Liturgia Diária – Solenidade de Corpus Christi, Quinta-feira (08/06/2023)

Evangelho do Dia de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quinta-feira, 8 de junho de 2023.

Receba diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Leitura da Liturgia Diária de Hoje em nosso site. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Deuteronômio 8, 2-3.14-16

Leitura do Livro do Deuteronômio:

Moisés falou ao povo, dizendo: 2Lembra-te de todo o caminho por onde o Senhor teu Deus te conduziu, esses quarenta anos, no deserto, para te humilhar e te pôr à prova, para saber o que tinhas no teu coração, e para ver se observarias ou não seus mandamentos. 3Ele te humilhou, fazendo-te passar fome e alimentando-te com o maná que nem tu nem teus pais conheciam, para te mostrar que nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca do Senhor. 14bNão te esqueças do Senhor teu Deus que te fez sair do Egito da casa da escravidão, 15e que foi teu guia no vasto e terrível deserto, onde havia serpentes abrasadoras, escorpiões, e uma terra árida e sem água nenhuma. Foi ele que fez jorrar água para ti da pedra duríssima, 16ae te alimentou no deserto com maná, que teus pais não conheciam.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 147 (147B)

– Glorifica o Senhor, Jerusalém; celebra teu Deus, ó Sião!

– Glorifica o Senhor, Jerusalém! Â Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou.

– A paz em teus limites garantiu e te dá como alimento a flor do trigo. Ele envia suas ordens para a terra, e a palavra que ele diz corre veloz.

– Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos suas leis a Israel. Nenhum povo recebeu tanto carinho, a nenhum outro revelou os seus preceitos.

2ª Leitura

Segunda leitura: Coríntios 10, 16-17

Leia mais:  Liturgia Diária – Santo Estanislau, bispo e mártir - Memória – Quinta-feira (11/04/2024)

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios:

Irmãos: 16O cálice da bênção, o cálice que abençoamos, não é comunhão com o sangue de Cristo? E o pão que partimos, não é comunhão com o corpo de Cristo? 17Porque há um só pão, nós todos somos um só corpo, pois todos participamos desse único pão.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 6, 51-58

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Eu sou o pão vivo descido do céu; quem deste pão come, sempre há de viver! (Jo 6,51);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:

Naquele tempo: disse Jesus às multidões dos judeus: 51’Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão que eu darei é a minha carne dada para a vida do mundo’. 52Os judeus discutiam entre si, dizendo: ‘Como é que ele pode dar a sua carne a comer?’ 53Então Jesus disse: ‘Em verdade, em verdade vos digo, se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós. 54Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. 55Porque a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue, verdadeira bebida. 56Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. 57Como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo por causa do Pai, assim o que me come viverá por causa de mim. 58Este é o pão que desceu do céu. Não é como aquele que os vossos pais comeram. Eles morreram. Aquele que come este pão viverá para sempre.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Por fim, temos o testemunho de um dos líderes religiosos, um escriba, que acertou. A passagem acima é a conclusão da interação com este escriba que pergunta a Jesus qual de todos os mandamentos é o primeiro e o maior. Jesus dá a resposta dupla de que devemos amar a Deus acima de tudo, com todo o coração, mente, alma e força, e ao próximo como a nós mesmos. O escriba então responde à resposta de Jesus dizendo: “Muito bem, mestre. Você está certo…” E então Jesus elogia este escriba com a passagem citada acima.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sábado (13/04/2024)

Lembre-se de que quase todos os fariseus eram continuamente repreendidos por Jesus por causa de sua arrogância hipócrita. Os saduceus também foram castigados, mas muitas vezes em menor grau. E agora temos um escriba que supera todos eles. Os escribas eram principalmente funcionários que copiavam ou criavam vários documentos litúrgicos e legais. Alguns dos fariseus também eram escribas. E na maioria das vezes, quando Jesus condenou os fariseus, Ele também condenou os escribas. Mas este escriba é diferente. Este escriba parece não apenas estar interessado na resposta de Jesus, mas também manifesta “entendimento” do que Jesus lhe disse. Não subestime a importância desse dom de compreensão.

Para entender verdadeiramente o que nosso Senhor nos fala, devemos estar abertos. E abertura requer humildade. A humildade é uma virtude que se opõe a uma atitude de “sabe-tudo”. É uma disposição da mente e do coração que ouve Deus falar, ouve o que Ele diz, compreende toda a verdade pelo dom da graça e se submete a essa verdade em espírito de oração. A humildade nos permite olhar além de nós mesmos em busca de respostas para as perguntas mais difíceis da vida. Ela nos permite recorrer à única fonte da verdade, o próprio Jesus Cristo. E o fruto desta humilde abertura é o dom da compreensão. É uma compreensão dos mistérios da vida que está além de nossa capacidade intelectual natural. A graça de Deus é capaz de ensinar e formar a alma humilde e enchê-la de clareza de visão e aceitação das verdades mais profundas.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (12/04/2024)

Reflita, hoje, sobre as palavras de Jesus a este escriba. “Você não está longe do Reino de Deus.” Jesus também fala essas palavras para você? Você procurou humildemente as respostas para as muitas questões da vida, voltando-se para o nosso Senhor? Mais especificamente, você é capaz de olhar para sua vida e se alegrar com o fato de que Deus também lhe deu o dom do entendimento? Se não, olhe para dentro e considere quais perguntas você mais precisa trazer a Jesus. Coloque-os diante Dele e então ouça, esteja aberto e pronto para responder quando Ele falar. Ouvir e responder ao nosso Senhor resultará em nosso Senhor dizendo essas mesmas palavras para você.

Oração do Dia

Meu Senhor de toda a Verdade, Vós olhais para as almas humildes com graça e misericórdia, e revelais-lhes os mistérios do Reino dos Céus. Por favor, dê-me o dom da humildade, querido Senhor, para que eu possa sempre recorrer a Ti em todas as questões da vida. Encha-me com o dom da compreensão para que eu saiba amá-lo e servi-lo com mais fidelidade a cada dia. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *