Liturgia Diária – São Carlos Borromeu, Sexta-feira (04/11/2022)

Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Sexta-feira, 4 de novembro de 2022.

Confira diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho de Hoje e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Filipenses 3, 17-4, 1

Leitura da carta de São Paulo aos Filipenses:

17Sede meus imitadores, irmãos, e observai os que vivem de acordo com o exemplo que nós damos. 18Já vos disse muitas vezes, e agora repito, chorando: há muitos por aí que se comportam como inimigos da cruz de Cristo. 19O fim deles é a perdição, o deus deles é o estômago, a glória deles está no que é vergonhoso e só pensam nas coisas terrenas.20Nós, porém, somos cidadãos do céu. De lá aguardamos o nosso Salvador, o Senhor Jesus Cristo. 21Ele transformará o nosso corpo humilhado e o tornará semelhante a seu corpo glorioso, com o poder que tem de sujeitar a si todas as coisas. 4,1Assim, meus irmãos, a quem quero bem e dos quais sinto saudade, minha alegria, minha coroa, meus amigos, continuai firmes no Senhor.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

SALMO 121 (122)

Que alegria, quando me disseram: “Vamos à casa do Senhor!”

– Que alegria, quando ouvi que me disseram: “Vamos à casa do Senhor!” E agora nossos pés se detêm, Jerusalém, em tuas portas.

– Jerusalém, cidade bem edificada num conjunto harmonioso; para lá sobem as tribos de Israel, as tribos do Senhor.

– Para louvar, segundo a lei de Israel, o nome do Senhor. A sede da justiça lá está e o trono de Davi.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 16, 1-8

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– O amor de Deus se realiza em todo aquele que guarda sua palavra fielmente (1Jo 2, 5)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, 1Jesus disse aos discípulos: “Um homem rico tinha um administrador que foi acusado de esbanjar os seus bens. 2Ele o chamou e lhe disse: ‘Que é isto que ouço a teu respeito? Presta contas da tua administração, pois já não podes mais administrar meus bens’. 3O administrador então começou a refletir: ‘O Senhor vai me tirar a administração. Que vou fazer? Para cavar, não tenho forças; de mendigar, tenho vergonha. 4Ah! Já sei o que fazer, para que alguém me receba em sua casa quando eu for afastado da administração’. 5Então ele chamou cada um dos que estavam devendo ao seu patrão. E perguntou ao primeiro: ‘Quanto deves ao meu patrão?’ 6Ele respondeu: ‘Cem barris de óleo!” O administrador disse: ‘Pega a tua conta, senta-te, depressa, e escreve cinqüenta!’ 7Depois ele perguntou a outro: ‘E tu, quanto deves?’ Ele respondeu: ‘Cem medidas de trigo’. O administrador disse: ‘Pega tua conta e escreve oitenta’. 8E o Senhor elogiou o administrador desonesto, porque ele agiu com esperteza. Com efeito, os filhos deste mundo são mais espertos em seus negócios do que os filhos da luz”.

– Palavra da salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Esta linha vem na conclusão da parábola do Mordomo Desonesto. Jesus contou esta parábola como uma forma de destacar o fato de que os “filhos do mundo” são realmente bem-sucedidos em sua manipulação das coisas mundanas, enquanto os “filhos da luz” não são tão astutos quando se trata de coisas mundanas. Então, o que isso nos diz?

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Terça-feira (16/04/2024)

Certamente não nos diz que devemos entrar em uma vida mundana nos esforçando para viver de acordo com os padrões mundanos e trabalhando em direção a objetivos mundanos. De fato, ao reconhecer esse fato sobre o mundano, Jesus está nos apresentando um forte contraste sobre como devemos pensar e agir. Somos chamados a ser filhos da luz. Portanto, não devemos nos surpreender se não formos tão bem-sucedidos nas coisas mundanas quanto outros que estão imersos na cultura secular.

Isto é especialmente verdade quando olhamos para os numerosos “sucessos” daqueles que estão totalmente imersos no mundo e nos valores do mundo. Alguns são bem sucedidos em obter grande riqueza, poder ou prestígio por serem astutos nas coisas desta época. Vemos isso especialmente na cultura pop. Tomemos, por exemplo, a indústria do entretenimento. Há muitos que são bem sucedidos e populares aos olhos do mundo e podemos ter uma certa inveja deles. Compare isso com aqueles que estão cheios de virtude, humildade e bondade. Muitas vezes descobrimos que eles passam despercebidos.

Então o que deveríamos fazer? Devemos usar esta parábola para nos lembrar que tudo o que importa, no final, é o que Deus pensa. Como Deus nos vê e o esforço que fazemos para viver uma vida santa? Como filhos da luz, devemos trabalhar apenas pelo que é eterno, não pelo que é mundano e passageiro. Deus proverá nossas necessidades mundanas se colocarmos nossa confiança nEle. Podemos não nos tornar grandes sucessos de acordo com os padrões mundanos, mas obteremos grandeza em relação a tudo o que realmente importa e tudo o que é eterno.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Reflita, hoje, sobre suas prioridades na vida. Você está focado em construir riquezas que são eternas? Ou você se vê continuamente preso nas manipulações e a astúcia que tem como objetivo apenas o sucesso mundano? Esforce-se por aquilo que é eterno e você será eternamente grato.

Oração do Dia

Meu eterno Senhor, ajuda-me a manter meus olhos no céu. Ajude-me a ser aquele que é sábio nos caminhos da graça, misericórdia e bondade. Quando eu for tentado a viver apenas para este mundo, ajude-me a ver o que é de verdadeiro valor e mantenha o foco apenas nisso. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *