Liturgia Diária – 11ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (20/06/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Terça-feira, 20 de junho de 2023.

Leia diariamente a Liturgia do Dia aqui no Mundo dos Católicos. Reflita a Homilia do Dia do Evangelho e acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Coríntios 8, 1-9

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios:

1Irmãos, queremos levar ao vosso conhecimento a graça de Deus que foi concedida às igrejas da Macedônia. 2Com efeito, em meio a grandes tribulações que as provaram, a sua extraordinária alegria e extrema pobreza transbordaram em tesouros de liberalidade. 3Eu sou testemunha de que esses irmãos, segundo os seus recursos e mesmo além dos seus recursos, por sua própria iniciativa 4e com muita insistência, nos pediram a graça de participar da coleta em favor dos santos de Jerusalém. 5E, indo além de nossas expectativas, colocaram-se logo à disposição do Senhor e também à nossa, pela vontade de Deus. 6Por isso solicitamos a Tito que, assim como a iniciou, ele leve a bom termo entre vós essa obra de generosidade. 7E como tendes tudo em abundância – fé, eloqüência, ciência, zelo para tudo, e a caridade de que vos demos o exemplo – assim também procurai ser abundantes nesta obra de generosidade. 8Não é uma ordem que estou dando; mas é para testar a sinceridade da vossa caridade que eu lembro a boa vontade de outros. 9Na verdade, conheceis a generosidade de nosso Senhor Jesus Cristo: de rico que era, tornou-se pobre por causa de vós, para que vos torneis ricos, por sua pobreza.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 145 (146)

– Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

– Bendirei ao Senhor toda a vida, cantarei ao meu Deus sem cessar!

Leia mais:  Liturgia Diária – 2º Domingo da Quaresma (25/02/2024)

– É feliz todo homem que busca seu auxílio no Deus de Jacó, e que põe no Senhor a esperança. O Senhor fez o céu e a terra, fez o mar e o que neles existe. O Senhor é fiel para sempre.

– Faz justiça aos que são oprimidos; ele dá alimento aos famintos, é o Senhor quem liberta os cativos.

– O Senhor abre os olhos aos cegos, o Senhor faz erguer-se o caído, o Senhor ama aquele que é justo. É o Senhor quem protege o estrangeiro.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 5, 43-48

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Eu vos dou novo preceito: que uns aos outros vos ameis, como eu vos tenho amado (Jo 13,34);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43Vós ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’ 44Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem! 45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre justos e injustos. 46Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa? 47E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? 48Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Jesus continua a aprofundar e esclarecer Seu chamado ao Seu novo mandamento de amar os outros. O amor ao qual Ele nos chama é radical, total e pode ser muito desafiador no início. Ele nos chama para ir muito além do entendimento de justiça do Antigo Testamento, ordenando que amemos a todos, inclusive aqueles que nos perseguem. Este chamado ao amor não é uma opção, mas uma ordem. É um requisito para todo cristão.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Quaresma, Segunda-feira (26/02/2024)

Ao implementar esse mandamento, Jesus nos dá não apenas o comando em si, mas também oferece alguns conselhos muito práticos sobre como podemos alcançar essa profundidade de amor. Ele diz que não devemos apenas amar nossos inimigos, mas também orar por eles quando nos perseguem. Em primeiro lugar, um “inimigo” é aquele que tenta nos infligir algum tipo de dano e, de modo geral, peca contra nós. A resposta comum a essas experiências é nos defender e revidar. Portanto, o primeiro passo é rejeitar qualquer tentação desse tipo. Como Jesus disse na passagem do Evangelho anterior a esta, “não ofereça resistência a quem é mau”.

A passagem do Evangelho de hoje leva-nos ainda mais longe. O conselho prático que nosso Senhor dá é “orar por aqueles que os perseguem”. Este comando exige não apenas que você rejeite a tentação de “se vingar” de uma pessoa ou mesmo de simplesmente “resistir” ao que ela nos faz. Agora você deve orar por eles. Rezar por alguém que peca contra você é um ato da maior caridade e generosidade. E é uma forma muito prática de imitar a abundante misericórdia de Deus. Por isso, rezar pelos perseguidores te transforma radicalmente interiormente e te torna santo. De certa forma, o mal que o outro faz a você tem o potencial de ser transformado em um presente dado a você, porque lhe dá a oportunidade de retribuir a oração por um dano infligido. E esse é um presente muito real e prático que devemos abraçar por este novo mandamento de nosso Senhor.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Quaresma, Terça-feira (27/02/2024)

Reflita, hoje, sobre aqueles por quem este novo mandamento o chama a orar. O pecado de quem infligiu algum dano a você ou sua família? De quem você guarda rancor? Quem vier à sua mente, comprometa-se com uma oração profunda e constante por essa pessoa. Ore frequentemente por eles e continue essa oração enquanto a perseguição continuar. Fazer isso transformará toda e qualquer tentativa de malícia contra você em graça para eles e santidade para você.

Oração do Dia

Meu Senhor de abundante misericórdia, Seu mandamento de orar por aqueles que me perseguem foi primeiro vivido por Você com perfeição. Você orou por aqueles que o crucificaram enquanto estava pendurado na cruz. Dê-me a graça de que preciso não apenas para perdoar, mas também para orar por aqueles que tentaram e continuam tentando me infligir danos. Dá-me um coração tão cheio de misericórdia que todo pecado cometido contra mim se transforme em amor e em minha própria santidade de vida. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Usada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser usada em outras celebrações. E também pode ser utilizada em outros momentos como em Grupos de Meditação e Orações.

Apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo todos os dias, o ponto central é a missa dominical. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de fé.

Deste modo, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em unidade. Durante a celebração da missa católica, a Liturgia do Dia pode ser praticada por gestos, palavras ou sinais .

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.