Liturgia Diária – São Tiago Maior, Apóstolo – Festa, Terça-feira (25/07/2023)

Homilia

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Terça-feira, 25 de julho de 2023.

Acompanhe a Liturgia Diária Comentada de Hoje em nosso site. Confira a Liturgia de hoje completa com as Leituras, Evangelho do dia e Oração aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Coríntios 4, 7-15

Leitura da segunda carta de São Paulo aos Coríntios:

Irmãos, 7trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que esse poder extraordinário vem de Deus e não de nós. 8Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança; 9perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados; 10por toda parte e sempre levamos em nós mesmos os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossos corpos. 11De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa natureza mortal. 12Assim, a morte age em nós, enquanto a vida age em vós. 13Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: “Eu creio e, por isso, falei”, nós também cremos e, por isso, falamos, 14certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco. 15E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas faça crescer a ação de graças para a glória de Deus.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 125 (126)

– Os que lançam as sementes entre lágrimas ceifarão com alegria.

– Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, parecíamos sonhar; encheu-se de sorriso nossa boca, nossos lábios, de canções.

– Entre os gentios se dizia: “Maravilhas fez com eles o Senhor!” Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, exultemos de alegria!

Leia mais:  Liturgia Diária – 14ª Semana do Tempo Comum, Sexta-feira (12/07/2024)

– Mudai a nossa sorte, ó Senhor, como torrentes no deserto. Os que lançam as sementes entre lágrimas ceifarão com alegria.

– Chorando de tristeza, sairão, espalhando suas sementes; cantando de alegria, voltarão, carregando os seus feixes!

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 20, 20-28

– Aleluia, Aleluia, Aleluia.

– Eu vos designei para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, assim disse o Senhor (Jo 15,16);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, 20a mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido. 21Jesus perguntou: “O que tu queres?” Ela respondeu: “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”. 22Jesus, então, respondeu-lhes: “Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”. 23Então Jesus lhes disse: “De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou”. 24Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos. 25Jesus, porém, chamou-os e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. 26Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande torne-se vosso servidor; 27quem quiser ser o primeiro seja vosso servo. 28Pois o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos”.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

São Tiago era irmão do discípulo amado João e filho de Zebedeu e Salomé. Jesus chamou Tiago e João enquanto eles trabalhavam com o pai, consertando as redes de pesca no barco. A resposta deles ao chamado de Jesus foi imediata: “… eles deixaram seu pai Zebedeu no barco com os empregados e o seguiram” (Marcos 1:20). Tiago esteve presente na ressurreição da filha de Jairo, a Transfiguração, e é mencionado algumas outras vezes nos Evangelhos. Nos Atos dos Apóstolos, Tiago é identificado como o primeiro dos Apóstolos a dar a vida como mártir, sendo decapitado por Herodes em Jerusalém no ano 44 DC (Ver Atos 12:2).

Leia mais:  Liturgia Diária – 14ª Semana do Tempo Comum, Sábado (13/07/2024)

Entre as outras referências a São Tiago nos Evangelhos está a passagem citada acima em que Salomé, a mãe de Tiago e João, pede a Jesus o favor único de permitir que seus dois filhos se sentem à Sua esquerda e à direita em Seu Reino. A pedido dela em nome de seus dois filhos, Jesus dirige-se a eles e pergunta se podem beber o cálice que Ele vai beber, ao que eles respondem: “Podemos”. E embora este seja um pedido ousado da parte deles e de sua mãe, também há algo de corajoso e sagrado em seu pedido.

Pouco antes desta passagem, enquanto Jesus viajava para Jerusalém com os Doze, Ele explicou a eles o destino que O esperava. “Eis que subimos a Jerusalém, e o Filho do Homem será entregue aos prínci­pes dos sacerdotes e aos escribas. Eles o condenarão à morte. E o entregarão aos pagãos para ser exposto às suas zombarias, açoitado e crucificado; mas ao terceiro dia ressuscitará” (Mateus 20:18–19). Esta foi a terceira vez que Jesus explicou isso aos Doze e, portanto, deve ter realmente começado a se aprofundar. É nesse contexto que Tiago e João pedem para permanecer perto de Jesus em Sua missão de estabelecer Seu Reino, embora Jesus tenha explicado que o caminho para esse Reino era Seu sofrimento e morte.

Cada um de nós deve aprender com Tiago e João. Embora o pedido deles pudesse ter algum egoísmo misturado, também era corajoso. Isso mostrou que eles não temiam a predição de Jesus sobre Sua paixão. Em vez disso, eles queriam fazer parte dela e estavam dispostos a suportar o que fosse necessário para participar da glória do Reino vindouro.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15º Domingo do Tempo Comum (14/07/2024)

Reflita, hoje, ao fazer um pedido semelhante ao nosso Senhor. Diga a Ele que deseja estar perto Dele em Seu Reino, e faça-o com pleno conhecimento de que o caminho para esta glória é beber o cálice do sacrifício abnegado que Cristo bebeu. Obtém-se seguindo-O corajosamente, não importa o que isso exija de você. Se isso significa sofrimento e perseguição, que assim seja. Se isso significar um grande sacrifício, que assim seja. Se isso significa abandonar certas esperanças e sonhos, que assim seja. Veja-se caminhando com esses discípulos e Jesus na estrada para Jerusalém, onde nosso Senhor ofereceria Sua vida em sacrifício. São Tiago logo seguiria, morrendo pela espada de Herodes. Diga “sim” a tudo o que nosso Senhor lhe pedir e comprometa-se a beber o cálice do amor sacrificial abnegado. Fazendo isso, você poderá compartilhar da glória do Reino dos Céus.

Oração do Dia

Meu glorioso Rei, Você convida todas as pessoas a compartilharem Seu glorioso Reino vindouro. Que eu entre nesse Reino com todos os santos e participe plenamente de sua glória. Eu escolho o caminho que leva a esse Reino e voluntariamente ofereço minha vida em sacrifício a Ti e aos outros. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo o momento de formalização da missa, mas o seu verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia diária faz com que os cristãos reflitam as palavras e procurem trazê-las para o seu dia a dia como meio de vivenciar a Palavra de Deus em suas vidas.

A liturgia vem nos trazer ensinamentos de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus. A liturgia nos mostra o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.