Liturgia Diária – 14ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (12/07/2023)

Homilia do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quarta-feira, 12 de julho de 2023.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Confira as Leituras com a Reflexão do Evangelho de Hoje e Oração do dia. Acompanhe a Liturgia do dia no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Gênesis 41, 55-57; 42,5-7.17-24

Leitura do Livro do Gênesis:

Naqueles dias: 55Todo o Egito começou a sentir fome, e o povo clamou ao Faraó, pedindo alimento. E ele respondeu-lhe: ‘Dirigi-vos a José e fazei o que ele vos disser’. 56Quando a fome se estendeu a todo o país, José abriu os celeiros e vendeu trigo aos egípcios, porque a fome também os oprimia. 57De toda as nações vinham ao Egito comprar alimento, pois a fome era dura em toda a terra. 42,5Os filhos de Israel entraram na terra do Egito com outros que também iam comprar trigo, pois havia fome em Canaã. 6José era governador na terra do Egito e, conforme a sua vontade, se vendia trigo à população. Chegando os irmãos de José, prostraram-se diante dele com o rosto em terra. 7aAo ver seus irmãos, José os reconheceu. 17E mandou metê-los na prisão durante três dias. 18E, no terceiro dia, disse-lhes: ‘Fazei o que já vos disse e vivereis, pois eu temo a Deus. 19Se sois sinceros, fique um dos irmãos preso aqui no cárcere, e vós outros ide levar para vossas casas o trigo que comprastes. 20Mas trazei-me o vosso irmão mais novo, para que eu possa provar a verdade de vossas palavras, e não morrerdes’. Eles fizeram como José lhes tinha dito. 21E diziam uns aos outros: ‘Sofremos justamente estas coisas, porque pecamos contra o nosso irmão: vimos a sua angústia, quando nos pedia compaixão, e no o atendemos. É por isso que nos veio esta tribulação’. 22Rúben disse-lhes: ‘Não vos adverti dizendo: ‘Não pequeis contra o menino?’ E vós não me escutastes. E agora nos pedem conta do seu sangue’. 23Ora, eles não sabiam que José os entendia, pois lhes falava por meio de intérprete. 24aEntão, José afastou-se deles e chorou.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 32 (33)

– Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!

– Dai graças ao Senhor ao som da harpa, na lira de dez cordas celebrai-o! Cantai para o Senhor um canto novo, com arte sustentai a louvação!

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

– O Senhor desfaz os planos das nações e os projetos que os povos se propõem. Mas os desígnios do Senhor são para sempre, e os pensamentos que ele traz no coração, de geração em geração, vão perdurar.

– Mas o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem, e que confiam esperando em seu amor, para da morte libertar as suas vidas e alimentá-los quando é tempo de penúria.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 10, 1-7

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Convertei-vos e crede no evangelho, pois o reino de Deus está chegando! (Mc 1,15);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo: 1Jesus chamou os doze discípulos e deu-lhes poder para expulsarem os espíritos maus e para curarem todo tipo de doença e enfermidade. 2Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João; 3Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; 4Simão, o Zelota, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus. 5Jesus enviou estes Doze, com as seguintes recomendações: ‘Não deveis ir aonde moram os pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos! 6Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel! 7Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

As últimas palavras de Jesus, pouco antes de Sua Ascensão ao Céu, expandem o mandato que lemos acima que Jesus deu aos Seus Apóstolos. Mais tarde, ele diz: “Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.” (Mateus 28:19). Eventualmente, Jesus envia os Doze e todos os Seus discípulos aos confins da terra para proclamar o Evangelho a toda criatura. Mas aqui, antes da vinda do Espírito Santo e antes da conclusão da missão terrena de Jesus, Ele instrui os Doze a irem apenas “às ovelhas perdidas da casa de Israel”. Assim, Jesus dá uma espécie de prioridade à pregação do Evangelho àqueles a quem já foram confiadas as revelações do Antigo Testamento, isto é, os ensinamentos da Lei de Moisés e dos profetas.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

Embora, hoje, todos nós devamos ouvir o chamado de nosso Senhor para “fazer discípulos de todas as nações”, também devemos ouvir esta comissão única de primeiro pregar para aqueles que já são membros da família de Deus. E embora, hoje, o Espírito Santo já tenha vindo e o Evangelho já tenha se espalhado por toda parte, ainda há uma importante lição espiritual a ser aprendida pela comissão progressiva de Jesus daqueles da família de Deus para aqueles que ainda não conhecem o Evangelho.

Comece com você mesmo. Ao ouvir Jesus dar ênfase especial aos Seus Doze para irem primeiro às ovelhas perdidas da casa de Israel, você deve ouvir nosso Senhor falando especialmente sobre você. Você, que foi batizado, foi crismado e recebeu a Sagrada Comunhão, agora tem uma obrigação especial de ouvir e responder ao Evangelho de Cristo. A partir daí, Deus confia a você a partilha do Evangelho de maneira especial àqueles que também compartilham da sua fé. Por essa razão, os pais têm a obrigação única de compartilhar o Evangelho com seus filhos. Amigos dentro da mesma comunidade de fé são obrigados a estender a mão para outros que compartilham sua fé. E os pastores da Igreja devem fazer o mesmo. O Evangelho agora é universal e deve ser proclamado a todas as pessoas, mas esta passagem parece destacar a importância de compartilhar o Evangelho com outros discípulos de Cristo.

Sabemos pela nossa vida diária que há muitos que professam a fé em Cristo que ainda não foram totalmente evangelizados. Há muitos que receberam os Sacramentos, mas carecem da fé profunda a que são chamados. Pode parecer que a maioria falha em adorar nosso Senhor todos os dias, e muitos falham em sua adoração em oração todas as semanas. Portanto, é útil colocar-se nesta passagem evangélica e ouvir o nosso Senhor chamá-lo a dedicar-se especialmente à partilha do Evangelho com aqueles que já se tornaram membros da Sua Igreja, mesmo que apenas de nome.

Se começarmos por nós mesmos, buscando aprofundar diariamente nossa vida de fé, orando e buscando a vontade de Deus, então Deus poderá mais facilmente nos usar como quiser para compartilhar a fé com aqueles que pertencem à família de Deus, mas cuja fé pode ser fraca. E para aqueles que estão dispostos a se entregaram verdadeiramente a Cristo, Deus certamente os usará para a proclamação do Evangelho àqueles que ainda não conheceram Cristo através do dom da fé.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Reflita, hoje, sobre o convite que Jesus lhe faz para ser seu evangelista. Primeiro, olhe para sua própria vida e faça tudo o que puder para permitir que o Evangelho o transforme em um fervoroso seguidor de Cristo. A partir daí, esteja aberto às muitas maneiras pelas quais Deus deseja usá-lo todos os dias para inspirar outros a se tornarem seguidores de nosso Senhor. Comece com sua família. Ore por eles. Esteja atento aos sussurros da graça que Deus dá para alcançá-los. Em seguida, volte seus olhos, também, para a comunidade mais ampla. Permita que o Senhor lidere, siga Sua voz, e Ele o usará de muitas maneiras para ajudar outras pessoas a conhecer Seu amor ardente por elas.

Oração do Dia

Meu Rei universal, Tu viestes estabelecer Seu Reino na vida de todas as pessoas. Tu chamas todas as tuas criaturas à fé em ti. Ajuda-me a estar entre os primeiros que se voltam para ti de todo o coração. Por favor, use-me também para me tornar um instrumento de Sua graça salvadora para aqueles que Tu colocastes em minha vida. Minha vida é sua, querido Senhor. Use-me como quiser. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *