Liturgia Diária – 13ª Semana do Tempo Comum, Sábado (08/07/2023)

Evangelho do Dia de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Sábado, 8 de julho de 2023.

Receba diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Leitura da Liturgia Diária de Hoje em nosso site. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Gênesis 27, 1-5.15-29

Leitura do Livro do Gênesis:

1Quando Isaac ficou velho, seu olhos enfraqueceram e já não podia ver. Chamou, então, o filho mais velho Esaú, e lhe disse: ‘Meu filho!’ Este respondeu: ‘Aqui estou!’ 2Disse-lhe o pai: ‘Como vês, já estou velho e não sei qual será o dia da minha morte. 3Toma as tuas armas, as flechas e o arco, e sai para o campo. Se apanhares alguma caça, prepara-me um assado saboroso, 4como sabes que eu gosto, e traze-o para que o coma, e assim te dar a bênção antes de morrer’. 5Rebeca escutava o que Isaac dizia a seu filho Esaú. Esaú saiu para o campo à procura de caça para o pai. 15Rebeca tomou, então, as melhores roupas que o filho mais velho tinha em casa, e vestiu com elas o filho mais novo, Jacó. 16Cobriu-lhe as mãos e a parte lisa do pescoço com peles de cabrito. 17Pôs nas mãos do filho Jacó o assado e o pão que havia preparado. 18Este levou-os ao pai, dizendo: ‘Meu pai!’ ‘Estou ouvindo’, respondeu Isaac. ‘Quem és tu, meu filho?’ 19E disse Jacó a seu pai: ‘Eu sou Esaú, teu filho primogênito; fiz como me ordenaste. Levanta-te, senta-te e come da minha caça, para me abençoares’. 20Isaac replicou-lhe: ‘Como conseguiste achar assim depressa, meu filho?’ Ele respondeu: ‘É o Senhor teu Deus que fez que isso acontecesse’. 21Isaac disse a Jacó: ‘Vem cá, meu filho, para que eu te apalpe e veja se és ou não meu filho Esaú’. 22Jacó achegou-se a seu pai Isaac, que o apalpou e disse: ‘A voz, é a voz de Jacó, mas as mãos são as mãos de Esaú’. 23E não o reconheceu, pois suas mãos estavam peludas como as do seu filho Esaú. Então, decidiu abençoá-lo. 24Perguntou-lhe ainda: ‘Tu és, de fato, meu filho Esaú?’ Ele respondeu: ‘Sou’. 25Isaac continuou: ‘Meu filho, serve-me da tua caça para eu comer e te abençoar’. Jacó serviu-o e ele comeu; trouxe-lhe depois vinho e ele bebeu. 26Disse-lhe então seu pai Isaac: ‘Aproxima-te, meu filho, e beija-me’. 27Jacó aproximou-se e o beijou. Quando Isaac sentiu o cheiro das suas roupas, abençoou-o, dizendo: ‘Este é o cheiro do meu filho: é como o aroma de um campo fértil que o Senhor abençoou! 28Que Deus te conceda o orvalho do céu, e a fertilidade da terra, a abundância de trigo e de vinho. 29Que os povos te sirvam e se prostrem as nações em tua presença. Sê o senhor de teus irmãos, e diante de ti se inclinem os filhos de tua mãe. Maldito seja quem te amaldiçoar, e quem te abençoar, seja bendito!’.

Leia mais:  Liturgia Diária – Solenidade de Pentecostes – Domingo (19/05/2024)

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 134 (135)

– Louvai o Senhor, porque é bom!

– Louvai o Senhor, bendizei-o; louvai o Senhor, servos seus, que celebrais o louvor em seu templo e habitais junto aos átrios de Deus!

– Louvai o Senhor, porque é bom; cantai ao seu nome suave! Escolheu para si a Jacó, preferiu Israel por herança.

– Eu bem sei que o Senhor é tão grande, que é maior do que todos os deuses. Ele faz tudo quanto lhe agrada, nas alturas dos céus e na terra, no oceano e nos fundos abismos.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 9, 14-17

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem (Jo 10,27);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo: 14Os discípulos de João aproximaram-se de Jesus e perguntaram: ‘Por que razão nós e os fariseus praticamos jejuns, mas os teus discípulos não?’ 15Disse-lhes Jesus: ‘Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão. 16Ninguém coloca remendo de pano novo em roupa velha, porque o remendo repuxa a roupa e o rasgão fica maior ainda. 17Também não se coloca vinho novo em odres velhos, senão os odres se arrebentam, o vinho se derrama e os odres se perdem. Mas vinho novo se coloca em odres novos, e assim os dois se conservam.’

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (17/05/2024)

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

A parábola acima nos ensina que, mesmo que alguém entendesse e vivesse fielmente a autêntica Lei que foi dada por meio de Moisés e dos profetas, o novo ensinamento da graça de Jesus, a Nova Lei, era tão diferente que não era simplesmente uma melhoria do velho, ele o substituiu completamente. Além disso, muitos dos costumes ensinados pelos fariseus eram representações infiéis da Lei de Moisés. Eles se desviaram do sentido da Lei e o substituíram por sua própria multiplicação escrupulosa e errônea de práticas externas. Assim, a Nova Lei de Jesus precisava romper completamente com esses desvios.

Para usar um exemplo moderno, se você tivesse um telefone antigo que se tornou obsoleto ou parou de funcionar, você não compraria um telefone novo para remover várias peças dele para tentar adicioná-las ao telefone antigo para consertar isto. Em vez disso, você usa o novo telefone como um substituto completo do antigo.

Uma qualidade central da Nova Lei da graça é que ela é inteiramente nova e transformadora. Portanto, ao abraçar esta Nova Lei, nos tornamos criaturas inteiramente novas em Cristo. A graça não conserta simplesmente o que é fraco e pecaminoso em nós. Ela nos transforma, elevando nossa natureza humana a uma existência inteiramente nova. Esse ensinamento não é apenas direcionado aos ensinamentos equivocados que os fariseus desenvolveram ao longo dos anos, ele foi direcionado à própria vida humana. Não apenas os costumes judaicos passariam por uma transformação, mas a própria humanidade passaria por uma transformação. Tudo se faz novo em Cristo.

Este ensinamento se aplica tanto a nós hoje quanto ao povo judeu de antigamente. Hoje, não apenas recebemos a nova vida da graça no Batismo, mas também a recebemos de novo e participamos dessa contínua renovação transformadora toda vez que permitimos que a graça nos toque mais profundamente e nos transforme mais plenamente nas pessoas que Deus quer que sejamos. . A “nova mancha” e o “vinho novo” estão sempre se transformando, e devemos aguardar essa novidade ao longo de nossas vidas.

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana da Páscoa – Sábado (18/05/2024)

Reflita, hoje, sobre a alegre descoberta que o espera todos os dias. Descobrir a Nova Lei da graça, aceitá-la em sua vida e permitir que ela o transforme o colocará em um caminho de descoberta que nunca envelhecerá. É uma descoberta contínua que é muito maior do que qualquer coisa que este mundo tenha a oferecer. Nada pode se comparar ao dom de Deus vivo em nossas vidas. Nunca vai envelhecer. Será sempre transformador. E sempre será novo. Pondere sobre este presente que Deus lhe oferece hoje e diga “sim” a ele de todo o coração.

Oração do Dia

Meu Senhor transformador, Você continuamente se oferece para me renovar, me transformar e me elevar à vida da graça. Agradeço-Te por este Dom e desejo aceitá-lo de todo o coração. Que eu esteja sempre pronto e disposto a dizer “sim” a você e à transformação que me espera ao descobrir este sempre novo tesouro de sua graça. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *