Liturgia Diária – Santa Isabel da Hungria, religiosa – Memória, Sexta-feira (17/11/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Sexta-feira, 17 de novembro de 2023.

Receba diariamente a Liturgia Diária Comentada dos Católicos em nosso portal. Acompanhe as Leituras de Evangelho do dia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Sabedoria 13, 1-9

Leitura do Livro da Sabedoria:

1São insensatos por natureza todos os homens que ignoram a Deus, os que, partindo dos bens visíveis, não foram capazes de conhecer aquele que é; nem tampouco, pela consideração das obras, chegaram a reconhecer o Artífice. 2Tomaram por deuses, por governadores do mundo, o fogo e o vento, o ar fugidio, o giro das estrelas, a água impetuosa, os luzeiros do dia. 3Se, encantados por sua beleza, tomaram estas criaturas por deuses, reconheçam quanto o seu Senhor está acima delas: pois foi o autor da beleza quem as criou. 4Se ficaram maravilhados com o seu poder e a sua atividade, concluam daí quanto mais poderoso é aquele que as formou: 5de fato, partindo da grandeza e da beleza das criaturas, pode-se chegar a ver, por analogia, aquele que as criou. 6Contudo, estes merecem menor repreensão: talvez se tenham extraviado procurando a Deus e querendo encontrá-lo. 7Com efeito, vivendo entre as obras dele, põem-se a procurá-lo, mas deixam-se seduzir pela aparência, pois é belo aquilo que se vê! 8Mesmo assim, nem a estes se pode perdoar: 9porque, se chegaram a tão vasta ciência, a ponto de investigarem o universo, como é que não encontraram mais facilmente o seu Senhor?

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 18 (19)

– Os céus proclamam a glória do Senhor!

– Os céus proclamam a glória do Senhor, e o firmamento, a obra de suas mãos; 3o dia ao dia transmite esta mensagem, a noite à noite publica esta notícia.

– Não são discursos nem frases ou palavras, nem são vozes que possam ser ouvidas; seu som ressoa e se espalha em toda a terra, chega aos confins do universo a sua voz.

Leia mais:  Liturgia Diária – Solenidade de Pentecostes – Domingo (19/05/2024)

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 17, 26-37

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Levantai vossa cabeça e olhai, pois a vossa redenção se aproxima! (Lc 21, 28)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 26Como aconteceu nos dias de Noé, assim também acontecerá nos dias do Filho do Homem. 27Eles comiam, bebiam, casavam-se e se davam em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca. Então chegou o dilúvio e fez morrer todos eles. 28Acontecerá como nos dias de Ló: comiam e bebiam, compravam e vendiam, plantavam e construíam. 29Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma, Deus fez chover fogo e enxofre do céu e fez morrer todos. 30O mesmo acontecerá no dia em que o Filho do Homem for revelado. 31Nesse dia, quem estiver no terraço, não desça para apanhar os bens que estão em sua casa. E quem estiver nos campos não volte para trás. 32Lembrai-vos da mulher de Ló. 33Quem procura ganhar a sua vida, vai perdê-la; e quem a perde, vai conservá-la. 34Eu vos digo: nessa noite, dois estarão numa cama; um será tomado e o outro será deixado. 35Duas mulheres estarão moendo juntas; uma será tomada e a outra será deixada. 36Dois homens estarão no campo; um será levado e o outro será deixado.’ 37Os discípulos perguntaram: ‘Senhor, onde acontecerá isso?’ Jesus respondeu: ‘Onde estiver o cadáver, aí se reunirão os abutres.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Ao entrarmos nas últimas semanas do ano litúrgico, começamos a voltar a nossa atenção para a vinda final de Cristo. No Evangelho de hoje, Jesus dá-nos o exemplo de Noé e Ló. Nas duas histórias, as pessoas comiam, bebiam, casavam, compravam, vendiam, plantavam e construíam, até o dia em que o dilúvio veio destruir a terra na época de Noé e o fogo caiu do céu na época de Ló. Tanto Noé quanto Ló foram salvos, mas muitos outros que estavam vivos naquela época sofreram destruição repentina e inesperada.

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana da Páscoa – Sábado (18/05/2024)

Jesus diz que os “dias do Filho do Homem” serão semelhantes a estes dois eventos anteriores. Num momento inesperado, Jesus retornará à terra e o Julgamento Final acontecerá. Portanto, Sua mensagem é clara: Esteja pronto em todos os momentos.

Embora estejamos familiarizados com este ensinamento de nosso Senhor, falado muitas vezes e de várias maneiras nos Evangelhos, muitas pessoas não prestam atenção à mensagem. É fácil acreditar que você sempre tem o amanhã para mudar e, por isso, cai em tentação hoje. E então chega o amanhã, e a tentação é mais uma vez abraçada com o pensamento de que você trabalhará nisso amanhã e no futuro. Podemos facilmente perpetuar nossos pecados e abraçar nossas tentações enquanto temos a boa intenção contínua de mudar o amanhã. Isto é um erro por dois motivos.

Em primeiro lugar, permanece sempre uma possibilidade de que o nosso Senhor realmente venha hoje e que hoje seja verdadeiramente o fim do mundo. Ou sempre permanece uma possibilidade distinta de que sua vida chegue ao fim hoje, de repente e inesperadamente. Se isso acontecesse, você estaria totalmente pronto para comparecer perante o tribunal de Cristo? A maioria das pessoas não o faria, pelo menos não totalmente preparada. Portanto, isto deveria ser motivação suficiente para trabalhar incansavelmente hoje para estar pronto agora e em cada momento futuro.

Mas também deveríamos ver esta profecia de nosso Senhor aplicando-se a cada momento presente de cada dia. Jesus está sempre vindo até nós, de repente e sem aviso, convidando-nos a servi-Lo pela graça. Esta passagem do evangelho afirma que “Quem procura preservar a sua vida, perdê-la-á, mas quem a perder, salvá-la-á”. Isto se aplica ao fim das nossas vidas e ao fim do mundo, mas também se aplica a cada momento presente de cada dia. Se procurarmos continuamente perder as nossas vidas, ou seja, escolher as realidades celestiais em vez das indulgências temporais e terrenas com as quais somos diariamente tentados, então também experimentaremos diariamente a graça da salvação, aqui e agora, em cada momento presente das nossas vidas.

Leia mais:  Liturgia Diária – Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja - Memória, Segunda-feira (20/05/2024)

Reflita hoje se você procura ou não regularmente perder a vida por causa do Reino de Deus. Você escolhe continuamente a graça, a misericórdia, o Céu, a obediência, o amor, o auto-sacrifício, a compaixão, o perdão e assim por diante, a cada momento de cada dia da sua vida? Se assim for, então nosso Senhor concederá continuamente a você o dom de Sua graça salvadora aqui e agora, preparando-o para o momento final de julgamento. Caso contrário, você será mais parecido com o povo da época de Noé e Ló, que sofreu destruição repentina quando menos esperava. Viva para Deus agora, hoje, neste momento, e você será eternamente grato por ter feito isso.

Oração do Dia

Meu sempre presente Senhor, Tu sempre vem a mim, de repente e inesperadamente, e muitas vezes não Te ouço nem percebo Tua presença. Por favor, ajude-me a viver continuamente para Ti e pela Tua graça, escolhendo as realidades celestiais em vez das indulgências temporárias. Que eu viva sempre assim, encontrando-me com Você em cada momento da minha vida e antecipando aquele glorioso encontro final com Você no momento do julgamento. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A palavra “liturgia” já era comum nos tempos antigos, mas foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser usada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos a seguir.

A Liturgia Diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A Liturgia Diária é dividida em 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, podem haver duas ou mais Leituras também.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *