus queria que esses discípulos, assim como todos nós, soubessem que Aquele que ressuscitou dentre os mortos estava muito vivo e que o reconheceríamos na quebra do pão. Nós O reconheceríamos na Santíssima Eucaristia!

Essa aparição de Jesus a esses discípulos foi, de fato, uma aparição para ensinar a todos nós a simples verdade de Sua presença na Eucaristia. Foi naquele momento, quando eles “pegaram o pão, disseram a bênção, quebraram”, que Jesus de repente se manifestou em suas mentes e almas. Jesus está vivo na Eucaristia! Mas também nos diz que Ele é velado na Eucaristia. Essa combinação de estar velado e verdadeiramente presente nos dá uma orientação maravilhosa em nossa fé.

Jesus está aqui, agora, em nossa presença, mas provavelmente não O vemos. Mas Ele está realmente aqui! Esses discípulos estavam na presença de Jesus e não perceberam. O mesmo é verdade para nós. Estamos constantemente em Sua presença e não percebemos isso. Isto é especialmente verdade quando estamos na missa, mas também é verdade de inúmeras outras maneiras ao longo do dia. Devemos nos comprometer a vê-lo, reconhecê-lo e adorá-lo. Nós devemos descobrir a presença ressuscitada de Jesus ao nosso redor.

Leia mais:  Evangelho do Dia - terça-feira, 28/07/2020

Muitas vezes pensamos que nosso Senhor está presente apenas de maneiras extraordinárias. Mas isso não é verdade! Ele está constantemente presente para nós de maneiras muito comuns. Ele está aqui conosco agora, nos amando, falando conosco e nos chamando para amá-Lo. Você o vê? Você reconhece a presença dele?

Reflita hoje sobre a experiência desses discípulos. Se você fosse eles, seria abençoado por estar na presença do Salvador do mundo. Que honra! A verdade é que Deus está com você agora e sempre. Ele está constantemente com você e está constantemente falando com você. Procure por ele e ouça a sua voz. Você pode se surpreender com o quão perto Ele realmente está.

Senhor, obrigado por me amar tanto que você está sempre comigo. Ajuda-me a vê-lo e a reconhecer sua voz suave e calma. Dá-me os olhos da fé para vê-lo presente na Santíssima Eucaristia e ajuda-me a discernir a Sua presença em todos os eventos comuns do meu dia. Eu te amo, querido Senhor. Jesus eu confio em vós.

Liturgia Diária com Reflexão

Além da liturgia diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do evangelho do dia. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

A História da Liturgia Diária

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

Leia mais:  Evangelho do Dia - quinta-feira, 04/02/2021

A Liturgia Diária na Missa

A liturgia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A liturgia diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Utilizada nas missas, a liturgia também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a liturgia diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a liturgia diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

A Liturgia nos dias de hoje

A Liturgia diária é vista por muitos como sendo um rito que trás uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.