Liturgia Diária – 1ª Semana da Quaresma, Quarta-feira (01/03/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 1ª Semana da Quaresma, Quarta-feira, 1 de março de 2023.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Jonas 3, 1-10

Leitura da Profecia de Jonas:

1A palavra do Senhor foi dirigida a Jonas, pela segunda vez: 2’Levanta-te e põe-te a caminho da grande cidade de Nínive e anuncia-lhe a mensagem que eu te vou confiar’. 3Jonas pôs-se a caminho de Nínive, conforme a ordem do Senhor. Ora, Nínive era uma cidade muito grande; eram necessários três dias para ser atravessada. 4Jonas entrou na cidade, percorrendo o caminho de um dia; pregava ao povo, dizendo: ‘Ainda quarenta dias, e Nínive será destruída.’ 5Os ninivitas acreditaram em Deus; aceitaram fazer jejum, e vestiram sacos, desde o superior ao inferior. 6A pregação chegara aos ouvidos do rei de Nínive; ele levantou-se do trono e pôs de lado o manto real, vestiu-se de saco e sentou-se em cima de cinza. 7Em seguida, fez proclamar, em Nínive, como decreto do rei e dos príncipes: ‘Homens e animais bovinos e ovinos não provarão nada! Não comerão e não beberão água. 8Homens e animais se cobrirão de sacos, e os homens rezarão a Deus com força; cada um deve afastar-se do mau caminho e de suas práticas perversas. 9Deus talvez volte atrás, para perdoar-nos e aplacar sua ira, e assim não venhamos a perecer.’ 10Vendo Deus as suas obras de conversão e que os ninivitas se afastavam do mau caminho, compadeceu-se e suspendeu o mal, que tinha ameaçado fazer-lhes, e não o fez.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 50 (51)

– Ó Senhor, não desprezeis um coração arrependido!

– Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa!

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sábado (20/04/2024)

– Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!

– Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais. Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido!

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11, 29-32

– Jesus Cristo, sois bendito, sois o ungido de Deus Pai!

– Voltai ao Senhor, vosso Deus, ele é bom, compassivo e clemente (Jl 2,12s);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo: 29Quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: ‘Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas. 30Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. 31No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração, e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão. 32No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

A multidão parecia ser um grupo misto. Primeiro, havia aqueles que acreditavam em Jesus de todo o coração. Os Doze, por exemplo, deixaram tudo para segui-Lo. Sua mãe e várias outras mulheres santas acreditaram Nele e foram Suas fiéis seguidoras. Mas dentro da crescente multidão, parecia que havia muitos que questionavam Jesus e queriam alguma forma de provar quem Ele era. Assim, eles queriam um sinal do Céu.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

Um sinal do céu teria sido uma prova externamente manifesta de quem era Jesus. É verdade que Jesus já havia realizado inúmeros milagres. Mas parece que isso não foi suficiente. Eles queriam mais – e esse desejo é uma clara indicação de teimosia de coração e falta de fé. Então Jesus não podia e não daria a eles o sinal que eles queriam.

Em vez disso, Jesus diz que o único sinal que receberão é o sinal de Jonas. Lembre-se de que o sinal de Jonas não era muito atraente. Ele foi jogado para o lado de um barco e engolido por uma baleia, onde permaneceu por três dias antes de ser cuspido nas margens de Nínive.

O sinal de Jesus seria semelhante. Ele sofreria nas mãos dos líderes religiosos e das autoridades civis, seria morto e colocado em uma tumba. E então, três dias depois, Ele ressuscitaria. Mas Sua Ressurreição não foi aquela em que Ele apareceu com raios de luz para todos verem; ao contrário, Suas aparições pós-ressurreição foram para aqueles que já manifestavam fé e já acreditavam.

A lição para nós é que Deus não nos convencerá das questões de fé por meio de manifestações públicas poderosas e hollywoodianas da grandeza de Deus. Em vez disso, o “sinal” que nos é oferecido é um convite a morrer com Cristo para que possamos começar pessoalmente a experimentar a vida nova da Ressurreição. Este dom da fé é interior, não publicamente exterior. Nossa morte para o pecado é algo que fazemos pessoal e interiormente, e a nova vida que recebemos só pode ser vista pelos outros pelo testemunho de nossas vidas transformadas.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Reflita, hoje, sobre o verdadeiro sinal que Deus lhe deu. Se você é alguém que parece estar esperando por algum sinal manifesto de nosso Senhor, não espere mais. Olhe para o crucifixo, veja o sofrimento e a morte de Jesus e escolha segui-lo em uma morte para todo pecado e egoísmo. Morre com Ele, entra no sepulcro com Ele e deixa que Ele te traga interiormente renovado nesta Quaresma, para que sejas transformado por este único sinal do Céu.

Oração do Dia

Meu Senhor crucificado, contemplo o crucifixo e vejo em Vossa morte o maior ato de amor já conhecido. Dá-me a graça de que preciso para seguir-te ao túmulo para que a tua morte triunfe sobre os meus pecados. Liberta-me, querido Senhor, durante o caminho quaresmal para que eu possa participar plenamente da tua nova vida de Ressurreição. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A Liturgia Diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A Liturgia Diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que significa: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *