Liturgia Diária – 27º Domingo do Tempo Comum (08/10/2023)

Homilia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Domingo, 8 de outubro de 2023.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia com Homilia Diária e oração do dia para refletir. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Isaías 5, 1-7

Leitura do Livro do Profeta Isaías:

1Vou cantar para o meu amado o cântico da vinha de um amigo meu: Um amigo meu possuía uma vinha em fértil encosta. 2Cercou-a, limpou-a de pedras, plantou videiras escolhidas, edificou uma torre no meio e construiu um lagar; esperava que ela produzisse uvas boas, mas produziu uvas selvagens. 3Agora, habitantes de Jerusalém e cidadãos de Judá, julgai a minha situação e a de minha vinha. 4O que poderia eu ter feito a mais por minha vinha e não fiz? Eu contava com uvas de verdade, mas por que produziu ela uvas selvagens? 5Pois agora vou mostrar-vos o que farei com minha vinha: vou desmanchar a cerca, e ela será devastada; vou derrubar o muro, e ela será pisoteada. 6Vou deixá-la inculta e selvagem: ela não terá poda nem lavra, espinhos e sarças tomarão conta dela; não deixarei as nuvens derramar a chuva sobre ela. 7Pois bem, a vinha do Senhor dos exércitos é a casa de Israel, e o povo de Judá, sua dileta plantação; eu esperava deles frutos de justiça – e eis injustiça; esperava obras de bondade – e eis iniqüidade.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 79 (80)

– A vinha do Senhor é a casa de Israel.

– Arrancastes do Egito esta videira, e expulsastes as nações para plantá-la; até o mar se estenderam seus sarmentos, até o rio os seus rebentos se espalharam.

– Por que razão vós destruístes sua cerca, para que todos os passantes a vindimem, o javali da mata virgem a devaste, e os animais do descampado nela pastem?

– Voltai-vos para nós, Deus do universo! Olhai dos altos céus e observai. Visitai a vossa vinha e protegei-a! Foi a vossa mão direita que a plantou; protegei-a, e ao rebento que firmastes!

– E nunca mais vos deixaremos, Senhor Deus! Dai-nos vida, e louvaremos vosso nome! Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo, e sobre nós iluminai a vossa face! Se voltardes para nós, seremos salvos!

2ª Leitura

Segunda leitura: Filipenses 4, 6-9

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses:

Irmãos: 6Não vos inquieteis com coisa alguma, mas apresentai as vossas necessidades a Deus, em orações e súplicas, acompanhadas de ação de graças. 7E a paz de Deus, que ultrapassa todo o entendimento, guardará os vossos corações e pensamento em Cristo Jesus. 8Quanto ao mais, irmãos, ocupai-vos com tudo o que é verdadeiro, respeitável, justo, puro, amável, honroso, tudo o que é virtude ou de qualquer modo mereça louvor. 9Praticai o que aprendestes e recebestes de mim, ou que de mim vistes e ouvistes. Assim o Deus da paz estará convosco.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 21, 33-43

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Eu vos escolhi foi do meio do mundo, a fim de que deis um fruto que dure. Eu vos escolhi foi do meio do mundo. Amém! Aleluia, aleluia! (Jo 15,16);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, Jesus disse aos sumos sacerdotes e aos anciãos do povo: 33Escutai esta outra parábola: Certo proprietário plantou uma vinha, pôs uma cerca em volta, fez nela um lagar para esmagar as uvas e construiu uma torre de guarda. Depois arrendou-a a vinhateiros, e viajou para o estrangeiro. 34Quando chegou o tempo da colheita, o proprietário mandou seus empregados aos vinhateiros para receber seus frutos. 35Os vinhateiros, porém, agarraram os empregados, espancaram a um, mataram a outro, e ao terceiro apedrejaram. 36O proprietário mandou de novo outros empregados, em maior número do que os primeiros. Mas eles os trataram da mesma forma. 37Finalmente, o proprietário, enviou-lhes o seu filho, pensando: `Ao meu filho eles vão respeitar’. 38Os vinhateiros, porém, ao verem o filho, disseram entre si: `Este é o herdeiro. Vinde, vamos matá-lo e tomar posse da sua herança!’ 39Então agarraram o filho, jogaram-no para fora da vinha e o mataram. 40Pois bem, quando o dono da vinha voltar, o que fará com esses vinhateiros?’ 41Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam: ‘Com certeza mandará matar de modo violento esses perversos e arrendará a vinha a outros vinhateiros, que lhe entregarão os frutos no tempo certo.’ 42Então Jesus lhes disse: ‘Vós nunca lestes nas Escrituras: `a pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular; isto foi feito pelo Senhor e é maravilhoso aos nossos olhos’? 43Por isso eu vos digo: o Reino de Deus vos será tirado e será entregue a um povo que produzirá frutos.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Terça-feira (16/04/2024)

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

A coisa mais incrível que já aconteceu neste mundo é a morte do Filho de Deus. É incrível por vários motivos. É incrível que Deus Pai tenha permitido que Seu Filho fosse brutalmente assassinado por homens maus. É incrível que o Filho não tenha invocado a miríade de anjos para parar a Sua perseguição. É incrível que Jesus tenha pronunciado palavras de perdão na cruz enquanto Sua própria mãe observava. Mas talvez o aspecto mais surpreendente deste acontecimento seja que a partir dele se tornou possível o dom da salvação eterna.

Somente Deus, em Sua sabedoria e poder inconcebíveis, poderia produzir o maior bem do maior mal. Nada poderia ser mais maligno do que o assassinato brutal do Filho de Deus. E nada poderia ser mais glorioso do que a transformação desse ato hediondo no ato definitivo de salvação da raça humana. Jesus foi “a pedra rejeitada pelos construtores”. Mas aquela Pedra rejeitada foi usada pelo Pai para “tornar-se a pedra angular” da nova vida de graça à qual somos chamados.

A passagem citada acima conclui a Parábola dos Inquilinos, que delineia a história da salvação. O Pai é o dono da vinha, que representa o povo de Israel. Os inquilinos eram os líderes religiosos da época que abusavam dos profetas enviados para colher os frutos do Reino de Deus. O filho é o Filho de Deus que os líderes de Israel mataram sob a concepção errada de que matar Jesus garantiria a continuação do seu poder. Contudo, o verdadeiro resultado foi que eles sofreram a sua própria destruição, e o Filho assassinado tornou-se a pedra angular da Igreja e a fonte de uma nova vida.

Hoje, você está entre as pessoas a quem Deus confiou a responsabilidade de Sua nova vinha, a Igreja. De vocês, Deus exige abundância de bons frutos. Embora a Igreja seja confiada de modo especial ao Papa, aos bispos e aos sacerdotes, ela também é confiada aos leigos, cada um à sua maneira. Todos devem dar frutos para o Reino de Deus e todos serão responsabilizados pela sua administração.

Às vezes podemos cair na armadilha de pensar que temos pouco a oferecer. Se fôssemos o papa, um bispo ou mesmo um padre, poderíamos fazer grandes coisas para Deus. E embora isso seja verdade, não é menos verdade que todos são capazes de produzir bons frutos em abundância para o Reino. E Deus espera isso de todos nós. Se você duvida de alguma forma desse fato, lembre-se novamente do fato inegável de que o Pai usou o maior mal já cometido para produzir o maior bem já conhecido. Se Deus pode trazer uma nova vida da morte, então Ele certamente pode usar você de maneiras poderosas. Na verdade, quanto mais fraco você for e quanto mais insignificante você se sentir, mais Deus poderá usá-lo para produzir bons frutos.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

Reflita hoje sobre o fato glorioso de que, se Deus pode usar seu próprio sofrimento e morte para trazer a salvação ao mundo, Ele também pode usar você de maneiras que estão além da sua imaginação. Você pode não se tornar um evangelista famoso. Você pode não ter sucesso em algum ministério bem reconhecido. Na verdade, você pode até encontrar muito sofrimento, perseguição e dificuldades ao longo da vida. Independentemente da sua situação de vida, Deus deseja usá-lo para grandes coisas e para produzir uma abundância de bons frutos para o Seu Reino. Comprometa-se com essa missão e permita que Deus use você como pedra angular de Sua graça neste mundo.

Oração do Dia

Meu Senhor e Pedra Angular da Igreja, Você foi rejeitado pelos líderes de Israel e foi morto da maneira mais horrível. No entanto, em Seu poder glorioso, Você transformou esse mal no maior bem. Entrego a Ti minhas fraquezas e dores, meus talentos e trabalhos; Eu entrego a Ti toda a minha vida. Por favor, use-me e ajude-me a compartilhar Sua vida para que, com Você, eu também possa me tornar uma pedra angular de Sua graça, conforme Você deseja. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, é comum que nas missas o padre faça a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura. Esta homilia é feita em geral por livre interpretação do celebrante.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *