Liturgia Diária – Santos Cornélio, papa, e Cipriano, bispo, mártires, Sábado (16/09/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Sábado, 16 de setembro de 2023.

Leia diariamente a Liturgia do Dia em nosso site. Receba a reflexão do Evangelho do Dia em nosso site e acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Timóteo 1, 15-17

Leitura da primeira carta de São Paulo a Timóteo:

Caríssimo: 15Segura e digna de ser acolhida por todos é esta palavra: Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores. E eu sou o primeiro deles! 16Por isso encontrei misericórdia, para que em mim, como primeiro, Cristo Jesus demonstrasse toda a grandeza de seu coração; ele fez de mim um modelo de todos os que crerem nele para alcançar a vida eterna. 17Ao Rei dos séculos, ao único Deus, imortal e invisível, honra e glória pelos séculos dos séculos. Amém!

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 112 (113)

– Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre!

– Louvai, louvai, ó servos do Senhor, louvai, louvai o nome do Senhor! Bendito seja o nome do Senhor, agora e por toda a eternidade!

– Do nascer do sol até o seu ocaso, louvado seja o nome do Senhor! O Senhor está acima das nações, sua glória vai além dos altos céus.

– Quem pode comparar-se ao nosso Deus, que se inclina para olhar o céu e a terra? Levanta da poeira o indigente e do lixo ele retira o pobrezinho.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 6, 43-49

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Quem me ama, realmente, guardará minha palavra e meu Pai o amará, e a ele nós viremos (Jo 14, 23)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43Não existe árvore boa que dê frutos ruins, nem árvore ruim que dê frutos bons. 44Toda árvore é reconhecida pelos seus frutos. Não se colhem figos de espinheiros, nem uvas de plantas espinhosas. 45O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração. Mas o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro, pois sua boca fala do que o coração está cheio. 46Por que me chamais: ‘Senhor! Senhor!’, mas não fazeis o que eu digo? 47Vou mostrar-vos com quem se parece todo aquele que vem a mim, ouve as minhas palavras e as põe em prática. 48É semelhante a um homem que construiu uma casa: cavou fundo e colocou o alicerce sobre a rocha. Veio a enchente, a torrente deu contra a casa, mas não conseguiu derrubá-la, porque estava bem construída.49Aquele, porém, que ouve e não põe em prática, é semelhante a um homem que construiu uma casa no chão, sem alicerce. A torrente deu contra a casa, e ela imediatamente desabou; e foi grande a ruína dessa casa.’

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Que ótima maneira de examinar a direção de sua vida! Esta passagem do Evangelho vai ao cerne de como podemos discernir melhor se estamos ou não cumprindo verdadeiramente a vontade de Deus. Muitas vezes podemos ter dificuldade em saber claramente se estamos fazendo o que Deus quer de nós. Há muitas direções na vida para as quais podemos ser atraídos e muitos objetivos que podemos traçar por conta própria. Por essa razão, é útil parar de vez em quando e fazer um inventário honesto de nossas vidas.

Quando você olha para o último ano da sua vida, o que você vê? Especificamente, você vê nascer bons frutos? É útil fazer esse exame de vez em quando. É útil fazer esse exame não apenas para o ano anterior, mas também para diferentes períodos de tempo. Talvez comece olhando para o quadro geral, observando todos os momentos da sua vida que foram mais frutíferos para a glória de Deus. A partir daí, tente observar sua vida década por década, ano por ano e até mês por mês no ano passado. Procure os momentos mais abençoados da sua vida, bem como os momentos mais desafiadores.

Quando examinamos nossas vidas dessa forma, é importante entender o que procurar. Por exemplo, pode haver momentos em que tudo correu bem de uma forma ou de outra e outros momentos que foram dolorosos e muito difíceis. O que é importante saber, de uma perspectiva divina, é que só porque algo “correu bem” em determinado momento, ou apenas porque algo foi “doloroso e muito difícil” em outro momento de nossas vidas, isso não significa que o primeiro foi os mais frutíferos para o Reino de Deus ou estes os menos frutíferos. Na verdade, as cruzes pesadas e as dificuldades da vida podem muitas vezes ser os momentos mais frutíferos para nós, espiritualmente falando. Basta olhar para a vida de Jesus. É claro que tudo o que Ele fez foi frutífero para a glória do Pai Celestial, mas podemos facilmente apontar o momento mais doloroso de Sua vida como o mais frutífero. Sua crucificação trouxe o maior bem já conhecido.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

Assim é com nossas vidas. A fecundidade de nossas vidas não é melhor discernida olhando para aqueles momentos em que tudo era fácil, divertido, memorável e assim por diante. Embora esses também possam ser momentos de graça, precisamos olhar para a fecundidade espiritual a partir da perspectiva divina. Precisamos procurar os momentos de nossas vidas, sejam eles fáceis ou difíceis, quando Deus esteve claramente presente e quando fizemos escolhas que lhe deram a maior glória.

Reflita hoje sobre sua vida ser como uma árvore que dá frutos espirituais. Que momentos de sua vida, decisões que você tomou ou atividades nas quais esteve envolvido produziram mais virtudes em sua vida? Quando sua vida de oração foi mais profunda? Quando sua instituição de caridade foi mais forte? Quando sua fé e esperança foram mais evidentes? Volte a esses momentos, saboreie-os, aprenda com eles e use-os como os melhores blocos de construção para o futuro glorioso que nosso Senhor deseja para você.

Oração do Dia

Meu glorioso Senhor, Tua vida deu frutos de valor infinito. Você continuamente escolheu cumprir a vontade do Pai Celestial e, como resultado, viveu todas as virtudes com perfeição. Ajude-me a fazer pausas regulares na vida para examinar a direção que estou tomando. Que eu aprenda com os meus erros e me alegre nos momentos que foram mais frutíferos para o Teu Reino. Eu te amo, Senhor. Ajude-me a dar os maiores frutos para a Sua glória. Jesus eu confio em vós.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

A Liturgia Diária para os Católicos

Utilizada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *